Procure no JP

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Jacareí empata em casa e continua fora do G4 do Grupo 5 da Segundona

Olá,

Depois de uma semana ausente dos estádios acompanhando "jogos perdidos", no último final de semana voltei à ativa, sendo que no sábado retornei ao Vale do Paraíba e viajei até a cidade de Jacareí para acompanhar, no Estádio Stavros Papadoupolos, o duelo entre o Jacareí A.C. contra o S.C. Atibaia, que valeu pela sexta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão

Até o início da rodada, o time da casa havia disputado cinco partidas e conseguido apenas uma vitória e dois empates, sendo derrotado em duas oportunidades, acumulando cinco pontos no seu ativo. Por outro lado, o time visitante venceu três vezes e perdeu dois jogos, totalizando nove pontos. Por jogar em casa, o Jacareí tinha a oportunidade de tentar melhorar a sua performance na competição, visando brigar pela classificação à próxima fase.

Apesar da importância da partida, a presença da torcida local foi muito pequena, pois pagaram ingresso apenas 55 pessoas e, além disso, quase metade era de torcedores do Atibaia que foram prestigiar a sua equipe mesmo atuando fora de casa.

Chegando ao estádio e como sempre acontece quando vou a Jacareí, fui muito bem recepcionado pelas pessoas ligadas ao JAC, em especial pelo Presidente, o Sr. Benedito Pereira de Ávila, que fez de tudo para facilitar o trabalho do JP. Após os cumprimentos iniciais e um bate-papo super interessante sobre os planos da sua equipe, fui para o gramado aguardar a entrada das equipes e dos árbitros para fazer as tradicionais fotos posadas, as quais estão apresentadas abaixo:


Jacareí A.C. - Jacareí/SP. Foto: Orlando Lacanna.


S.C. Atibaia - Atibaia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


O árbitro Paulo Roberto Ferreira, os assistentes Marco Antônio da Silva e Thiago Rodrigues Schulze e o quarto árbitro Maicon Osvaldo da Silva posam junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

Assim que a partida foi iniciada, as equipes já começaram mostrar aquela costumeira briga pela posse da bola com muita vontade, demonstrando mais uma vez as características marcantes de partidas válidas pela Segundona. 


Atletas das duas equipes lutando pela posse da bola. Foto: Orlando Lacanna.

O equilíbrio foi a marca registrada do primeiro tempo, com as equipes se alternando em breves períodos de domínio, porém sem grandes chances para inaugurar o placar. O primeiro bom momento do Atibaia aconteceu aos 14 minutos, através de uma escapada do camisa 11 Rodrigo Calmon, que acabou perdendo o domínio da bola na hora de concluir.


Jogada de ataque do time visitante na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o jogo foi se tornando muito truncado em razão do número excessivo de faltas cometidas pelos dois times. As jogadas de ataque não fluíam, pois eram interrompidas a todo momento com falta e, mesmo assim, o "Jacaré do Vale" construiu a sua melhor chance na primeira etapa na marca dos 33 minutos, quando o volante Bruno pegou mal na bola e perdeu a oportunidade, num lance em que o goleiro Dida do Atibaia já estava vencido.


Chance desperdiçada por Bruno do Jacareí. Foto: Orlando Lacanna.

De uma maneira geral, as duas equipes ficaram devendo uma melhor apresentação na primeira etapa, em especial os dois ataques, pois pouco produziram e dessa maneira o placar não foi mexido até o encerramento dos primeiros quarenta e cinco minutos. Ficava a expectativa de uma segunda etapa com um futebol mais ofensivo.

A partida recomeçou e logo nos primeiros movimentos foi possível notar que as duas equipes haviam voltado com mais ímpeto ofensivo. Nessa toada, o Atibaia chegou com perigo aos 2 minutos através do seu zagueiro Fábio, que acabou cabeceando fraco e permitiu a defesa do goleiro Anderson.


Goleiro Anderson do JAC sendo acionado no início do segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna. 

A resposta do Jacareí veio no minuto seguinte, quando o capitão Edson carimbou o travessão, num arremate desferido da intermediária que assustou o goleiro Dida. Aos 25 minutos, outro bom momento do JAC agora nos pés do meia Thiago Barone. Ele arrematou com vontade, mas o goleiro visitante estava esperto e fez a defesa junto ao poste direito da sua meta. 

O melhor período do Jacareí foi recompensado aos 26 minutos, quando o bom atacante Guel escapou pela esquerda, ganhando na corrida do zagueiro adversário e arrematando rasteiro junto ao poste direito da meta defendida por Dida, marcando o primeiro gol do jogo.


Bola no fundo da meta do Atibaia no gol de Guel do JAC. Foto: Orlando Lacanna.

Em vantagem do placar, o Jacareí assumiu uma postura mais defensiva e com isso chamou o Atibaia para cima, que passou a atacar com insistência, tendo chegado com perigo na marca dos 33 minutos, quando o meia Tony cobrou falta com muito veneno e obrigou o goleiro Anderson a se virar para evitar o empate.

A pressão do "Falcão de Atibaia" foi aumentando até que o gol de empate acabou acontecendo aos 39 minutos anotado por Rodrigo Calmon. O atacante concluiu com sucesso uma jogada iniciada pelo lado esquerdo do ataque atibaiense.


Um dos vários ataques do Atibaia buscando o gol de empate. Foto: Orlando Lacanna. 

Logo após o gol de empate, o Atibaia teve o seu atleta Welinton Mineiro expulso por ter recebido o segundo cartão amarelo e, por conta disso, o Jacareí pressionou nos últimos minutos visando chegar ao gol da vitória. Porém o setor defensivo do time visitante segurou a bronca e a partida foi encerrada com o placar mostrando Jacareí 1 - 1 Atibaia, resultado que manteve o time da casa fora da zona de classificação, deixando-o na 6ª posição com 5 pontos. O ponto ganho pelo time visitante não foi de todo mal, uma vez que permaneceu no G4, agora na 4ª posição com 10 pontos. 

Tão logo o jogo foi encerrado, cheguei rapidamente ao Terminal Rodoviário para embarcar para São Paulo, conduzido pela ambulância que estava no estádio, aproveitando uma carona não muito comum. Mais uma viagem concluída, mas no dia seguinte a jornada iria continuar com nova viagem a uma outra cidade do interior paulista, para mais uma cobertura de uma partida válida pela Segundona, mas isso fica para depois. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário