Procure no JP

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Mauaense vence clássico do ABC pela Segundona

Olá,

Em mais um final de semana com muito futebol, o JOGOS PERDIDOS se dedicou a acompanhar de perto algumas partidas válidas pela terceira rodada da primeira fase do tão esperado Campeonato Paulista da Segunda Divisão. A minha jornada começou na tarde da sexta-feira, feriado dedicado às comemorações do Dia do Trabalho, com minha ida até a cidade de São Bernardo do Campo, mais precisamente ao Estádio Humberto de Alencar Castelo Branco, mais conhecido como Baetão, para conferir a partida do Grupo 6, Palestra São Bernardo x G.E. Mauaense.

Tão logo cheguei ao estádio, fui direto para o gramado para montar o esquema, visando fazer as fotos das equipes e dos árbitros, as quais apresento abaixo:


Palestra São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP.Foto: Orlando Lacanna.


G.E. Mauaense - Mauá/SP.Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto pelo árbitro Luiz Vanderlei Martinucho e os assistentes Itamar Donizete Antonelli e Luciana da Silva Ramos acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Depois das fotos, fui me postar atrás da meta defendida pelo Mauaense e lá encontrei o quarto árbitro inspecionando a ambulância e, para aborrecimento de todos, foi constatada a falta do bendito desfibrilador. Diante disso, o árbitro não autorizou o início da partida. Enquanto o equipamento não chegava, fiquei conversando com o ex-repórter da Rádio Jovem Pan e setorista do Corinthians nos tempos do jornal A Gazeta Esportiva, João Bosco, que atualmente está envolvido com o Grêmio Mauaense por conta da contratação do técnico Zé Maria. Foi um papo interessantíssimo sobre o futebol da época em que ele militava na imprensa esportiva e também sobre o momento atual do Timão do Parque São Jorge.

Após uma espera de 35 minutos, finalmente a bola começou a rolar e o que se viu no primeiro quarto de hora, foi um jogo típico de Segundona, com muita correria e várias jogadas mais ríspidas, resultando na marcação de diversas faltas. O Palestra procurava ser mais ofensivo e, com isso, tinha maior posse de bola, porém, o Mauaense quando ia ao ataque, criava situações mais perigosas, como aconteceu aos 19 minutos, quando o avante Boy desviou com perigo uma bola cruzada da direita.


Uma das tentativas de ataque do Palestra no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

O time da casa se recuperou do susto e respondeu com perigo, aos 22 minutos, num belo chute de Murilo que carimbou o poste direito da meta defendida por Jorge. Os anfitriões continuaram comandando as ações, mas encontravam dificuldades para penetrar no bem postado setor defensivo da "Locomotiva de Mauá" que, por sua vez, chegou com perigo à área do time alviverde, aos 38 minutos, numa cabeçada de Danilo Sousa que assustou a torcida local. Como nenhuma das equipes aproveitou as poucas chances que foram criadas, a primeira etapa chegou ao fim sem movimentação no placar.


Goleiro alviverde interceptando cruzamento do ataque do Mauaense. Foto: Orlando Lacanna.


Cobrança de escanteio pelo Palestra no finalzinho da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Após o intervalo, a partida foi reiniciada e, logo aos 3 minutos, o Palestra assustou a defesa do Mauaense, numa jogada individual de Lucas, pela esquerda, tocando para Urso arrematar com perigo, levantando a torcida local. Os visitantes deram o troco, aos 8 minutos, quando o ala Pity chutou para fora uma bola que levou perigo ao goleiro Willian.


Disputa de bola pelo alto próxima à área do Mauaense. Foto: Orlando Lacanna.

A tônica da partida não mudava, ou seja, o Palestra tinha mais a bola, mas o Mauaense era mais perigoso quando atacava e, isso ficou mais evidenciado, aos 14 minutos, quando o time de Mauá inaugurou o placar, num belo gol de cabeça anotado por Carlos Bispo, ao aproveitar cruzamento vindo da direita, numa bela arrancada do ala Pity.


Lance de perigo do ataque visitante na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Em vantagem no placar, o Mauaense reforçou a marcação, assumindo claramente uma postura mais defensiva, visando segurar o resultado e, quando recuperava a bola, saía rapidamente em contra-ataque, como aconteceu na marca dos 28 minutos, quando o atacante Boy desperdiçou boa chance de aumentar o placar. Esse mesmo atacante foi expulso aos 33 minutos, após receber o segundo cartão amarelo.

Com a vantagem de um homem e restando pouco mais de dez minutos para o encerramento da partida, o Palestra foi com tudo para o ataque, mas continuou não conseguindo traduzir em gol sua maior presença no campo ofensivo, ora por precipitação nas conclusões, ora por esbarrar na segura defesa do Mauaense que fez uma excelente partida, com destaque especial ao zagueiro Adelmo que foi um verdadeiro guerreiro em campo.


Mais uma tentativa de ataque do Palestra ao final da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Os últimos minutos foram emocionantes, com a bola sempre rondando a área dos visitantes, porém não houve jeito e a partida foi encerrada com o placar apontando Palestra 0 - 1 Mauaense que significou a segunda derrota consecutiva do time de São Bernardo em casa e, esse fato, poderá comprometer o plano de classificação à segunda fase se não houver uma reação imediata. Com relação ao Mauaense, a vitória o colocou na primeira colocação do seu grupo com 7 pontos, deixando-o como um dos prováveis classificados à próxima fase.

Tão logo o árbitro trilou o apito pela última vez, saí do estádio rapidamente com destino à Capital, visando descansar um pouco, pois no dia seguinte (sábado) pela manhã, a cobertura da Segundona iria continuar. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário