Procure no JP

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Flamengo vence Porto com facilidade pela Supercopa Eurofarma

Olá pessoal,

Na última terça-feira pela manhã consegui uma folguinha e decidi ir até a Arena Barueri apreciar a partida entre Flamengo e Porto (Portugal), válida pela segunda rodada da Supercopa Eurofarma de Futebol Junior. Como o estádio estava vazio foi fácil chegar no local e entrar no gramado, porém, infelizmente a equipe carioca não colaborou e não posou para a tradicional foto posada. Mas, pelo menos temos o registro do quadro português.


FC Porto - Porto/Portugal. Foto: Victor Minhoto.

Como o quadro brasileiro havia vencido na primeira rodada e o europeu não, imaginei que os cariocas massacrariam o adversário, assim, me postei atrás do guarda-metas português. Porém, não foi bem isso que se viu na primeira etapa. Na verdade foi a equipe do Porto quem comandou as ações desde o início e manteve a maior parte do tempo a posse da bola. Apesar deste domínio territorial, o esquadrão lusitano criou poucas chances de perigo ao gol rubro-negro.


Ataque flamenguista se prepara para cruzar a bola na área lusitana. Foto: Victor Minhoto.

As duas maiores chances ocorreram aos 31 e aos 40 minutos. Na primeira, o camisa 7 Flávio Emanuel entrou na área pela direita e chutou forte e cruzado, mas o goleiro Cesar do Flamengo fez boa defesa. Já na segunda chance, o camisa 8 Eduardo Marques cobrou muito bem uma falta de fora da área, mas para azar de seu time a bola raspou no travessão e saiu pela linha de fundo. Como o Flamengo não levou maiores sustos a defesa portuguesa, o jogo foi para seu intervalo sem abertura do marcador.


Guarda-metas Elói, do Porto, sai corajosamente para evitar gol carioca. Foto: Victor Minhoto.

Logo aos três minutos do segundo tempo a equipe lusitana foi ao ataque pela direita, sendo que no cruzamento o arqueiro carioca foi obrigado a desviar a bola, que sobrou live para o camisa 9 Filipe Daniel, também conhecido como Pipo, mas o atacante tocou a bola contra o travessão, desperdiçando assim a maior chance portuguesa na partida.


Em ataque no início do segundo tempo, arqueiro do flamengo desvia a bola evitando o gol do quadro português. Foto: Victor Minhoto.

A partir deste momento o Flamengo mudou de atitude na partida e passou a comandar as ações, tanto que aos 7 minutos, em cobrança de escanteio, o camisa 8 Guilherme tocou a bola para o gol, abrindo o marcador em favor dos cariocas. O rubro-negro continuou pressionando o adversário e ainda teve duas grandes chances de gol aos 16 e 19 minutos. Mas o segundo tento veio mesmo aos 25, quando o camisa 18 Eliabe recebeu uma bola pela esquerda, entrou na área e na saída do goleiro só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes.


Disputa aérea de bola após cruzamento na área carioca. Foto: Victor Minhoto.

Apenas três minutos depois o mesmo Eliabe, em um contra-ataque, foi lançado em profundidade, ganhou na corrida da zaga lusitana, saiu na cara do gol e chutou com força para fazer o terceiro gol na partida. Após esse gol a partida ficou mais morna, já que os portugueses se conformaram com a derrota e os cariocas passaram a administrar a partida até o apito final. Resultado final Flamengo 3x0 Porto. Depois fui a caça de um local para almoçar, já que mais tarde, na companhia do Fernando, acompanharia mais dois jogos.

Até a próxima,

Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário