Procure no JP

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Nacional vacila em casa e não garante a classificação antecipada no sub-20

Fala pessoal!

Tivemos nessa quarta-feira mais uma genial rodada do Campeonato Paulista sub-20 da 1ª divisão. E como ainda faço parte das estatísticas da crise mundial, fui novamente até o Estádio Nicolau Alayon - um dos lugares mais legais para jogos em dias úteis à tarde - para uma partida da penúltima rodada da Segunda Fase. No gramado histórico da Comendador Souza, Nacional e Internacional de Limeira jogariam.

O portão foi aberto em cima do horário, e com muita pressa fui para o campo de jogo para as fotos oficiais da partida. Junto comigo o David, com sua nova potente máquina digital, e o Miguel também fizeram as fotos:


Nacional AC (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


AA Internacional (sub-20) - Limeira/SP. Foto: Fernando Martinez.


Os capitães dos times, o árbitro Leomar Oliveira Neves, os auxiliares Graziele Crizol e Rodrigo Soares Aragão e o quarto árbitro Luis Guilherme Mello de Moraes posando de forma exclusiva para o JOGOS PERDIDOS. Foto: Fernando Martinez.

Saindo do campo encontramos o Mílton, e dali fomos acompanhar o ataque do Nacional. E a partida era bastante aguardada, pois não via o time de Limeira desde setembro de 2005, num jogo contra o Juventus na Rua Javari. Desde então, as duas equipes do confronto dessa quarta-feira foram despencando pelas tabelas e as duas agremiações estarão disputando a Segundona em 2010. Ver esse jogo, ainda pelo sub-20 da 1ª divisão, era algo obrigatório mesmo.


Jogador da Inter de Limeira fazendo malabarismo em cima de atleta do Nacional. Foto: Fernando Martinez.

Mas o principal fator era que se o time da Barra Funda vencesse o jogo, ele se classificaria para a Terceira Fase da competição, algo que nunca aconteceu nessa última década. Do outro lado, a Inter ainda não tinha marcado nenhum ponto nos quatro jogos disputados, mas isso não queria dizer que a partida do time ferroviário seria fácil.

E a partida começou bastante equilibrada, com o Nacional tentando levar mais perigo ao gol limeirense sem conseguir sucesso. A Inter também não chegava, e o jogo ficou truncado demais nos primeiros 15 minutos. Mas aos 16 minutos o time da casa conseguiu abrir o marcador. E ele aconteceu numa cobrança de falta da intermediária, aonde a bola ainda quicou antes de chegar no goleiro e entrou nas redes da equipe de Limeira.


Cobrança de falta que originou o primeiro gol do Naça na partida. Foto: Fernando Martinez.

Mas nem deu tempo para comemorar, já que na sequência um dos jogadores da Inter acertou um petardo certeiro no ângulo esquerdo do goleiro nacionalino e deixou tudo igual no placar. Após o empate, o Nacional foi pra cima da equipe visitante e começou a bombardear o gol adversário, mas seus atacantes não conseguiram transformar esse domínio no segundo gol. O jogo então foi com o placar de 1x1 para o intervalo.


Cobrança de escanteio para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Vale registrar aqui a presença do simpático vendedor de amendoins Édson "Gaguinho" nas dependências do Nicolau Alayon. Fazia tempo que ele não dava as caras em algum jogo com o pessoal do JP e fiquei abismado com as aventuras do rapaz para vender seus produtos. O cara vai até em decisão de campeonato amador no fim do mundo! Genial...


Bola pelo alto e cabeçada que levou perigo ao gol da Inter no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas ele ainda tinha amendoim para vender e nós tínhamos o segundo tempo todo pela frente. E a equipe da casa voltou ainda mais determinada a conquistar a vitória e a eventual classificação para a próxima fase. Não demorou para que a equipe conseguisse marcar o segundo gol logo nos primeiros minutos em cobrança de pênalti bastante reclamada pelo pessoal da Inter... mas sem razão.


Pênalti convertido e segundo gol do Nacional na partida. Foto: Fernando Martinez.

E como já estamos acostumados de ver em jogos do time da Barra Funda, após esse segundo gol tivemos uma avalanche de gols perdidos pelos atacantes do time. Sem exagero nenhum, o Nacional poderia ter chegado pelo menos aos 4x1 se tivesse convertido as chances mais agudas de gol. E como já sabemos que isso sempre acontece lá, cantamos a bola que o time tinha que se cuidar para não sofrer o empate.


Mais uma chance perdida pelo time ferroviário no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

O jogo estava quente em virtude de alguns problemas que aconteceram na partida de ida, vencida pelo time paulistano por 4x0 lá em Limeira. Muitas jogadas ríspidas, discussões, reclamações constantes com o trio de arbitragem e muitos cartões. Em determinado momento, a Inter estava já com dois atletas a menos em campo. Membros da comissão técnica até atiraram um sapato em campo em protesto contra a arbitragem, que para eles estava sendo prejudicial à equipe. Sinceramente não vi motivo para tamanha reclamação.


Chegada da equipe da casa pela direita do seu ataque. Foto: Fernando Martinez.

E conforme cantamos a bola, depois de tantos gols perdidos o Nacional conseguiu sofrer o segundo gol numa bobeada geral da zaga. Isso aconteceu nos acréscimos da partida, sem que desse tempo para alguma reação da equipe. Final de jogo: Nacional 2-2 Inter Limeira. O empate deixa o time da Barra Funda sem a classificação assegurada e dependendo do último jogo contra o Palmeiras para definir seu futuro no sub-20. Mesmo com uma derrota, e dependendo de outros resultados, o time ainda pode conquistar a vaga. E nós acreditamos na vaga do Naça!


Dois momentos do quebra-pau após o apito final do árbitro no Nicolau Alayon. O bicho pegou forte demais! Fotos: Fernando Martinez.

Mas após o apito final do árbitro, o pau quebrou na Comendador Souza. Primeiro foram os jogadores e membros da comissão técnica da Inter que foram pra cima da arbitragem, depois foram pra cima do pessoal do Nacional e depois o pessoal do Nacional brigou entre si. O clima esquentou mesmo, e foram necessários vários minutos para que tudo acalmasse direitinho.

Já com o ambiente mais calmo, pegamos o primeiro ônibus com destino ao centro de São Paulo para seguirmos com as nossas vidas sem rumo na quarta à noite.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário