Procure no JP

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Empate em Águas de Lindóia entre Brasilis e Santacruzense

Olá pessoal,

Na tarde da última quarta-feira fui até o Estádio Municipal Leonardo Barbiéri, localizado na bela e pacata estância de Águas de Lindóia, acompanhar o embate entre Brasilis e Santacruzense, válido pela penúltima rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Com um calor muito forte e em dia de trabalho, não era de se esperar muito gente no estádio, e foi o que aconteceu, mas antes de falar do jogo vamos as tradicionais fotos posadas.


Brasilis FC - Águas de Lindóia/SP. Foto: Victor Minhoto.


AE Santacruzense - Santa Cruz do Rio Pardo/SP. Foto: Victor Minhoto.


O árbitro Robinson José Andréa de Góes e os assistentes Vicente Romano Neto e Matheus Camolesi posam junto com os capitães dos times. Foto: Victor Minhoto.

Apesar do forte calor o jogo começou a todo vapor, as duas equipes correndo muito e se aplicando na marcação. Como jogava em casa o Brasilis procurava mais o ataque do que o adversário, porém, a bem postada zaga tricolor não permitia que seu arqueiro sofresse maiores sustos. A Santacruzense apenas ia ao ataque em situações que sua defesa não ficava desguarnecida, com isso a maioria das suas oportunidades foram tiros de longa distância facilmente defendidos pelo arqueiro local Adriano.


Disputa de bola durante a primeira etapa. Foto: Victor Minhoto.

Com o passar da primeira etapa o Brasilis foi tentando se soltar e em algumas ocasiões, especialmente em cruzamentos e jogadas articuladas pelo meia Pedro Henrique, levou certo perigo ao gol de Luciano. Essa atitude mais ousada dos locais permitiu que o ataque visitante também pudesse mostrar seu futebol, e em um desses contra-ataque saiu a melhor chance do primeiro tempo, mas como a mesma não foi aproveitada, fomos para o intervalo sem abertura do placar.


Cabeçada que levou perigo a meta tricolor ainda no primeiro tempo. Foto: Victor Minhoto.

A segunda etapa começou da mesma forma que a primeira, com o Brasilis controlando mais as ações, mas com poucas chances de gol criadas, muito em razão da boa atuação da zaga tricolor comandada por Zé Hilton. Dessa forma parecia que o jogo se encaminharia para o final sem amiores emoções. Entretanto, o técnico Lelo (ex-Linense) da Santacruzense fez modificações que deixaram sua equipe mais na defensiva, com a clara intenção de segurar o empate.


Lance em que a zaga da Santacruzense impediu em cima da linha o gol do Brasilis. Foto: Victor Minhoto.

A partir deste instante o quadro visitante chamou para seu campo o Brasilis, que aí sim começou a criar mais chances perigosas. Em duas ocasiões o ataque mandante chegou na cara do gol adversário, mas o bom arqueiro Luciano (ex-São Caetano) fez excelentes defesas. Quando não era o goleiro, ou a bola ia para fora ou outro jogador tricolor salvava a pátria, como no último lance da partida, em que após um cruzamente a bola passou sobre Luciano e foi tocada em direção ao gol, mas o centroavante Neto Mineiro impediu o gol da equipe verde em cima da linha fatal.

Com isso o placar ficou mesmo em Brasilis 0x0 Santacruzense, sendo que a decisão dos dois classificados deste grupo ficou mesmo para a última rodada. No próximo domingo a líder com 10 pontos Santacruzense pega o terceiro colocado Primavera, que tem 7 pontos. Já o vice-líder Brasilis, com 8, viaja para enfrentar o já eliminado Américo, que tem 3 pontos.

Até a próxima,

Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário