Procure no JP

sexta-feira, 2 de dezembro de 2005

Copa Felício Saad: Itapirense 1-1 Yuracan

Buenas!

Curtindo a idéia do Campeonato Interestadual de Futebol Sub-20 Felício Saad (para quem não sabe, Felício Saad foi o fundador do Saad Esporte Clube), eu e o Jandir fomos ontem assitir a partida de volta da outra semifinal do torneio: Itapirense x Yuracan. O jogo foi disputado no Estádio Chico Vieira em Itapira e antes das fotos oficiais, vale lembrar que a partida de ida em Itajubá foi 3 a 2 para a Itapirense.


S.E. Itapirense (sub-20) - Itapira / SP. Foto: Emerson Ortunho.


S.D. Yuracan F.C. (sub-20) - Itajubá / MG. Foto: Emerson Ortunho.


Trio de arbitragem e capitães. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou bem morno e mesmo com o fato de a equipe mineira ter que reverter o resultado, quem jogava melhor era a Itapirense, procurando o gol como se tivesse que vencer a partida.


Lance de ataque da Esportiva Itapirense. Foto: Emerson Ortunho.

O melhor futebol apresentado pela equipe da casa acabou sendo recompensado com abertura do placar. A zaga do Yuracan cometeu um pênalti bobo. Na cobrança, o goleiro fez uma bela defesa, mas a zaga bobeou de novo e o atacante mandou para o fundo da rede no rebote.


Goleiro do Yuracan defende o penal. No rebote o jogador da direita manda para o fundo das redes. Fotos: Emerson Ortunho.

Com o placar adverso, o Yuracan resolveu jogar e partir para o ataque, iniciativa que teve pronto resultado. Mudando a postura em campo, a equipe mineira melhorou muito, até que empatou a partida no final da primeira etapa, levando o jogo para intervalo em 1 a 1. Com essa melhora do Yuracan, a segunda etapa prometia muitas emoções, mas ficou só na promessa... já explico... No intervalo conhecemos o Tiago, que mantém o sítio oficial da Esportiva Itapirense e que está sempre ligado no Jogos Perdidos. Um abraço Tiago!


Vista geral da arquibancada do belo Estádio Chico Vieira. Foto: Emerson Ortunho.

Como disse acima, o segundo tempo prometia muitas emoções, mas ficou mesmo só na promessa, porque ele não aconteceu. É verdade, para surpresa geral não teve segundo tempo.

O motivo? Bom, aconteceu uma das coisa mais estranhas que eu já vi na minha vida. O Yuracan foi eliminado do torneio no intervalo e a Itapiranse ficou com a vaga para a final. A eliminação aconteceu porque a equipe de Itajubá, até aquele momento, não pagara a taxa de inscrição do torneio, no valor de R$200,00.

Segundo o Nelly, organizador do campeonato, o presidente do Yuracan, adiou o pagamento durante toda a primeira fase e ele na confiança foi deixando a equipe jogar. A última promessa era de que a taxa seria paga nessa partida, mas até o intervalo o presidente do Yuracan não tinha nem aparecido no estádio. Certo que levaria um calote, o Nelly resolveu eliminar a equipe.

Confesso que fiquei meio boquiaberto, sem saber o que pensar e apesar de entender que a responsabilidade maior era mesmo do presidente do Yuracan, que não havia cumprido com sua palavra, acabei obviamente não gostando da decisão. Afinal, eu e o Jandir saimos de Sampa para ver uma partida inteira e só vimos metade. Os jogadores do Yuracan que não tinham nada a ver com o peixe, ficaram muito chateados e até mesmo os jogadores da Itapirense não gostaram, pois queriam ganhar a vaga jogando. Os poucos torcedores presentes, também não gostaram nada do que aconteceu. Então, diante de tudo isso, o placar da partida ficou: Itapirense 1 x 1 Yuracan.

Mas é isso aí! Como costuma dizer o Fernando, é mais um jogo que acaba virando lenda, e nessa vida de jogos perdidos, nós temos a plena consciência que tudo pode acontecer, tudo mesmo.

Abraços!

Emerson

Um comentário: