Procure no JP

terça-feira, 24 de novembro de 2020

John Kennedy faz três e Flu goleia o sub-20 palmeirense em São Paulo

Texto e fotos: Fernando Martinez


Fechando a rodada dupla do domingo, iniciei o que possivelmente será uma sequência de três coberturas seguidas da base do Palmeiras no Allianz Parque. A primeira delas pela 12ª rodada da fase inicial Campeonato Brasileiro sub-20 contra o bom time do Fluminense. Confronto direto entre o terceiro e quarto colocados na tábua de classificação, lembrando que os oito primeiros estarão nas quartas de final.

Esse foi o 10º jogo do sub-20 da equipe da Zona Oeste em 22 dias de novembro, uma maratona insana em três torneios. Além do nacional, tem a Copa do Brasil e o estadual também. Para terem uma ideia, na semana o elenco atuou na segunda, quinta, sexta e no domingo. Existe a alternância de atletas, mas é fato que uma hora a coisa estoura e o rendimento cai.


Palmeiras e Fluminense homenageando o ex-técnico da seleção sub-17 e sub-20 Carlos Amadeu, falecido no dia 15

O que se viu no gramado sintético do Allianz foi um Palmeiras cansado e sofrendo mais do que está acostumado a sofrer. O descansado escrete carioca, atuando com John Kennedy, não o famoso presidente dos Estados Unidos e sim a joia da base tricolor, foi muito superior e mesmo tendo sofrido um pequeno susto no começo da segunda etapa, não teve dificuldade em conquistar os três pontos.

O primeiro tempo foi todo dos visitantes. Aos 10 Gabriel Teixeira foi lançado, entrou na área, driblou o goleiro e abriu o marcador. Aos 42 um dos zagueiros locais meteu a mão na bola dentro da área e a árbitra marcou pênalti. John Kennedy, o grande democrata, cobrou com perfeição e ampliou. O 2x0 contra, apesar da equipe paulista não ter tido uma atuação tão terrível, foi merecido.





Confesso que não esperava muito, mas o Palmeiras x Fluminense foi acima da média em gols e emoção


John Kennedy, não o ex-presidente dos Estados Unidos, fez seu primeiro gol na noite de pênalti aos 42 do primeiro tempo

Confesso que não esperava uma reação na etapa final. Eis que ela aconteceu e com dez minutos pintou a igualdade. Antes do relógio completar a primeira volta do ponteiro Cipriano, zagueiro tricolor, cometeu pênalti em novo tapa na pelota dentro da sua área. Ramon César bateu no canto direito e fez o dele. Aos 11, ele mesmo cobrou falta da intermediária. O chute nem foi tão forte, o problema é que Pedro Rangel meteu um golpe de vista bem meia-boca e não pulou para tentar a defesa.

O 2x2 não desanimou o Flu e logo o clube do Rio voltou a dominar as ações. Aos 22 Gabriel Teixeira chutou da entrada da área e tirou tinta da trave. No lance seguinte, os visitantes conseguiram emplacar um ótimo contra-ataque que terminou com o segundo tento de John Kennedy. Em nova desvantagem, o alviverde não foi capaz de voltar a deixar tudo igual e nos acréscimos ainda sofreu outro gol de John Kennedy, o artilheiro da noite.


Aos dois do tempo final, Ramon César diminuiu para o verde


Ataque carioca pela direita



Pedro Rangel, goleiro do Flu, apenas olha a bola entrar no seu gol. Era o empate palmeirense de novo com gol de Ramon César


Não deu nem muito tempo para o Palmeiras comemorar, já que John Kennedy, sempre ele, colocou o Flu novamente na frente do placar aos 22 do tempo final

Fim de jogo: Palmeiras 2-4 Fluminense. Com o triunfo a agremiação das Laranjeiras agora é a segunda colocada do certame com 25 pontos, três atrás do líder Corinthians. Os palmeirenses caíram para o sexto lugar. Faltam agora seis rodadas até a definição dos classificados. A próxima jornada será realizada no meio da semana e teremos nova peleja na cancha paulistana.

Menos de 24 horas retornei ao campo da Zona Oeste pois a pauta livre do JP apontava um encontro decisivo na Copa do Brasil sub-17.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: Palmeiras 2-4 Fluminense

Local: Allianz Parque (São Paulo); Árbitro: Fernanda Ignácio de Souza/SP; Público e renda: Portões fechados; Cartões amarelos: Eduardo Oliveira; Gols: Gabriel Teixeira 9 e John Kennedy (pênalti) 42 do 1º, Ramon César (pênalti) 2, 11, John Kennedy 22 e 48 do 2º.
Palmeiras: Lucas Bergantin; Ramon Rocha, Jonathan (Gabriel Góes), Gabriel Vareta (Serafim) e Robson; Ramon César, Erick Plúas (Talisca), Caio Cunha e Valdenilson (Victor Michell); Luan (João Pedro) e Robinho (Thiago). Técnico: Wesley Carvalho.
Fluminense: Pedro Rangel; Davi, Marcos Pedro, Cipriano e Felipe; Edinho, Wallace, Gabriel Teixeira (Emanoel) e John Kennedy; Miguel Souza e Yago (Cauã Santos). Técnico: Eduardo Oliveira.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário