Procure no JP

sábado, 11 de setembro de 2021

Fácil triunfo corintiano contra a Portuguesa pelo sub-20

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na última quinta-feira iniciei uma série três dias com quatro jogos seguidos no Estádio Alfredo Schurig. Abri os trabalhos com um genial clássico entre Corinthians e Portuguesa abrindo o segundo turno do Grupo 6 do Campeonato Paulista sub-20. Duelo de um time que ainda não perdeu e outro que não venceu no torneio.

O alvinegro começou mal a temporada e aos poucos foi melhorando a performance. No Brasileiro da categoria ainda luta por uma improvável, porém possível vaga na segunda fase e no estadual vem fazendo uma campanha segura e sem sustos. Já a Portuguesa vem decepcionando com apenas dois empates e três derrotas em cinco rodadas e a última posição na chave. Na Fazendinha, o escrete mosqueteiro era totalmente favorito.

Esse foi o segundo Corinthians x Portuguesa que acompanhei na história pelo sub-20 no histórico Parque São Jorge. O detalhe é que eu não tenho absolutamente nenhuma lembrança do primeiro, um 2x1 a favor dos rubro-verdes em 23 de outubro de 2002. Aliás, o período do meio de 2001 até maio de 2003 é um limbo na minha lista. São cerca de 250 partidas vistas e não me lembro de boa parte delas. Ainda bem que tenho tudo anotado, pois fazer isso hoje seria impossível.




De carona, Corinthians, Portuguesa, capitães e o quarteto de arbitragem


Times perfilados no histórico gramado do Parque São Jorge

Voltando a 2021, o jogo foi fraquíssimo. Para terem uma ideia, o melhor momento da etapa inicial foi a chegada da chuva aos 40 minutos. Dentro das quatro linhas, uma única chance corintiana aos 31 com Guilherme Biro. No resto do tempo só toques laterais e pouca objetividade. A Lusa teve duas oportunidades pelo alto aos 17 e aos 23. Enquanto os atletas zanzavam pelo gramado, nas tribunas os "protocolos de segurança" eram coisa do passado, pois mais da metade dos presentes estava sem máscara. Uma beleza.

Na segunda etapa o alvinegro acordou por quinze minutos, o suficiente para conquistar novo triunfo. Logo aos dois, o goleiro lusitano fez grande defesa em cabeçada de Arthur Souza após ataque pela esquerda. Aos seis Anderson lançou o mesmo Arthur Souza e ele tocou na saída do camisa 1. Aos 13, Anderson serviu de novo e Ryan ampliou. E foi só. Com o 2x0, nada mais aconteceu.




Três lances do fraco primeiro tempo na Fazendinha


Arthur Sousa abriu o marcador aos seis do segundo tempo




Foram poucas as emoções na etapa final, mas pelo menos o zero saiu do marcador

O Corinthians 2-0 Portuguesa manteve o mosqueteiro na liderança e os rubro-verdes na lanterna da chave. Foi a sexta vitória seguida do elenco comandado por Diogo Siston. Pena que ele não chegou antes, pois certamente teriam maior chance de classificação no Brasileiro. De qualquer forma, há a certeza que o trabalho está no caminho.

Retornei ao Parque na sexta-feira quebrando uma promessa: tinha dito que não assistiria mais o Brasileiro de Aspirantes mas resolvi dar uma colher de chá, a última. Acabou que vi uma partida muito boa.

Até lá!

_____________

Ficha Técnica: Corinthians 2x0 Portuguesa

Local: Estádio Estádio Alfredo Schurig (São Paulo); Árbitro: Alef Feliciano Pereira; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Cauan, Lucas Nunes; Cartão vermelho: Renan 25 do 2º; Gols: Arthur Sousa 6 e Ryan Gustavo 13 do 2º.
Corinthians: Kauê; Léo Maná (Wendell), Tchoca (Alan Ferreira), Murillo e Léo Santos; Cauan (João Vítor), Vítor Silva e Ryan Gustavo (Juan David); Arthur Sousa (Carlos Henrique), Guilherme Biro (Anderson) e Gustavo. Técnico: Diogo Siston.
Portuguesa: Felipe; Deivid, Renan, Carlão e Cristhian; Hudson, Rickson, Gabriel (Lucas Nunes) e Gustavo (Loretti); Luan Barros (Nikão) e Danilo (Misael). Técnico: Fábio Tonelli.
._________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário