Procure no JP

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Palmeiras toma susto mas vence o Botafogo do Rio no sub-20

Texto e fotos: Fernando Martinez


Se na Série B o Botafogo está rateando e o futuro parece não ser o melhor, no Campeonato Brasileiro sub-20 a situação é diferente. Com seis rodadas disputadas o time carioca estava em quarto lugar antes da sétima rodada e chegou no Allianz Parque com o intuito de fazer um jogo igual contra o Palmeiras, quinto colocado. Mesmo caindo de sono por conta das madrugadas olímpicas, emplaquei nova cobertura.

Ano passado os dois também se enfrentaram na casa alviverde na última rodada da primeira fase. O alvinegro jogava pelo empate e o escrete paulistano precisava vencer. Foi uma peleja sofrida e, com um gol no fim, o Palmeiras se garantiu nas quartas quando foi enfim eliminado pelo Atlético Mineiro. O Bota queria em 2021 melhor sorte atuando na capital bandeirante.


De novo os fotógrafos em campo não fizeram as fotos posadas, situação comum na pandemia, e a gente fica só com a imagem do quarteto de arbitragem com os capitães

Como desisti de acompanhar os jogos no Allianz no nível do gramado, cheguei a logo fui para as cabines e dali fiquei de boa. Acabou que a expectativa se confirmou e foi uma bela partida. Logo aos cinco minutos a estrela de Gabriel Silva, o maior destaque do sub-20 palmeirense, brilhou e os donos da casa marcaram pela primeira vez. Aos doze, em vacilo enorme do goleiro botafoguense, Jonathan roubou a bola e ampliou: 2x0.

Parecia que o Bota estava entregue, só que aos 15 diminuiu com Vitinho. Três gols em quinze minutos, nada mal. Aos 20 e 21 o alvinegro atacou duas vezes com perigo e por pouco o empate não saiu. Aos 28, em grande troca de passes do setor ofensivo local, Jhonatan finalizou por cobertura e quase encobriu o goleiro Lucas Barreto. Foi assim que os primeiros 45 minutos terminaram.






O primeiro tempo de Palmeiras x Botafogo do Rio foi bastante movimentado e com boas chances de gol

Na etapa final o Bota se lançou ao ataque e durante metade do tempo foi melhor do que o adversário. Aos 28 Raí teve a chance de deixar tudo igual em cobrança de pênalti e não desperdiçou. Wesley Carvalho fez algumas alterações buscando aquele golpe de sorte em busca do terceiro gol mandante. Aos 37 ele saiu, porém foi anulado pela arbitragem. Só que aos 39 não teve jeito e Henri, que tinha entrado quatro minutos antes, escorou cruzamento da direita e decretou o triunfo paulista.


Ataque visitante pela esquerda no segundo tempo


Raí deixando tudo igual em 2x2 em cobrança de pênalti


Após sofrer o segundo gol, o alviverde se mandou ao ataque tentando ficar de novo em vantagem


Lance o terceiro tento paulista em cabeçada certeira de Henri


Gabriel Silva, o maior destaque palmeirense, em chance imensa para marcar o quarto tento local

O Palmeiras 3-2 Botafogo/RJ colocou o onze paulista na terceira posição com 16 pontos ganhos, três atrás do líder São Paulo e empatados com o vice-líder Grêmio. O Bota está em sexto e segue forte na busca das quartas. Além dele, mais três clubes estão com 13 pontos: Vasco da Gama, Athletico/PR e Flamengo. Faltam doze rodadas até a definição dos oito classificados.

O nacional sub-20 volta as páginas do JP na terça-feira com jogo da oitava rodada. Tem nova visita ao Parque São Jorge para ver a fraca campanha corintiana de perto.

Até lá!

_____________

Ficha Técnica: Palmeiras 3x2 Botafogo/RJ

Local: Allianz Parque (São Paulo); Árbitro: Pietro Dimitrof Stefanelli/SP; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Marino, Fabinho, Naves, Guilherme Liberato, Reydson; Gols: Gabriel Silva 5, Jhonatan 12 e Vitinho 15 do 1º, Raí (pênalti) 28 e Henri 39 do 2º.
Palmeiras: Mateus; Garcia, Naves (Henri), Michel e Vanderlan (Vitor Hugo); Fabinho (Yago Santos), Vitinho e Jhonatan (Pedro Acácio); Gabriel Silva, Newton (Kevin) e Marino (Ruan Santos). Técnico: Wesley Carvalho.
Botafogo/RJ: Lucas Barreto; Vitor Marinho, Henrique Luro, Pedro Lucas e Reydson (Juan); Wendel Lessa, Guilherme Liberato (Rikelmi) e Raí (Marquinhos); Kauê, Gabriel Henrique (Gabriel Conceição) e Vitinho. Técnico: Ricardo Resende.
._________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário