Procure no JP

sexta-feira, 3 de março de 2006

Paulista Série A1: Portuguesa 0-2 São Bento

Fala povo!

É... ficar doente, junto com a situação de não estar com computador em casa nos leva a alguns atrasos aqui no JOGOS PERDIDOS. Mas, vamos então com uma avalanche de posts de jogos dos últimos dias. Da minha parte, só rodadas noturnas, e começo com mais um sofrimento da Portuguesa nesse Paulistão 2006. Dessa vez, o jogo foi contra o time do São Bento, na reabertura do Canindé, e o futebol foi aquele bisonho que já vem dando à tônica da Lusa nesse Campeonato. Junto comigo, o Jurandyr e o Emerson, mesmo com sua conjuntivite, estiveram presentes.

Mas como ver um jogo da Lusa sem nenhuma dor-de-cabeça? Isso parece ser algo impossível, já que na quarta-feira a luz acabou momentos antes do jogo começar, quando todos ainda estavam lá fora. O genial disso foi ver que, logo quando as luzes reacenderam, só UMA bilheteria foi aberta para a venda dos ingressos (e com os valores, de novo, extorsivos, de 20 reais a arquibancada). Depois de muitas filas, nervosismo e confusão, acabaram abrindo a bilheteria interna do Canindé. Detalhe, as filas eram absurdas, e vocês podem imaginar que o público foi de 8, 9 ou até 10 mil pessoas, certo? Tsk, tsk, o público total foi de 564 pagantes, o que mostra o absurdo que acontece todo jogo por lá.


Muvuca na compra de ingressos no Canindé. As bilheterias só foram abertas pouco antes do início do jogo, gerando revolta e muita raiva nos presentes. Isso tudo pela bagatela de 20 reais! Fotos: Fernando Martinez.

Bom, agora falando da grande reforma do Canindé, podemos dizer que o gramado está impecável, e que deve ser um dos melhores do estado. Mas pena que tudo em volta ainda esteja bastante zoado.

Sobre o jogo... bom, sobre o jogo não temos muito o que falar, já que a Portuguesa deve estar com o seu pior time em "muuuitos" anos. Um time sem conjunto nenhum, nenhuma tática, organização, força de vontade... nada que mostre que aquilo é um time de futebol. O São Bento, bastante limitado, não sofreu por nenhum momento qualquer tipo de pressão do rubro-verde.


Ataque sem nenhum perigo do time da Portuguesa ainda no primeiro tempo da partida contra o São Bento. Foto: Fernando Martinez.

No primeiro tempo a Lusa não fez nada para poder marcar um gol e ainda sofreu um, numa boa jogada do ataque do time de Sorocaba. Na segunda etapa, com a entrada do atacante Johnson, a Portuguesa até que teve mais posse de bola, mas sem assustar muito o goleirão do São Bento. Dando espaços na defesa, ainda tomou o segundo gol, numa belíssima jogada tramada pelo ataque do time azul.


Espectros tomando conta do Canindé. Mais um ataque e mais uma chance de gol desperdiçada pela Portuguesa. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Portuguesa 0-2 São Bento, e o time do Canindé doidinho para jogar a A2 em 2007. Quem sabe não é essa a saída para o time tomar um susto e voltar a ser o que sempre foi?

Logo mais tem mais.

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário