Procure no JP

terça-feira, 27 de abril de 2010

São Bernardo empata e conquista acesso à Série A1 pela primeira vez

Olá,

No último fim de semana, foi realizada a quinta e penúltima rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Série A2, com a realização de quatro jogos que poderiam definir os times que alcançariam a elite do futebol paulista em 2.011. Como o JP acompanhou a competição desde o início, não poderia faltar no momento decisivo e, por conta disso, estive em dois jogos que definiram dois dos quatro times que estarão na Série A1 do próximo ano. Dessa forma, comecei minha jornada dupla no sábado à tarde, quando me desloquei até a importante cidade de São Bernardo do Campo, indo ao Estádio 1º de Maio, para conferir a partida São Bernardo F.C.L. x Pão de Açúcar E.C..

Ao chegar na cidade, notei uma grande movimentação de pessoas se dirigindo ao estádio, sinalizando que teríamos casa cheia, da mesma forma que já havia acontecido no sábado anterior, no jogo contra o União Barbarense e, não deu outra, pois compareceram ao jogo por volta de 14.300 pessoas, sendo 13.500 pagantes e aproximadamente 800 que não pagaram ingresso. O entusiasmo da torcida local era impressionante e a confiança na conquista do acesso era enorme, pois um simples empate, seria suficiente para garantir a promoção do "Tigre do ABC". Vale registrar que uma entusiasmada torcida do PAEC, composta por mais ou menos 200 pessoas, também se fez presente.


Visão parcial do excelente público e Mascote do São Bernardo representada pelo "Tigre do ABC". Fotos: Orlando Lacanna.

Essa partida era a última oportunidade para o PAEC continuar sonhando com o acesso, pois entrou em campo com 4 pontos, colocado na terceira posição, enquanto o São Bernardo iria começar a partida, na vice-liderança, com 8 pontos. O time paulistano teria que vencer e jogar a sua sorte na última rodada, sendo que um empate ou vitória do time do ABC, liquidaria a fatura a favor do time da casa.

Depois do credenciamento, fui para o gramado para fazer as fotos oficiais, que dessa vez não são exclusivas, uma vez que, outros veículos de comunicação se faziam presentes. As fotos estão apresentadas abaixo:


São Bernardo F.C.L. - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Pão de Açúcar E.C. - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem ao lado dos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

O jogo começou com muita pegada por parte dos dois times, sendo que até o décimo quinto minuto, a tônica foi o equilíbrio, com muita marcação e disposição. Com isso, foram criadas poucas jogadas ofensivas com a bola rolando, prevalecendo os lances de bola parada, como aconteceu na marca dos 5 minutos, numa cobrança de falta perigosa executada por Nenê, que passou por cima do travessão. A resposta do PAEC foi na mesma moeda, aos 14 minutos, quando o meia Juca cobrou um falta pela meia esquerda e o avante Rafael Martins desviou de cabeça, com extremo perigo, assustando a torcida local, que ficou aliviada quando viu a bola sair por cima do travessão.


Atacante do São Bernardo sendo marcado pelo zagueiro do PAEC no interior da área. Foto: Orlando Lacanna.


Cobrança de falta por Juca do PAEC que resultou numa cabeçada perigosa de Rafael Martins. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o São Bernardo passou a ter o domínio territorial e foi criando algumas jogadas de ataque, como aconteceu aos 30, 37 e 42 minutos, em lances que foram concluídos por Raul, Ney Mineiro e pelo zagueiro Melika, sendo que esse último foi o mais perigoso, pois o zagueiro do Tigre pegou de leve na bola que veio de uma cobrança de falta pela direita, desperdiçando a melhor chance. Se a cabeçada fosse frontal, fatalmente o gol teria saído. Dessa forma, o empate em branco perdurou até o término do primeiro tempo, com o São Bernardo tendo percorrido metade do caminho para conseguir o acesso.


Zagueiro Melika quase abrindo o marcador para o São Bernardo no fim da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

O segundo tempo teve início e o ritmo forte permaneceu, com as duas equipes saindo para definir o placar, em especial o PAEC, até porque o empate o tiraria da disputa. O primeiro bom momento do time paulistano, aconteceu aos 10 minutos, através de um arremate perigoso desferido por Rafael Martins, que saiu por cima da meta defendida pelo goleiro Anderson. Aos 17 minutos, o São Bernardo chegou ao seu gol, cuja jogada nasceu de uma roubada de bola através de Luciano Bebê que, na sequência, abriu na esquerda para o avante Ney Mineiro encher o pé e abrir o placar. Festa monstro da torcida que entrou em delírio.


Bola estufando a rede do PAEC, no gol anotado por Ney Mineiro. Foto: Orlando Lacanna.

A torcida nem havia acabado de comemorar o gol do São Bernardo, quando um minuto após, o PAEC chegou ao empate, através de um gol anotado por Juca, aproveitando uma sobra de bola no interior da área, após boa jogada de Paulo Roberto pela direita. Aos 20 minutos, o PAEC quase chegou à virada no placar, através de um arremate de Neto, desferido do interior da pequena área, que acabou subindo muito e, para alívio da torcida da casa, a bola foi por cima do travessão.


Chance desperdiçada por Neto logo após o gol de empate. Foto: Orlando Lacanna.

A partir do vigésimo minuto, o jogo que era bom, ficou melhor ainda, uma vez que as oportunidades começaram a surgir, uma atrás da outra, dando um clima de dramaticidade à partida. Aos 23 minutos, o São Bernardo, por pouco não chegou ao seu segundo gol, numa jogada criada na esquerda, culminando num arremate de Nenê, que saiu por cima da meta defendida pelo goleiro Cairo. Aos 27 minutos, outro ótimo momento do PAEC, agora nos pés de Rafael Martins, que acabou parando numa excelente defesa de Anderson, deixando a torcida do time do supermercado com o grito de gol engasgado.


Outra boa chance desperdiçada pelo PAEC na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

A resposta do São Bernardo foi imediata, pois aos 28 minutos, o ala Bruno Peres cabeceou uma bola que triscou no travessão e acabou saindo, deixando dessa vez, o grito de gol engasgado na garganta do torcedor do Tigre. Sete minutos depois, Ney Mineiro perdeu outra ótima chance para o São Bernardo liquidar a fatura, quando pegou mal, de cabeça, uma bola recebida livre de marcação no interior da área.


Zagueiro do PAEC caído e a bola saindo, após tocar no travessão. Foto: Orlando Lacanna.

O jogo já se encaminhava para o final, quando na marca dos 39 minutos, o atleta Neto do PAEC, recebeu cartão vermelho direto por ter se estranhado com um gandula, junto à lateral. Daí em diante, o São Bernardo procurou segurar mais a bola, fazendo o tempo passar e aguardar o árbitro encerrar a partida, o que não demorou muito para acontecer, com o placar registrando São Bernardo 1 - 1 Pão de Açúcar, que garantiu o acesso do time da Grande São Paulo com uma rodada de antecedência. Quanto ao PAEC, apesar da boa campanha e de todo esforço, fica para o próximo ano a tentativa de chegar à elite do futebol paulista.

Tão logo o jogo foi encerrado, começou uma festa, ainda no interior do gramado, envolvendo atletas, comissão técnica, dirigentes, atletas que não jogaram, políticos e vários acompanhantes, que celebraram com muito alegria e entusiasmo. Foi instalado um painel registrando o feito e, além disso, houve a entrega de um troféu, simbolizando a importante conquista.


Atletas do São Bernardo comemorando a conquista com bandeiras do clube. Foto: Orlando Lacanna.


Jogadores comemorando à bordo da maca-móvel. Foto: Orlando Lacanna.


Círculo de oração agradecendo o dever cumprido. Foto: Orlando Lacanna.


Atleta do São Bernardo rodeado pelas pessoas que conseguiram entrar no gramado, recebendo troféu comemorativo. Foto: Orlando Lacanna.


Tradicional volta olímpica. Foto: Orlando Lacanna.

Deixo aqui os cumprimentos do JOGOS PERDIDOS aos atletas, comissão técnica, dirigentes e torcedores do "Tigre do ABC", pela brilhante conquista, que por si só já é muito importante, enaltecendo ainda mais o feito, por ter sido alcançado num período curto de história do clube, fundado em dezembro de 2.004. Para um clube que ainda vai completar seis anos de vida, conquistar uma glória dessa magnitude, é realmente algo espetacular. Parabéns a todos que, de forma direta ou indireta, contribuíram para o acesso.

Fim de jogo e de festa, com imediato retorno para a Capital, visando iniciar concentração para acompanhar, no domingo, mais um jogo no interior paulista, valendo vaga na Série A1. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário