Procure no JP

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Vitória do Nacional pela Copinha

Saudações doentias!

Após uma rodada dupla pela manhã, e uma odisséia carro-metrô-táxi, chegamos ao fantástico Estádio Nicolau Alayon para mais uma rodada dupla no dia pela 39ª Copa São Paulo. Tudo para acompanhar primeiro o jogo entre Nacional e Barra do Garças, de Mato Grosso. Junto com o Fernando, chegamos por lá e vimos que o público seria gigante, graças ao jogo de fundo, então fomos descolar alguns lugares na parte coberta do Naça.

Como dessa vez não temos as fotos oficiais da partida, já ficamos direto acomodados nas numeradas. De lá vimos um começo avassalador do Barra do Garças, que logo aos 20 segundos de jogo abriu o placar, aproveitando uma bobeada geral da zaga nacionalina e fazendo o primeiro para os visitantes.


Ataque do Nacional logo após o primeiro gol dos visitantes. Foto: Fernando Martinez.


Confusão na área do Barra do Garças em mais uma chance dos anfitriões. Foto: Fernando Martinez.

Assim, o Nacional teve que partir com tudo para tentar virar o jogo, já que num torneio curto qualquer tropeço pode significar uma eliminação precoce. E a tônica do primeiro tempo foi um domínio sem objetividade do Nacional, que ainda por cima teve um jogador expulso por jogada violenta. Assim, o primeiro tempo terminou mesmo com a vantagem parcial mínima para o time do estado do Mato Grosso. E como de costume no Naça, o intervalo foi à base de muito sorvete e papo-furado.


Mais uma chance perdida pelo Nacional no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Jogador do Naça levitando durante o segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Na volta do segundo tempo, o Nacional começou no mesmo esquema, até que aos 11 minutos finalmente empatou a partida. Depois de escanteio pela direita, o zagueiro do time matogrossense cabeceou sozinho para as próprias redes. Depois do gol o nacional partiu de vez pra cima dos visitantes, buscando o empate. E então aos 27 minutos aconteceu a virada tão esperada. Depois de cruzamento da esquerda, o goleiro tocou na bola e a mesma sobrou livre para o jogador dos anfitriões virar o placar.


Detalhe do primeiro gol do Nacional no jogo. Foto: Fernando Martinez.


Zaga do Naça protegendo a bola. Foto: Fernando Martinez.

Após o desempate, o Nacional recuou, possibilitando uma pressão do Barra do Garças, que atingiu seu auge aos 44 minutos, com um chute que explodiu no travessão, com o goleiro do Nacional nem se movendo. Mas mesmo com o susto, a vitória foi dos mandantes: Nacional 2-1 Barra do Garças.

O Nacional começa a Copinha com o pé direito, e se ganhar do AC no meio da semana fica a um passo da classificação. E depois desse jogo, um tomado Nicolau Alayon viu a segunda parida do dia, mas o Fernando é quem conta essa história.

Abraços

David

Nenhum comentário:

Postar um comentário