Procure no JP

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Palmeiras goleia do Inter e chega na final do Brasileiro Feminino

Texto e fotos: Fernando Martinez


Após alguns dias levando as coisas numa relax, numa tranquila e numa boa, no domingo pintou uma rodada dupla bem legal. Comecei os trabalhos com a minha provável despedida do Campeonato Brasileiro Feminino em 2021. Direto do Allianz Parque, o Palmeiras recebeu o Internacional precisando de um simples empate para chegar na final.

No Beira Rio o onze paulista confirmou o favoritismo e venceu pela contagem mínima. Nada de novo levando em conta a diferença entre as campanhas. Com o triunfo no Sul, o alviverde chegou a 43 pontos conquistados no nacional contra apenas 30 do colorado. Sim, o Inter surpreendeu nas quartas e eliminou o também favorito São Paulo jogando no Morumbi, mas sinceramente eu duvidava que o raio cairia no mesmo lugar.

Agora, vale sempre comentar: "incrivelmente" o que tinha de papagaio de pirata no Allianz Parque não foi brincadeira. Aquela rapaziada que aparece apenas no filé mignon do futebol feminino e nem chega perto de um Nacional x Pinda no Paulistão. Assim fica fácil demais. Por essas e por outras que eu aposto um doce que não serei credenciado na decisão. Se não conseguir na ida, desencanarei da volta. Acontece.




Aquela carona de lei captando as imagens oficiais antes de Palmeiras x Internacional

Disputando um espaço na tribuna da cancha paulistana a tapa com gente que sabe o mínimo da categoria, fiquei próximo do amigo Edson de Lima, o maior incentivador do futebol feminino. A manhã estava quente e vimos uma peleja que não teve muitas surpresas. O Inter buscou aquela pressão marota logo cedo, porém tomou o gol na primeira investida palmeirense. Chu, ídola máxima do amigo Raul Dias, o maior anfitrião de Brasília, recebeu passe de Julia Bianchi e tocou na saída de Vivi.

As gaúchas sentiram o golpe e tiveram apenas um grande momento. Decorridos 32 minutos, Djeni bateu falta, a bola desviou no meio do caminho e Jully fez defesa brilhante. No intervalo, o 2x0 agregado a favor do Palmeiras era suficiente para a classificação. Sem alternativas, o Inter precisava mostrar serviço nos 45 minutos finais.

As meninas retornaram ao gramado sintético mais ligadas na marcação e aos 13 Mileninha recebeu grande passe em profundidade e deixou tudo igual. O pessoal na tribuna se ajeitou na cadeira pois a expectativa era que a partir daí a partida ficasse animadíssima. A empolgação durou três minutos. Sorriso fez dura falta aos 16 e levou o cartão vermelho direto. Com uma a menos, a missão colorada ficou impossível.

As locais se aproveitaram do fato de estarem em vantagem numérica e não deram absolutamente nenhum espaço ao escrete visitante. Ficou fácil para a goleada sair. Maria Alves, Chu e Katrine (de pênalti), respectivamente aos 23, 30 e 37 minutos liquidaram a fatura sem dificuldade e colocaram pela primeira vez o alviverde na decisão do Brasileiro Feminino.







O Internacional tentou reverter a vantagem palmeirense obtida no jogo da volta, mas as donas da casa foram melhores


Milena deixando tudo igual aos 13 do segundo tempo


De pênalti, Katrine fez o quarto gol e colocou a equipe alviverde na final

O Palmeiras 4-1 Internacional faz com que as paulistas tenham a segunda melhor campanha do torneio até aqui. A melhor, como vem acontecendo nos últimos anos, é do Corinthians, adversário da decisão que vai em busca do terceiro título. As finais ainda terão as datas definidas: a ida será no Allianz e a volta certamente na Neo Química Atena.

Saí do estádio e infelizmente não tive como seguir com meu plano original de coberturas. Tinha três opções, mas os planos A e B começavam às 15 horas e não daria tempo de chegar. Apelei ao Plano C, um duelo do Brasileiro sub-20 no Morumbi. Acabou que perdi um monte de gols. Em breve falarei a respeito.

Até lá!

_____________

Ficha Técnica: Palmeiras 4x1 Internacional

Local: Allianz Parque (São Paulo); Árbitro: Charly Wendy Deretti/SC; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Carol Baiana, Shashá; Cartão vermelho: Sorriso 16 do 2º; Gols: Chú 6 do 1º, Milena 13, Maria Alves 23, Chú 30 e Katrine (pênalti) 37 do 2º.
Palmeiras: Jully; Calderan, Agustina, Thaís, Camilinha (Rafa Andrade) e Katrine; Carol Baiana, Julia Bianchi (Tainara) e Duda Santos (Dandara); Chú (Ottilia) e Maria Alves. Técnico: Ricardo Belli.
Internacional: Vivi; Leidi, Bruna Benites, Sorriso e Ari (Thessa); Mariana Pires (Milena), Isa Haas, Ximena (Fabi Simões) e Djeni; Wendy (Maranhão) e Shashá (Duda Flores). Técnico: Maurício Salgado.
._________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário