Procure no JP

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Santos goleia o Blooming na Vila Belmiro

Olá, amigos!

Tive a oportunidade de realizar um sonho de infância nesta noite, "matando" um time que era um grande desejo! Ao lado dos amigos Emerson e Fernando, fui para Santos acompanhar de perto a despedida dos esforçados bolivianos. No estádio da Vila Belmiro, acompanhamos o duelo de volta entre Santos FC e Blooming, da Bolívia, pela primeira fase da Taça Libertadores da América.

Desta vez, o sol, que iluminou minha última visita à Baixada, não deu as caras, e desde a estrada tivemos que nos acostumar com a chuva. Chegamos na cidade ainda no fim da tarde, para garantir nosso acesso ao estádio, e depois fomos alimentar nossas lombrigas. Tudo perfeito, entramos a dois minutos do início do jogo, sem perder tempo com filas e outras chatices comuns em jogos desse calibre pela Grande São Paulo.

Infelizmente, não foi dessa vez que conseguimos fotografar as equipes em uma partida do torneio sul-americano, mas sentimos que esse sonho está cada vez mais perto de acontecer. Quanto ao jogo, podemos dizer que foi a apresentação de um time só. Bom para a equipe brasileira, pois vai somando ritmo, moral e experiência ao time praiano.


Jogador santista comemorando a marcação de um pênalti. Foto: Fernando Martinez.


Visão geral de uma Vila Belmiro cheia para Santos x Blooming. Foto: Fernando Martinez.

Logo aos dois minutos, um pênalti bem marcado é convertido por Cléber Santana. Nesse momento, acompanhávamos o jogo do alambrado. Emerson sendo voto vencido, rumamos para as arquibancadas atrás do gol santista, de onde tínhamos uma visão melhor da partida, e um pouco mais de conforto.

Foi de lá que vimos o segundo gol, em mais uma cobrança de pênalti convertida por Cléber Santana, e o gol de Rodrigo Tiuí, que levou o Peixe com a tranquila vantagem de 3-0 para o intervalo. Precisando da vitória, os bolivianos fizeram uma exibição digna de nota, mantendo o jogo limpo e a cabeça erguida também na etapa complementar, quando ainda sofreram mais dois tentos: Marcos Aurélio, aos 31 minutos, e novamente Rodrigo Tiuí, sete minutos depois.


O segundo do Santos, em novo pênalti cobrado por Cléber Santana. Foto: Fernando Martinez.


Blooming tentando sair do seu campo defensivo. Foto: Fernando Martinez.

Fim de jogo, Santos 5-0 Blooming, com sobras. Particularmente, adoro jogos noturnos no Urbano Caldeira. Com essas equipes visitantes fantásticas em campo, ainda é melhor! Mas, infelizmente, tive que deixar a viagem JP nessa "escala". O destino final de meus companheiros ainda estava a 800 quilômetros de distância. Desde já, aguardo ansioso pelo relato de Emerson e Fernando, naquela que será, até então, a viagem do ano do Jogos Perdidos!

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário