Procure no JP

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Grande vitória vascaína em cima do Corinthians na Fazendinha

Texto e fotos: Fernando Martinez


Apesar de estar na semifinal do estadual e ainda invicto, o Corinthians está rateando na disputa do Campeonato Brasileiro sub-20. Os comandados de Coelho vinham de duas derrotas, foram parar no terceiro lugar após várias rodadas na liderança e na tarde de segunda-feira receberam o Vasco da Gama no Estádio Alfredo Schurig em busca de reabilitação.

O clube carioca não fez uma boa campanha no nacional. Eliminados há bastante tempo, eles ocupavam a 16ª posição na tábua de classificação. Sem muito a fazer, concentraram forças no estadual e conquistaram o título no domingo vencendo o Botafogo na decisão. Depois do que aconteceu nos 90 minutos no Parque São Jorge, com certeza o fato de terem sido campeões 24 horas antes influenciou positivamente na atuação dos atletas.


Os capitães e o quarteto de arbitragem. Ninguém, claro, fez as fotos oficiais dos times dentro de campo

Entendo que a atual maratona corintiana é pauleira mesmo para a molecada, não há como negar. Agora, um time que ficou na ponta da tabela em nove das 17 rodadas realizadas até então não pode ter uma performance tão bisonha. O escrete paulistano mostrou um futebol horroroso e foi dominado impiedosamente pelo adversário. Foi tudo tão ruim que o futuro nas duas competições que está disputando chega a assustar.

O Vasco foi amplamente superior ao seu adversário e inaugurou o placar aos 30 do tempo inicial em finalização de Lucas Figueiredo e bela assistência de Marcondes. Na etapa final o Corinthians tentou equilibrar as forças, só que sofreu o segundo aos 16 minutos. Arthur Sales cobrou falta da entrada na área, Na batida a bola desviou na barreira, enganou Yago e morreu no fundo da rede.




O Corinthians se assustou com o forte início de jogo vascaíno, mas no tempo inicial ainda teve seus momentos


Lucas Figueiredo comemorando o primeiro gol da tarde, marcado aos 30 da primeira etapa

Robert foi expulso aos 21 e deixou o alvinegro paulista com um a menos. A partir daí os cariocas ficaram na boa, segurando a vantagem com facilidade. Faltando cerca de dez minutos para o apito final, o técnico Coelho passou a discutir em alto e bom som com um diretor vascaíno que estava na parte coberta da Fazendinha. O “professor” acabou levando o vermelho também. Estranho ver uma equipe tão nervosa dentro e fora de campo.





Nos últimos 45 minutos, o Vasco da Gama se aproveitou do nervosismo corintiano e chegou fácil aos 3x0. Na última foto, o gol de falta de Arthur Sales, o segundo da tarde

Se aproveitando da desgraça mosqueteira, o onze visitante fechou o marcador com Andrey dos Santos aos 46 minutos. O resultado final de Corinthians 0-3 Vasco da Gama ficou barato pelo domínio carioca e descontrole local. O Timão perdeu uma posição, agora é quarto, e corre o risco de ter que decidir o duelo das quartas de final fora de casa. Os Meninos da Colina não têm mais nada a fazer no nacional e decidem uma vaga na final da Copa do Brasil sub-20 contra o Atlético Mineiro na quarta-feira.

Até a próxima!

_________________________

Ficha Técnica: Corinthians 0-3 Vasco da Gama

Local: Estádio Alfredo Schurig (São Paulo); Árbitro: José Guilherme Almeida e Souza/SP; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Yago, Eduardo Capellari (reserva do Corinthians), Robert, Dyego Coelho, Ronald, Marcondes, Guilherme Carneiro, Pablo; Cartões vermelhos: Robert 21 e Dyego Coelho 41 do 2º; Gols: Lucas Figueiredo 30 do 1º, Arthur Sales 16 e Andrey dos Santos 46 do 2º.
Corinthians: Yago; Luís Mandaca (Arthur Sousa), Lucas Belezi (Richard), Ryan (Kevin) e Reginaldo (Ronald); Robert, Matheus Araújo, Du (Riquelme) e Vitinho (Keven); Felipe e Richard. Técnico: Dyego Coelho.
Vasco da Gama: Pablo; Gabriel Saulo, Weverton, Eric Pimentel e Caio Eduardo; Rodrigo Alves, Lucas Figueiredo (Roger), Marcondes (Andrey dos Santos) e Marlon Gomes (Guilherme Carneiro); Marcos Dias e Arthur Sales (Luiz Antonio). Técnico: Diogo Siston.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário