Procure no JP

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Começa o Paulista sub-17: "Juve-Nal" sem gols na Javari

Fala povo!

O terceiro jogo da rodada cheia no último domingo foi válido pela rodada inicial do Campeonato Paulista sub-17. Mais uma vez, Juventus e Nacional disputaram mais um clássico paulistano nas categorias de base no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari.

Graças à presença do David por lá consegui fazer as fotos dessa partida. Sem perder muito tempo, antes mesmo do jogo do Paulista sub-15 terminar já estava de volta ao gramado grená para as fotos oficiais do segundo jogo do dia. E sem maiores atrasos, pude fazer as fotos exclusivas da peleja:


CA Juventus (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Nacional AC (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Agora sim a foto do quarteto de arbitragem da rodada dupla na Javari: o árbitro Salim Fende Chavez, os auxiliares Klelson da Costa Pires e Silvia Aparecida da Silva e o quarto árbitro - e árbitro principal do primeiro jogo - Edson Carpeggiani de Almeida. Junto com eles, os capitães de Juventus e Nacional. Foto: Fernando Martinez.

O Paulista sub-17 é disputado no mesmo formato do sub-15. O Juventus busca melhorar a sua campanha nesse ano de 2010, já que foi eliminado na segunda fase da competição do ano passado. Já o Nacional foi um pouco melhor, tendo chegado entre os 16 melhores, caindo fora do torneio na terceira fase. E como disse no post anterior, era totalmente uma incógnita o que esperar das duas equipes nessa estréia.


Muitos jogadores do Nacional impedindo chegada juventina no começo do jogo. Foto: Fernando Martinez.


Cruzamento dentro da área nacionalina. Foto: Fernando Martinez.

Voltamos às numeradas e resolvemos acompanhar o ataque juventino no primeiro tempo de partida. O jogo foi bastante movimentado, com uma bola na trave para cada equipe, mas no geral não tivemos tantas emoções assim. A animação ficou mesmo por conta dos tradicionais papos surreais que são tradição aqui no JP. De "papo" novo somente o assunto "figurinhas Copa 2010", que com certeza farão parte da coleção pessoal de 10 entre 10 conhecidos do blog.


Atacante grená sofrendo forte marcação de zagueiro do onze ferroviário. Foto: Fernando Martinez.

Perto do final do primeiro tempo, o Juventus foi melhor e chegou muito perto de marcar o primeiro gol da partida, mas a peleja foi para seu intervalo sem a abertura do marcador. Durante o descanso do jogo, tivemos a volta dos amigos Alfredo "Mancebo" e do Édson Natali ao templo grená, já que os dois saíram ao final do jogo do sub-15 para tomar uma cervejinha perto dali. E seguindo o trem azul, fomos acompanhar novamente o ataque juventino no tempo final da partida.

Mas não conseguimos ficar muito atrás do gol graças ao sol forte. Nesses poucos minutos o Juventus teve a melhor chance da partida após cruzamento da direita em que a bola tirou tinta da trave direita do goleiro nacionalino. E com cinco minutos voltamos às numeradas da Javari. Conseguimos então ver que a cervejinha dos nossos amigos tinha subido rápido, e a conversa teve alto teor alcóolico.


Bola que tirou tinta da trave do Nacional no começo da segunda etapa. pena que não vemos mais fotos assim nos jornais atuais, não? Foto: Fernando Martinez.


Falta para o Moleque Travesso, que tinha o domínio total da peleja. Foto: Fernando Martinez.

Enquanto rolava muita bobagem em afirmações surreais e indagações etéreas, o Moleque Travesso continuava melhor no jogo, mas a equipe pecava demais nas finalizações, levando o bom público presente à loucura. Com 15 minutos já sentia que a peleja não tinha o tão interessante cheiro de gol. Dito e feito... pois até os acréscimos o Juventus foi melhor time, mas não conseguiu colocar a bola no fundo das redes do Nacional.


A última chance dos donos da casa na partida, mas não havia ninguém do time dentro da área para completar. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Juventus 0-0 Nacional. Depois de 66 jogos seguidos - 62 em 2010 e mais 4 em 2009 - eu vi um 0x0 novamente em campo. E não importa se o jogo teve 717 bolas na trave, emoção, quebra-pau e afins: Zero a zero sempre é um placar altamente insuportável. Fora que os times não começam bem a competição, e assistem Portuguesa, São Paulo e CA Diadema saírem na frente do grupo 7 após o final da rodada inicial.

Depois de três jogos no sábado, ainda fui fazer uma visitinha ao David para baixar as fotos que fiz na câmera do moçoilo. Meia hora depois, segui de ônibus elétrico com ele até o centro de São Paulo, e dali voltei para o meu lar doce lar.

E semana que vem tem mais!

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário