Procure no JP

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Barueri derrota o CRAC e vence a primeira na Série C

Fala, pessoal!

Em 29 de novembro de 2006 estivemos no Palestra Itália para acompanhar in loco um jogo decisivo da última rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Naquele dia, o Grêmio Barueri venceu o Ferroviário/CE e conquistou o acesso para a segundona. Após seis anos disputando as séries A e B, a péssima campanha de 2012 levou a equipe de novo para a disputa do terceiro nível nacional.

Na manhã do último dia 9, a Abelha estreou na Série C jogando na Arena Barueri (o primeiro jogo foi disputado em Goiânia e terminou com vitória do Vila Nova) e é claro que o JP não poderia ficar de fora. O adversário da equipe paulista foi o sensacional CRAC de Catalão, atual vice-campeão da Série D e equipe que dificilmente aparece por essas bandas. Eu mesmo tinha visto o alvi-azul apenas uma vez (jogando contra o Bugre pela Copa do Brasil de 2005 no Brinco de Ouro).

Depois dessa visita, a última vez que os goianos perambularam por aqui havia sido em 2007. Naquele ano, o CRAC enfrentou Guarani, Bragantino e Rio Claro (todos com coberturas do JP) nas fases iniciais da Série C e no octogonal final não conquistou o acesso por apenas dois pontos. Foi a última participação do time em brasileiros até o ano passado. Na Série D de 2012 a equipe voltou com tudo e conseguiu o acesso após fazer uma bela campanha eliminando CENE, Aparecidense, Sobradinho, Nacional/MG, Friburguense e Mogi Mirim, só parando na decisão contra o Sampaio Correa.


Grêmio R Barueri - Barueri/SP. Foto: Fernando Martinez.


CRAC - Catalão/GO. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem escalado para a partida com o árbitro Rodolpho Toski Marques (PR), os assistentes Diogo Carvalho Silva (RJ) e Marcos Sivolella do Nascimento (RJ) e o quarto árbitro Marcelo Prieto Alfieri (SP) junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Só que apesar da expectativa criada pelo que vos escreve, o jogo foi bastante fraco, um dos mais sem graça de 2013 até aqui. Na maior parte do tempo foi a equipe goiana que tomou a iniciativa, mas sem que isso significasse bons ataques. O Grêmio Barueri mostrou atletas pouco entrosados e principalmente pouco inspirados.


Saída do CRAC para o ataque. Foto: Fernando Martinez.


Marcação firme do Barueri. Foto: Fernando Martinez.

O primeiro tempo teve duas ou três oportunidades boas de gol, nada além disso. As equipes foram para os vestiários sem que o placar tivesse sido inaugurado. Como desgraça pouca é bobagem, o tempo final foi ainda mais fraco e o sono tomou conta dos torcedores presentes na Arena.


Bola alçada na área visitante. Foto: Fernando Martinez.


Boa chance de gol desperdiçada pelo CRAC no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

O time local conseguiu a proeza de não conseguir chegar uma ÚNICA vez com perigo no gol adversário até o último minuto. Já o CRAC foi menos pior e criou duas chances boas de abrir o marcador... Ambas desperdiçadas com louvor e sem sustos para o onze paulista.


Lance ríspido no gramado da Arena Barueri. Foto: Fernando Martinez.


Investida ofensiva goiana pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

Para salvar a manhã, o Grêmio marcou seu gol aos 46 minutos após bola espirrada meio sem querer para o ataque. Renatinho avançou pela esquerda e chutou cruzado para vencer o goleiro Alek's e garantir a vitória do time local no primeiro ataque feito no segundo tempo.


Atacante do Barueri tentando alcançar a pelota. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe do gol de Renatinho, marcado no último lance da peleja. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Grêmio Barueri 1-0 CRAC. O magro placar fez a festa da pequena torcida presente na Arena e deixou o Barueri na sexta posição do Grupo B da Série C com três pontos ganhos. O time goiano fica na penúltima posição ainda com um ponto. Só que essa primeira fase vai acabar somente em 13 de outubro, e com 16 rodadas a serem disputadas, com certeza muitas mudanças ainda acontecerão.


Placar final da pugna na Arena Barueri. Foto: Fernando Martinez.

Essa foi a última peleja vista pelo JP antes da Copa das Confederações. Mesmo não sendo um campeonato perdido, não tinha como ficarmos de fora dos jogos desse certame. Aguardem em breve as matérias especiais de todas as partidas nas quais estivemos presentes.

Até lá!



Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário