Procure no JP

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Flamengo elimina o Palmeiras e se garante nas semifinais da Supercopa

Opa,

O segundo jogo da minha maratona futebolística na Supercopa Eurofarma de Futebol Júnior na quinta-feira passada foi um clássico brasileiro. A Arena Barueri viu os times do Palmeiras e do Flamengo definirem a situação final do Grupo A.

Mas esperar esse jogo não foi tarefa fácil, já que a preliminar terminou às 13 horas e essa peleja começaria apenas às 16, "apenas" três horas depois. Na saída do primeiro jogo encontrei o amigo Rodrigo Colucci e fomos almoçar numa bela padoca que fica perto da Estação Jardim Belval. Deu tempo de comer sem pressa e ainda colocar o papo em dia.

Mesmo ensebando demais, chegamos de volta na Arena Barueri faltando ainda mais de uma hora e meia para começar o jogo, e passamos esse tempo todo conversando com o pessoal da equipe técnica e profissionais da TV a cabo que transmitiu o torneio. O tempo passa rápido quando o papo é agradável, e sem perceber a hora do jogo já estava chegando. Fui então para o gramado fazer as fotos oficiais e exclusivas para o JP:


SE Palmeiras (sub-19) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


CR Flamengo (sub-19) - Rio de Janeiro/RJ. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Marcelo Prieto Alfieri, os auxiliares Rogério Pablos Zanardo e Márcio Jacob e os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

O time carioca estava apenas a um empate de garantir sua vaga como primeiro colocado do Grupo A, e o Palmeiras precisava de uma vitória por dois gols de diferença para se garantir na semifinal. Mas pelo que tinha visto em flashes dos jogos anteriores, a tarefa palmeirense seria das mais complicadas.


Jogada plástica no jogo entre Palmeiras e Flamengo/RJ. A pose ficou digna de torneios de ginástica. Foto: Fernando Martinez.

Novamente não dei sorte na escolha de lado no primeiro tempo da partida, pois os melhores lances sempre foram do lado oposto aonde estava. Quando acompanhava o ataque flamenguista, as melhores chances na primeira metade do tempo inicial foram do time alviverde, com duas bolaças na trave aos 19 e aos 25 minutos, respectivamente com os jogadores Caio e Ramos. Nas duas oportunidades os atletas pediram gol, pois a bola quicou em cima da linha.


Ataque rubro-negro pela direita e falta do atleta palmeirense. Foto: Fernando Martinez.


Disputa de bola na lateral do gramado. Foto: Fernando Martinez.

Resolvi então mudar de lado e ir para o ataque paulista, e durante o restante da primeira etapa só deu Flamengo. Quando o jogo parecia que chegaria no intervalo com o zero no marcador, o rubro-negro teve um pênalti marcado a seu favor. No lance, o jogador Guilherme, mesmo puxado pelo atleta palmeirense, marcou um golaço, mas antes da conclusão o árbitro já havia apitado. O camisa 2 Galhardo bateu de forma precisa no canto direito e marcou o primeiro dos cariocas.


Atleta alviverde encarando jogador do Flamengo. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe do primeiro gol da partida, marcado pelo capitão flamenguista Galhardo. Foto: Fernando Martinez.

Cansei de ficar no campo e fui curtir o segundo tempo das cabines de imprensa da Arena Barueri, com direito a lanche, mordomia e tudo que temos direito. De lá acompanhei um segundo tempo mais movimentado e com mais chances de gol. Precisando virar o jogo para 3x1, o Palmeiras voltou disposto a marcar logo, e foi premiado aos 9 minutos com um gol de cabeça do atacante Ciro. A comemoração foi com o seu pai, que estava lá como um dos médicos da partida.


O exato momento do empate palmeirense com a cabeçada do jogador Ciro. Foto: Fernando Martinez.

Animado com o empate, o Palmeiras foi para cima e quase virou o placar aos 15 minutos, num belo chute de longe do jogador Raílson que acabou acertando a trave. E quando o time da casa dominava a partida, o Flamengo jogou um balde de água fria nas pretensões alviverdes e marcou o segundo gol aos 23 minutos com uma ajuda do zagueiro João Victor. Depois de jogada pela direita a bola foi cruzada e, na tentativa de cruzar, o camisa 3 colocou para dentro do seu próprio gol.


Chance perigosa para o time carioca na segunda etapa. Foto: Fernando Martinez.

Esse lance desanimou o time paulista, e os atletas não tiveram mais forças para criar chances ou assustar a equipe carioca. O jogo foi seguindo em banho-maria até seu apito final. Final de jogo: Palmeiras 1-2 Flamengo/RJ. Ao término das três rodadas do Grupo, o rubro-negro ficou em primeiro lugar e o Peñarol em segundo.

Mas o dia estava longe de terminar, e mais um jogo genial entre times de fora do país animou a noite na Arena Barueri.

Abraços!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário