Procure no JP

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Pelo Paulista sub-17, Juventus arranca empate contra a Lusa nos acréscimos

Fala, pessoal!

Após o empate no primeiro jogo do dia no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari, agora era a vez da peleja válida pelo Campeonato Paulista sub-17 animar a boa torcida presente no templo grená. Novamente Juventus e Portuguesa entraram em campo em duelo válido pelo Grupo 7 da competição.

E mais uma vez lá estava eu dentro do campo de jogo para as tradicionais fotos oficiais dos times e do simpático trio de arbitragem.


CA Juventus (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


A Portuguesa de D (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitão juventino e rubro-verde e o trio de arbitragem da partida. Foto: Fernando Martinez.

A situação da Portuguesa no sub-17 é parecida com sua situação no sub-15, pois a equipe estava na vice-liderança da chave antes do início da 9ªrodada e virtualmente classificada. Já a posição do Moleque Travesso é um pouco melhor, pois está disputando uma vaga na Segunda Fase, mesmo estando um pouco atrás do terceiro colocado.

Novamente fui conferir a partida nas cabines de imprensa da Javari junto com o "jovem mancebo" Alfredo. Mas nesse jogo não houve muito equilíbrio, já que a Portuguesa jogou melhor do que o onze mooquense. Logo aos 11 minutos o jogador Robinho entrou sozinho na área, escolheu o canto e deixou o rubro-verde com vantagem.


Ataque juventino no início da partida. Foto: Fernando Martinez.


Atleta grená desfilando pelo histórico gramado juventino. Foto: Fernando Martinez.

Durante o decorrer da primeira etapa o Juventus não conseguiu criar boas jogadas e por muito pouco não viu a Lusa ampliar o marcador. Só que os visitantes também pecavam nas finalizações, perdendo chances preciosas de definirem a partida já no tempo inicial. Com esse panorama, o jogo chegou no seu intervalo com o magro 1x0.


A zaga do Juventus teve trabalho no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

A Portuguesa acertou o pé na volta para a segunda etapa e aos 8 minutos fez o segundo com uma perfeita cobrança de falta. Com 2x0 contra, o Juventus tentava, mas não conseguia armar uma boa jogada e assim parecia que a derrota seria inevitável. Mas usando um termo que nunca foi utilizado antes, o futebol é uma caixinha de surpresas, e os minutos finais foram de festa para os juventinos.


Cobrança de falta para os locais que levou perigo à meta lusitana. Foto: Fernando Martinez.

Na base do abafa, o Moleque Travesso fez o seu primeiro gol aos 37 minutos em cobrança de pênalti precisa do seu camisa 9. E quando todos achavam que o espetáculo já tinha terminado, aos 43 minutos a equipe conquistou a igualdade no marcador. Depois de boa jogada pela direita, a bola foi cruzada para o meio da área, e dali um dos atacantes locais chutou sem defesa para o arqueiro lusitano. Gol típico de video-game e tudo igual na Javari.


Primeiro gol do onze local, aos 37 do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Juventus 2-2 Portuguesa. O Moleque Travesso agora soma 10 pontos e continua na quarta colocação do Grupo 7, cinco atrás do CA Diadema e com cinco jogos faltando para o final da Primeira Fase. A Lusa conta com 17 pontos na tábua de classificação e também só perder a vaga numa catástrofe.

Após o término da peleja o sono estava dominando minhas ações, e com um mal estar terrível tinha desistido de seguir para meu terceiro jogo no dia. Mas um almoço ótimo no centro de São Paulo me reanimou e dali segui para um bom jogo da nossa Segundona.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário