Procure no JP

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

JP no 3º Troféu Naief Saad Neto

Fala pessoal,

Vamos agora com a avalanche de posts desse último final de semana, algo que acontece pela primeira vez num mês de dezembro aqui pelo JP. Jogos à vontade no último mês do ano é algo que nunca aconteceu antes, então temos que aproveitar. Então no sábado cedo caí da cama e fui acompanhar um jogo que poucos teriam ânimo de curtir. Segui até o Estádio Nicolau Alayon para ver o amistoso entre a Seleção da Polícia Civil e a Seleção Paulista de Masters.

É, sair cedo de casa com o calor que estava fazendo na capital paulista para ver um jogo amistoso entre dois times que nem são times oficiais é complicado. Mas fui mesmo para matar a Seleção Paulista, pois mesmo sendo com o time de masters vale normalmente para a nossa querida Lista. Ah, esse amistoso valeu pela disputa do 3º Troféu Naief Saad Neto, que foi presidente do Tribunal de Justiça e membro atuante da FPF. O amistoso também teve um caráter beneficente, já que a entrada da partida foi 1 quilo de alimento não perecível.


Equipes alinhadas para o Hino Nacional Brasileiro. Foto: Fernando Martinez.

Logo ao chegar no Nacional, percebi 784 seguranças e 491 fiscais por ali, e acabei desistindo de tentar fotos posadas por isso. O motivo da presença de tantos seguranças foi pela presença do presidente da FPF, Marco Polo del Nero, e de vários diretores da entidade. Logo encontrei o amigo Miguel, e esperamos um pouco para a partida começar. A Seleção Paulista teve vários antigos craques desfilando pelo gramado do Naça, muitos deles na minha época de moleque, quando colecionar figurinhas era algo muito legal.

Bom, enquanto o jogo atrasava, eu percebia que algumas das várias barraquinhas montadas perto das numeradas nacionalinas começavam a ter algum tipo de movimentação. Ao me informar com o pessoal da organização, fiquei sabendo que ali seria distribuído cachorro-quente, hambúrgueres e mini-pizzas, além de cerveja e refrigerante à vontade, tudo na faixa. Como bom adepto da alimentação-tosqueira, fiquei animado pela possibilidade de matar a fome sempre existente, já que ainda veria dois jogos na tarde do sábado.


Troca de passes da Seleção Paulista no seu campo de defesa. Foto: Fernando Martinez.

O jogo então começou e quem disse que o pessoal no Nacional prestava atenção no gramado? Nada... todos enchiam o bucho com um sem número de sanduíches e muito líquido. Até os mais chiques que estavam por lá - e tinham muitos, já que muitas esposas dos diretores em questão e dos policiais em campo - se digladiavam por um pedaço de pão com carne ou uma latinha de cerveja.


Chegada do time da Polícia Civl pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

Mas entre um cachorro-quente e um hamburguer eu consegui ver o jogo, e a partida chegou ao seu intervalo com a vantagem da Seleção Paulista de 2x0, em gols marcados pelo Paulinho Kobayashi e pelo jogador Dinei. No intervalo, para aumentar a surrealidade do momento, uma simpática banda de fanfarra da cidade de Araçariguama recebeu o Papai Noel (!) no gramado. Eu estava tão entretido nos sanduíches que não tive a idéia de tirar uma foto desse momento tão estranho num jogo de futebol.

E a degustação continuou na segunda etapa, pois chegaram perto das barraquinhas mais pessoas engravatadas, mulheres que desfilavam suas roupas de grife e a toda a criançada da banda de fanfarra. Essa mistura de personagens improváveis numa mesma cena não era empecilho para a comilança, digna dos filmes de Fellini. O bom é que todos tinham a certeza que ali estavam bem protegidos, tamanha a presença de policiais de vários setores nas dependências do Nicolau Alayon.

Dentro do campo, o jogo estava animado e tivemos nesse segundo tempo mais dois gols da Seleção Paulista, ambos marcados pelo jogador Gino, e no apagar das luzes a Seleção da Polícia Civil marcou seu gol de honra numa cobrança de pênalti pelo jogador-policial Emerson. Final de jogo: Seleção da Polícia Civil 1-4 Seleção Paulista de Masters. O troféu já está no museu da FPF, e nos próximos anos o pessoal promete a continuação dessa comemoração.


Gol de honra do time policial na Comendador Souza. Foto: Fernando Martinez.

Após o apito final, fui correndo para a porta da Comendador Souza me encontrar com o Victor, o membro "mineiro" do JP, pois tínhamos uma rodada dupla genial na região de Sorocaba...

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário