Procure no JP

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Massacre colorado na Copinha

Fala pessoal!

Depois da rodada dupla de sábado em Hortolândia, comecei a me preparar para uma rodada quádrupla no domingo. Fazia tempo que não encarava quatro jogos em um só dia, então a preparação foi forte: dormir cedo e descansar bastante para aguentar as mais de seis horas de futebol dominical. E a rodada começou pertinho, em Guarulhos. O Emerson já contou a história do primeiro jogo e agora conto o que rolou no jogo entre Internacional de Porto Alegre e o Marília.

Só eu, o Emerson e o David aguentamos ver o jogo inteiro, diferente do resto do pessoal do JP, que se mandou no final do primeiro jogo e no intervalo do segundo. E mais uma vez com a simpatia dos fiscais presentes, conseguimos as fotos, dessa vez EXCLUSIVAS, dos times e do trio:


SC Internacional (Sub 20) - Porto Alegre/RS. Foto: Fernando Martinez.


Marília AC (Sub 20) - Marília/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da partida. Foto: Fernando Martinez.

O jogo reuniu dois times que já foram campeões da Copinha (o Inter em 74, 78, 80 e 98 e o Marília em 79) e o Inter sempre entra como favorito, pela sua história e tradição em categorias de base. E o time ainda foi vice-campeão do último brasileiro sub-20, perdendo para o Cruzeiro na final. Mesmo assim, agente não esperava ver o que rolou em Guarulhos.

Desde o primeiro minuto a vantagem do time gaúcho foi incrível eo time não deixou o Marília ver a cor da bola durante os 90 minutos. Logo aos 4 minutos, o colorado abriu o placar depois de bola escorada na linha de fundo que encontrou o camisa 10 Tales livre para marcar. Aos 14 o time amplicou o placar com Bregalda subindo sozinho numa cobrança de escanteio e marcando de cabeça. E aos 19 veio o terceiro gol com o atacante Válter marcando depois de jogada individual.


Jogadores atentos para cobrança de falta pela esquerda e bola na área. Foto: Fernando Martinez.

Em 19 minutos o time vermelho impôs seu futebol e massacrou o Marília. Mas depois dessa avalanche colorada, o time passou a segurar o jogo, já que a vitória estava 99% assegurada. Mesmo assim, o time ainda marcou mais um no primeiro tempo. E o gol aconteceu aos 40 minutos, com o jogador Éder fazendo uma pintura de gol e completando para as redes depois de dois dribles incríveis dentro na área. Intervalo de jogo com a vitória colorada parcial de 4 a 0.


Escanteio para o Inter no fácil jogo contra o Marília. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo, como é de praxe na Copinha, fomos nos refrescar já que o bafo em Guarulhos estava chato. Pelo menos na sombra tinha um ventinho salvador, senão a coisa estaria pior. E reabastecidos, fomos buscar lugar para o segundo tempo.

Nesse segundo tempo a lua abriu e o calor ficou mais intenso. Mesmo assim o Inter não voltou para "administrar o placar" e partiu logo pra cima do MAC de novo. Aos 4 minutos então fez o quinto gol através de uma boa troca de passes de seu ataque que resultou no gol do camisa 7 Vagner.


Comemoração do quinto gol do Inter contra o Marília. Foto: Fernando Martinez.

Aos 10 minutos então veio a chance do sexto gol em cobrança de pênalti. Na cobrança, e fazendo as vezes de Rogério Ceni, o goleiro Agenor cobrou com estilo e fez mais um. Estava fácil, e parecida que ainda viria mais.


O goleiro do Inter, Agenor, fazendo o sexto gol do colorado. Foto: Fernando Martinez.

Aos 24 minutos o Inter marcou o sétimo, com o jogador Tales. Depois desse gol o time realmente tirou mais uma vez o pé do acelerador e segurou o jogo. Mesmo assim quase marcou mais, mostrando uma superioridade absoluta na partida.


Goleiro do MAC tenta impedir mais um gol no massacre do Inter. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Internacional/RS 7-0 Marília. O time gaúcho mostra que é o grande favorito do grupo e também deixa claro que é um dos grandes favoritos ao título. Agora é aguardar as outras rodadas do grupo para vermos se o time mostra mais ótimas atuações.

Depois desse jogo eu e o David seguimos para a rodada da tarde, mas isso é história para os próximos posts. Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário