Procure no JP

quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

Amador do Estado: Metalúrgicos 1-0 Santos-PP

Opa,

Com uma demora monstro, mas por motivos extraordinários a esse que vos escreve, vamos com o post do jogo de domingo em que eu e o Mílton estivemos presentes. Dessa vez mais uma decisão na programação, agora com a primeira partida da final do Campeonato Paulista Amador de 2005, disputada entre o time do SE Metalúrgicos, de São Caetano e o Santos FC, de Presidente Prudente.

Debaixo de frio e uma garoa insistente, nos dirigimos até o Estádio Anacleto Campanella, aonde estava registrado que seria a partida. Chegando lá, e com o lugar às moscas, já vimos que tinha algo errado. Como sempre, os administradores do estádio, sempre bem informados e interados com o mundo, nos deixaram com as mesmas dúvidas de quando chegamos. O administrador achou, no final das contas, que eu queria jogar com o 'meu time' por lá e que para isso eu teria que ter uma autorização em três vias. A brincadeira do telefone-sem-fio perde para tanta desinformação.

Bom, acabamos indo então para o Águas de Nova Gerty e vimos que o jogo era lá mesmo. Adentramos o gramado para tirar as fotos dos times posados.


SE Metalúrgicos - São Caetano do Sul/SP. Foto: Fernando Martinez.


Santos FC - Presidente Prudente/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Aproveitamos também para conversar com o pessoal do Santos-PP, via o "faz-tudo" Mauro, sobre as intenções do time caso seja o campeão. Eles não tem a intenção de se profissionalizar caso ganhem o título, mas tentarão disponibilizar o benefício de não pagar a filiação e jogar a Segundona para um time novo que está sendo montado na cidade, o Oeste Paulista Futebol Clube. Isso só confirma o que já sabíamos: esse pode ser considerado um campeonato de acesso, já que é opcional ao Campeão a possibilidade de se profissionalizar no ano seguinte e disputar a Segundona Paulista.

E outra situação foi ver qual era o escudinho do time. Procuramos por ele na camisa e só achamos um H um tanto quanto estilizado. Depois descobri que esse é o logotipo da empresa com a qual o time é relacionado e não um escudo específico do Santos FC. De qualquer forma, segue abaixo o escudo da empr... ops, do time de Prudente.


Escudo da empresa Hinomoto, que banca o Santos-PP.

Bom, agora começando o jogo, vale registrar que como sempre, solicitamos autorização para o árbitro, a AUTORIDADE MÁXIMA dentro do campo para ficar num dos gols por um tempinho para tirar algumas fotos de perto. Devidamente autorizados por ele e pelo quarto árbitro, nos postamos atrás do ataque do Metalúrgicos no primeiro tempo. Pena que, logo depois, e de uma forma um tanto quanto desrespeitosa, fomos expulsos de dentro do campo por algum aspone de plantão. Dizendo que "não poderíamos ficar ali de jeito nenhum", nos retirou da cancha e ainda fui intimado a "mostrar a minha identificação" a quem tinha mandado tirar.

Registro aqui que não seria leviano ao ponto de ficar dentro do campo o jogo todo, já que não há muito espaço para isso, era só para tirar algumas fotos razoáveis para o blog. Isso que ficamos dentro do campo em inúmeros campeonatos profissionais e em estádios maiores. E ainda fomos apupados por um japonês que ficou falando impropérios para nós quando saímos do campo. No mínimo triste...

Bom, agora falando do jogo, ele foi uma partida bem disputada, com as duas equipes indo ao ataque logo de cara. O Metalúrgicos, por jogar em casa e ter que reverter a vantagem do Santos, teve um leve domínio de bola. Mas aos poucos o time de Prudente foi mostrando a sua cara e fez o goleiro Róbson, do Metalúrgicos, praticar duas belíssimas defesas.


A única foto que tirei de dentro do campo, num ataque do Metalúrgicos na primeira etapa. Foto: Fernando Martinez.

Com o jogo sendo dominado pelo time do interior, o Metalúrgicos ficou um pouco perdido em campo, e seus ataques não surtiam efeitos decisivos, mas como futebol é futebol, num ataque despretencioso do time da casa, o atacante número 7 do Metalúrgicos, num belo chute, acertou em cheio e marcou um gol quase fantasma. O goleirão do Santos fez golpe de vista e traído pela curva da bola, viu a sua rede balançar. Com a vantagem do metalúrgicos no placar, o jogo foi para o intervalo.


Lance de ataque do Metalúrgicos na primeira etapa. Foto: Fernando Martinez.

No segundo tempo o jogo continuou bastante disputado, mas nada fazia lembrar que estávamos vendo uma final. Os times não levaram tanto perigo aos gols adversários e a chance mais aguda de gol nessa segunda etapa foi num ataque do Santos, que o zagueito tirou em cima da linha. Mas no final, o jogo acabou mesmo Metalúrgicos 1-0 Santos-PP.


Escanteio para o Metalúrgicos no primeiro tempo. É, as fotos foram todas na primeira etapa, já que as do segundo ficaram bem ruinzinhas. Foto: Fernando Martinez.

Agora o time do Santos precisa de uma vitória simples no Prudentão, no próximo domingo, para se sagrar campeão paulista amador de 2005. Já o Metalúrgicos precisa apenas não levar gols para garantir a taça. Vamos aguardar e ver o que acontece!

E em breve tem uma história que superou a epopéia do JOGOS PERDIDOS a Monte Sião/MG. Fiquem ligados!

Até mais

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário