Procure no JP

segunda-feira, 27 de março de 2006

Paulista Série A2: Nacional 2-2 Guaratinguetá

Opa,

Finalmente quase recuperado 100% da virose que me baleou desde o carnaval, nesse final de semana pude voltar à ativa nos JOGOS PERDIDOS desse Brasil varonil. No sábado à tarde estive presente na Comendador Souza, para acompanhar a partida entre Nacional e Guaratinguetá, pela Série A2 do Paulistão. Numa tarde mais do que agradável, o Jurandyr, o David e o Seu Natal também acompanharam a peleja.

Para o Nacional a vitória era fundamental, para fugir de qualquer risco de rebaixamento e tentar voltar à zona de classificação. Já para o time do Vale, a vitória era necessária para se fixar na zona que vai à próxima fase. Pena que mesmo precisando da vitória, o Naça tenha começado o jogo de forma tão passiva, aceitando os ataques do Guará.


Praticamente posando para o JOGOS PERDIDOS os jogadores dos dois times numa disputa de bola na lateral. Foto: Fernando Martinez.

Tanta passividade foi premiada com o gol do Guaratinguetá, aos dez minutos, depois de uma bola lançada pela direita, em que a defesa ferroviária falhou e o jogador Laércio marcou. Depois do gol o Nacional ficou naquele joguinho sem graça, enquanto o Guará levava muito perigo nos contra-ataques. Mas mesmo assim, o jogo foi para o intervalo com o 1 a 0 no placar.


Ataque infrutífero do Nacional no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Depois de provavelmente ter tomado um belo esporro no intervalo, o Nacional voltou com tudo no segundo tempo. Logo aos dois minutos, o time empatou num belíssimo gol olímpico (apenas o terceiro que vi em estádios até hoje), marcado pelo jogador Betão. Com o empate, o Naça voltou a sonhar com a virada e teve chances pra isso, mas o pífio desempenho dos seus atacantes, que perderam gols atrás de gols, levou todos no Nicolau Alayon ao desespero.


Belo chute do Nacional e bela defesa do goleiro Yamada, ex-Corinthians. Foto: Fernando Martinez.

O jogo foi correndo assim, mas aos poucos o Guará foi se soltando nos contra-ataques e levando bastante perigo ao gol do Naça. Tanta bobeira no ataque do azul e branco foi punida com o segundo gol do Guará, aos 43 minutos, marcado pelo jogador Rocha, depois de mais uma bobeira da zaga do Nacional, que praticamente selou a vitória do adversário. Entretanto, praticamente já no desespero, o Nacional ainda conseguiu chegar ao empate, aos 47 minutos, numa cabeçada certeira do jogador César.


Escanteio para o Nacional no segundo tempo do jogo contra o Guaratinguetá. Foto: Fernando Martinez.

Foi isso, final de jogo: Nacional 2-2 Guaratinguetá. Mais dois pontos preciosos perdidos em casa!! Cuidado Naça, o rebaixamento não é ilusão. Sábado eles jogam contra a Barbarense, de novo no Nicolau Alayon, necessitando urgentemente da vitória!

Depois do jogo, foi correr para um martírio no Pacaembu, mas isso fica para depois.

Até

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário