Procure no JP

quarta-feira, 22 de junho de 2005

Brasileiro Série B: Portuguesa 2-0 Criciúma

Fala povo!

Já agradecendo o grande número de visitas que tivemos nos últimos dias, graças ao apoio de amigos que nem sonhávamos em ter, posto aqui um registro bem rapidinho sobre o jogo que fomos (eu, o Mílton e o Jurandyr) ontem: Portuguesa e Criciúma no Canindé.

Ontem em São Paulo foi o dia mais frio do ano, e dava para perceber claramente isso. Como estava chovendo, a diretoria lusa abriu a parte coberta do canindé. Legal, o único problema dali é que é aquele lugar aonde o vento faz a curva, deixando todo mundo congelado. Todo mundo, menos o Jurandyr, que como sempre, reclamou do calor (!!!) que estava lá, e dizendo como sempre: "Nunca mais fez frio em São Paulo", "Aqui não faz frio há mais de 20 anos!". Resumindo, o Jurandyr (do contra) de sempre.

O público foi um dos piores do ano. Tudo por causa dos últimos jogos da Lusa, e da queda de produção do time na Série B do Brasileiro. Mesmo assim, a Portuguesa começou melhor do que o time de Santa Catarina, e logo aos 13 minutos, fez 1 a 0 em cobrança de pênalti.

Depois foi um festival de gols perdidos por parte da Lusa, e o Criciúma só se defendendo. E eles conseguiram uma proeza: não deram um único chute ao gol decente no primeiro tempo. O time está se esforçando mesmo para jogar a Série C em 2006.


Falta para a Portuguesa no segundo tempo. A bola passou raspando na trave, e a galera na numerada chegou a gritar gol. Foto: Fernando Martinez.

No segundo tempo, o jogo não teve muita alteração: a Portuguesa com a maior posse de bola, e o Criciúma só se defendendo. Deixo aqui uma nota para a arbitragem do jogo de ontem: Zero! O árbitro e seu auxiliar número 1 foram péssimos. Invertendo faltas e dando impedimentos absurdos do ataque lusitano.

O Criciúma ainda teve uma única bela chance de empatar numa cobrança de falta que bateu no travessão. A história do jogo poderia ter sido outra se a bola tivesse entrado... Depois, num dos poucos lances que o bandeira e o juiz não atrapalharam, o grande jogador Celsinho marcou, numa belíssima jogada individual, o segundo gol da Portuguesa e selou a vitória: 2 a 0. Terceiro lugar da Série B assegurado, pelo menos, até sexta-feira.


Ataque lusitano na segunda etapa. Foto: Fernando Martinez. [140209]

O jogo valeu para colocar a conversa em dia, e discutirmos assuntos importantes para o Clube dos Doentes: Módulo II Mineiro, Terceira Divisão Carioca, o Imperador Palpatine (aê Jurandyr!) visitando São Paulo e até um futuro Estatuto para a Lista do Clube. Óbvio que, com isso, conseguimos expulsar alguns torcedores que estavam perto de nós (como sempre).

É isso, agora futebol só no final de semana, com dois dos Especiais do Ano: Finais da A2 e A3 no mesmo dia em SP. Momento histórico que será devidamente registrado e fotografado pelo povo aqui do JOGOS PERDIDOS! Nos aguardem!

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário