Procure no JP

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Vitória corintiana em cima do Boca Juniors pela Supercopa Eurofarma

Opa,

Depois de um final-de-semana sem nenhum jogo, comecei a semana com pé direito, já que um genial torneio começou aqui nas redondezas da capital paulista. Falo da Supercopa Eurofarma de Futebol Júnior 2010, que tem sede na belíssima Arena Barueri e reúne oito times, sendo quatro brasileiros e quatro do exterior. A minha primeira partida do torneio foi válida pelo Grupo B, e reuniu os times do Corinthians e o genial Boca Juniors da Argentina.

Um jogo desses, ainda mais numa perdida segunda-feira à tarde, pedia a minha presença, e nem as duas horas de condução que me separam do estádio barueriense foram empecilho para que eu chegasse lá faltando muito tempo para o começo da peleja. Logo ao entrar nas dependências da Arena, fui muito bem recebido pelos organizadores e após o devido credenciamento já estava no gramado.

Enquanto esperava as equipes, pude verificar que as obras do estádio continuam a todo vapor. A arquibancada atrás do gol da direita (ou gol do fundo) já está com grande parte concluída, e em pouco tempo estará pronta. Com certeza o estádio será referência em nível nacional. Mas o tempo passou rápido, e logo os times entraram em campo para a estreia do Grupo B na Supercopa.


Times do Corinthians e Boca Juniors entrando no gramado da Arena Barueri. Foto: Fernando Martinez.

Pena que por imperícia da minha parte, acabei não fazendo a foto oficial do onze alvinegro, mas a foto do time argentino e do trio de arbitragem (que é exclusiva do JP) seguem abaixo:


Já que não tem foto posada do Corinthians, segue o time perfilado na hora do Hino Nacional Brasileiro. Foto: Fernando Martinez.


CA Boca Juniors (sub-19) - Buenos Aires/Argentina. Foto: Fernando Martinez.


Os capitães de Corinthians e Boca Juniors posam de forma exclusiva para o JP junto com o árbitro Marcelo Duarte e os auxiliares Alex Alexandrino e Ivan Luiz Assumpção. Foto: Fernando Martinez.

Além desses dois times, o Grupo B da Supercopa Eurofarma tem a participação das equipes do Santos e do fantástico Sevilla, da Espanha. Ja o Grupo A tem a presença de Palmeiras, Flamengo/RJ e dos não-menos legais Porto de Portugal e Peñarol do Uruguai. Dois times inéditos e outros dois dos mais famosos times sul-americanos reunidos num mesmo torneio na Grande São Paulo é algo magnífico. Ah, vale lembrar que os dois primeiros de cada grupo fazem as semifinais, e os vencedores disputam a grande final no próximo domingo.

Para conseguir melhores fotos desse clássico, acabei indo acompanhar o ataque alvinegro durante os 90 minutos. E como de praxe, foi uma partida muito nervosa, com jogadas ríspidas e muita mandinga... tudo em nome da velha rivalidade Brasil x Argentina. E foi o Corinthians quem tentou e chegou mais perto do gol adversário, mas as conclusões não foram boas.


Falta em cima do camisa 2 do Corinthians no começo de partida. Foto: Fernando Martinez.


Jogada corintiana pelo alto, em boa chance do ataque brasileiro. Foto: Fernando Martinez.

O lance mais estranho desse primeiro tempo aconteceu numa bola que o Boca colocou pela lateral para atendimento de atleta machucado. Mas na hora do Timão repor a bola, o camisa 11 Kelvim não se tocou da gentileza e acabou quase marcando o primeiro, pois os atletas argentinos ficaram parados. Os jogadores do Boca ficaram indignados e juraram o brasileiro na mesma hora. Marcado e apanhando bastante, ele acabou substituído no começo do segundo tempo.


Mais uma dura falta de jogador argentino. Foto: Fernando Martinez.

E no apagar das luzes da etapa inicial o Timão achou seu gol. Numa cobrança de falta, a bola foi rolada para o lado e o camisa 9 Claudir encheu o pé para deixar o onze paulistano na frente do placar. Intervalo de jogo com a vitória parcial dos donos da casa.


O camisa 11 do Corinthians protegendo a bola em chegada pela direita. Foto: Fernando Martinez.


Bola estufando as redes do Boca Juniores no primeiro gol corintiano na partida. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo então veio com um Corinthians tentando ampliar, mas a defesa do Boca Juniors estava bem dentro das quatro linhas. Só que o ataque argentino não acompanhava a boa partida da sua zaga e não chegava perto do gol defendido pelo arqueiro Rafael.

Aos 18 minutos veio a maior emoção do tempo final, quando o jogador portenho Olivari fez pênalti em cima de Douglas. Era a chance do Timão ampliar o marcador. Mas a cobrança do camisa 10 Fran foi telegrafada e o goleiro Martinez (será que é algum parente distante?) fez ótima defesa, sem nenhuma chance de rebote.


Detalhe do pênalti perdido pelo camisa 10 do Corinthians no segundo tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Daí para frente, o Corinthians resolveu apostar nos contra-ataques e o Boca buscou forças para tentar o empate. O onze argentino até chegou perto, mas a zaga corintiana quando acionada mostrou serviço. E sem conseguir acertar nenhum dos contra-ataques que teve à sua disposição, o jogo não teve mais o placar alterado.


Obra rolando, mas os operários estavam mais interessados em curtir o clássico sul-americano de camarote. Foto: Fernando Martinez.

Final de partida: Corinthians 1-0 Boca Juniors. Boa vitória alvinegra, que começa com o pé direito sua participação na Suercopa Eurofarma 2010. O Boca ficou devendo um melhor futebol, mas com dois jogos ainda a serem realizados, ainda tinha chances de classificação.

Após esse jogo, era a hora de colocar mais um time na minha Lista... o segundo time espanhol visto em campo em todos os tempos.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário