Procure no JP

segunda-feira, 13 de junho de 2005

Rodada dupla São Bernardo do Campo/São José dos Campos

Olá,

O último final de semana foi fora do comum para mim, pois os dois jogos que eu assisti tinham significados especiais, os quais detalharei abaixo. No sábado, estive na cidade de São Bernardo do Campo, no Estádio Primeiro de Maio e assisti ao jogo Palestra 4-1 Osasco FC pela Segunda Divisão. No domingo, fui a São José dos Campos, no Estádio Martins Pereira e presenciei o jogo São José 0-3 XV Jaú válido pela Série A3.

O jogo no ABC foi especial para mim, pois foi a primeira vez que vi em campo o time do PSB. Houve uma coincidência em relação à presença de componentes do nosso Clube, uma vez que esteve por lá também o Jurandyr. Apesar do pequeno público, não nos encontramos e eu só soube da presença dele quando vi o post do jogo feito por ele.

Com relação à minha visão do jogo, diria que foi bom, com vários lances de gols e com boas defesas dos dois goleiros. Quem olhar apenas o resultado (4 a 1) poderá achar que foi fácil para o PSB e não foi, pois o Osasco jogou bem e deu trabalho ao goleiro local.

Na etapa inicial o jogo foi equilibrado até os 11 minutos, quando o PSB abriu o marcador através do zagueiro Rancharia, de cabeça, aproveitando cobrança de escanteio pelo lado direito. Tivemos ainda no primeiro tempo a jogada mais bonita do jogo, realizada pelo volante Rodrigo do Osasco. Ele recebeu a bola na intermediária do ataque e avançou em direção ao gol, controlando a mesma com a cabeça sem deixá-la cair no chão, passando em velocidade por três adversários e na altura da marca do pênalti soltou a bomba, mas o ótimo goleiro Carlos conseguiu defender. Teria sido um golaço.


Primeiro gol do PSB marcado por Rancharia de cabeça. Foto: Orlando Lacanna.

Na etapa final o jogo ficou melhor, com o Osasco forçando mais o ataque e o PSB saindo só na boa em contra-ataques iniciados pela esquerda e puxados por Marquinhos que entrou no início do segundo tempo. Com essa jogada o PSB conseguiu marcar dois gols em três minutos. O Osasco sentiu o baque, mas mesmo assim conseguiu o seu gol, porém em seguida entregou os pontos ao sofrer o quarto gol em chute de Da Silva, desferido quase do meio de campo após receber "um passe" do adversário e observar o goleiro fora do gol.


Da Silva marca o segundo gol do PSB aproveitando o rebote do goleiro. Foto: Orlando Lacanna.


Novamente Da Silva marcando o terceiro gol do PSB. Foto: Orlando Lacanna.

Vitória justa do PSB, mas achei o placar um pouco dilatado pelo que as duas equipes realizaram. Destaque pra Da Silva (autor de três gols), Marquinhos e Carlos (goleiro) todos do PSB e para Rodrigo do Osasco.

No domingo segui para o Vale do Paraíba para ver o XV de Jaú tentar conseguir o acesso à Série A2. Esse jogo foi muito especial para mim, pois ao assistir o XV em campo, consegui ver todos os 19 participantes da Série A3. Do mesmo modo que eu já havia completado todos os da Série A2 (20). Agora só falta completar os 39 times da Segunda Divisão. Até o momento vi 27 e vou perseguir os 12 restantes.

O primeiro tempo quase não apresentou emoção e o XV só saiu vencendo por 1 a 0 em razão do pênalti dado pelo time do São José numa pixotada entre o goleiro Edson e o zagueiro Beltrame. Um deixou para o outro e no vacilo o avante quinzista dominou a bola e foi derrubado pelo goleiro. O pênalti foi convertido aos 24 minutos por Shizo. Nessa etapa nada de mais importante aconteceu a não ser a expulsão do ponta-direita Luis Carlos, do São José, por reclamação.


Penalidade convertida por Shizo, no primeiro gol do XV. Foto: Orlando Lacanna.

O segundo tempo foi bem chatinho, apesar dos dois gols marcados pelo XV. O São José com um homem a menos não conseguia atacar. O XV demonstrava estar satisfeito e só tocava a bola e saia em poucos contra-ataques, sem muita velocidade e mesmo assim marcou mais dois gols sem fazer muita força, através de Dudu e Cléber.

Final de jogo e não houve definição quanto ao acesso à Série A2 que será decidido no próximo domingo com uma "briga de galos" entre o Galo da Comarca (XV) e o Galo Azul (Rio Claro).

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário