Procure no JP

sábado, 19 de dezembro de 2020

Na Fazendinha, Timão vence o Santos e está na final do sub-20

Texto e fotos: Fernando Martinez


Depois de sofrer uma inapelável derrota no brasileiro da categoria - 3x0 contra o Vasco – no começo da semana, na sexta-feira o Corinthians virou a chavinha e disputou a semifinal do Campeonato Paulista sub-20. Do outro lado, um dos seus maiores algozes no torneio no Século 21, o Santos FC. O palco foi o Estádio Alfredo Schurig. Foi meu quinto jogo ali em 18 dias de dezembro... e contando.

De 2001 para cá, foram 14 confrontos entre os dois e o Peixe derrotou seu maior rival nada menos do que nove vezes. O mosqueteiro venceu apenas três vezes, além de dois empates. Na esteira do retrospecto abaixo da média, eu cobri quatro desses duelos, todos com triunfos santistas: 1x0 em 2007, 2x1 em 2008, novo 2x1 em 2013 e o 3x2 que decidiu o título a favor do mosqueteiro em 2015.

Como a atual geração santista não é nenhuma maravilha, certamente uma das mais fracas dos últimos tempos, o favoritismo corintiano, algo incomum nesse século, era evidente. A invicta campanha paulistana no estadual contava com seis vitórias e dois empates. O Santos também não tinha nenhuma derrota, porém o currículo de sete empates (!) e um triunfo apenas em oito partidas não assustava ninguém. Sim, eles eliminaram XV de Piracicaba e Ferroviária, então donos das melhores campanhas jogando fora de casa, mas dizer que estão fazendo bonito soaria forçado.





Todas as fotos oficiais antes do apito inicial da semifinal... um milagre!

Cheguei na Fazendinha junto com as pesadas nuvens que transformaram a tarde em noite. Ficou tão escuro que tiveram que ligar os refletores. Nesse cenário apocalíptico, o Corinthians teve uma atuação muito superior ao seu adversário. Os avantes criaram bons momentos e os visitantes atacaram com perigo pela primeira vez apenas aos 23 minutos em chute de Fernando que bateu na trave.

Na sequência Matheus Araújo sofreu pênalti. Vitinho, camisa 10 corintiano, bateu na lua. Contra o Taubaté na semana anterior ele já tinha perdido. Aos 29 o goleiro santista Breno foi expulso em falta que fez fora da área. Com um a mais, a pressão local deu resultado aos 36 quando Adson cruzou da esquerda e Matheus Araújo completou. De forma surpreendente o Peixe encontrou forças e deixou tudo igual antes do intervalo. Em falta pela direita, a pelota ficou zanzando na pequena área até Nycollas encher o pé e empatar.





Detalhes do primeiro tempo animado de Corinthians x Santos: na segunda foto o pênalti perdido de forma bisonha por Vitinho e na terceira a comemoração do gol que abriu o placar a favor dos locais

Na etapa final o Corinthians não deu brecha e aos quatro minutos voltou a ficar em vantagem. Vitinho se aproveitou de péssima reposição do goleiro Enzo e encheu o pé no canto. O Timão enfileirou oportunidades de perigo com Mandaca, Richard e Matheus Araújo. Aos 27 Alex Negueba, atacante do Peixe, acertou um belo chute na trave e dois minutos depois saiu o terceiro tento paulistano. A bola passou pelos pés de Daniel Marcos, Matheus Araújo e Adson até Du Queiroz receber e finalizar com sucesso.





No segundo tempo o Corinthians continuou mandando no jogo mas, diferente da etapa inicial, conseguiu traduzir o domínio em vantagem no marcador

Após esse lance nada aconteceu e o placar ficou em Corinthians 3-1 Santos. Foi o maior triunfo do campeão dos campeões em cima do alvinegro praiano pelo estadual sub-20 no século. O Timão se manteve invicto e vai decidir a competição jogando na Fazendinha pois terá campanha melhor que Audax ou Palmeiras, os outros semifinalistas. Acompanhei in loco as finais de 2017, 2018 e 2019 e provavelmente estarei na quarta decisão seguida. Resta aguardar a data.

Até a próxima!

_________________________

Ficha Técnica: Corinthians 3-1 Santos

Local: Estádio Alfredo Schurig (São Paulo); Árbitro: Anderson Fernando de Lira; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Matheus Araújo, Victor Cruz, Arthur; Cartão vermelho: Breno 29 do 1º; Gols: Matheus Araújo 36 e Nycollas 47 do 1º, Vitinho 3 e Du Queiroz 28 do 2º.
Corinthians: Yago; Daniel Marcos (Thaigo), Alemão (Gabriel Araújo), Ronald e Reginaldo; Luís Mandaca, Matheus Araújo, Du Queiroz e Vitinho; Richard e Adson (Mailson). Técnico: Dyego Coelho.
Santos: Breno; Victor Cruz, Gabriel Oliveira, Gabriel e Kaiky (Gustavo); Arthur, Nycollas (Gabriel Pedro), Kevin (Andrey) e Wesley; Denilson (Alex Negueba) e Fernando (Enzo). Técnico: Thiago Lima.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário