Procure no JP

terça-feira, 11 de junho de 2013

Corinthians e Ramalhão ficam no empate pelo sub20 na Fazendinha

Opa,

Seguindo com os jogos vistos pelo JP no último fim de semana, no sábado cedo segui até o histórico Estádio Alfredo Schurig para outro compromisso do Corinthians no Campeonato Paulista sub20 da Primeira Divisão. O adversário dessa vez foi o Santo André em peleja da quinta rodada da primeira fase.

Pena que dessa vez a entrada no Parque São Jorge tenha sido muito difícil. Por uma ordem inexplicável de algum não-sei-quem, foi decretado que o jogo seria apenas para os sócios do clube e não para torcedores comuns. Isso fez com que muitos dessem com a cara na porta, sumariamente impedidos por seguranças de entrarem para acompanhar a peleja.

O detalhe é que no site do time paulistano existe uma informação de rodapé indicando que isso realmente aconteceria. O erro corintiano começa aí, pois compete primeiramente à FPF, organizadora da competição, informar se um jogo terá algum tipo de restrição para a torcida. E detalhe, isso acontece apenas em jogos profissionais, não em amadores (caso das categorias de base). E outra, em jogo com portão fechado (situação citada no site) ninguém é autorizado a entrar, nem mesmo sócios. O argumento do alvinegro é fraco e cai por terra rapidinho.

Com isso demorou muito para que conseguíssemos finalmente ir para o jogo, já que até pessoas devidamente identificadas como sendo da imprensa eram impedidas de acessar as dependências do local. Fica a dica para os amigos leitores do JP que queiram assistir jogos na Fazendinha: provavelmente você será barrado, então pense bem se vale a pena correr o risco.

Depois de tanta discussão, é claro que o ânimo para ver o jogo não era mais como antes. Mesmo assim fui ao gramado captar as imagens exclusivas, cortesia tradicional do JP:


SC Corinthians P (sub20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


EC Santo André (sub20) - Santo André/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da partida e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Tendo vencido apenas na estreia, o Timão queria espantar a má fase com um triunfo contra o lanterna Ramalhão. O time do ABC empatou em 0x0 seu primeiro compromisso e depois sofreu duas derrotas, e em ambas não fez nenhum gol. Nada melhor do que um adversário assim para se reabilitar, não?

É, mas o Mosqueteiro jogou mal e não conseguiu dominar a peleja... Pior, sofreu pressão nos minutos iniciais. Porém aos poucos a equipe foi se encontrando e teve a chance de abrir o marcador num pênalti. Só que o goleiro Guilherme defendeu a penalidade de forma precisa, impedindo o gol corintiano. Minutos depois, José Paulo se aproveitou de bola mal rebatida pela zaga andreense e encheu o pé para fazer o primeiro gol local.


Bela defesa de Guilherme em cobrança de pênalti. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe do primeiro gol do jogo, marcado por José Paulo. Foto: Fernando Martinez.

De forma totalmente inesperada o Ramalhão acordou e empatou a peleja apenas quatro minutos depois com o camisa 10 Lucas. Foi o primeiro gol do time do ABC no certame, após acumular 308 minutos sem marcar. Com o 1x1 no marcador, o primeiro tempo terminou.


Ataque corintiano pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.


Camisa 5 do Ramalhão chutando a pelota pra longe. Foto: Fernando Martinez.

Na segunda etapa eu e os amigos presentes (Luiz, Ricardo e Renato) subimos para a parte coberta do Alfredo Schurig e notamos o absurdo descaso com o local. As cadeiras estão imundas e com um acúmulo de anos de sujeira. Pior que isso é o estado dos locais que foram "homenageados" por aves. Sem exagero, mas com certeza ninguém passa um paninho com água ali há mais de ano. Mesmo com o estádio fechado, custa indicar alguns funcionários para fazer a limpeza do lugar de forma regular? Imagino que deva custar uma fortuna...


Escanteio para o Corinthians. Foto: Fernando Martinez.


Falta para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Perambulando entre a sujeira conseguimos encontrar alguns assentos menos sujos e fali ficamos para ver as emoções do tempo final. Logo aos 4 minutos o Santo André virou o marcador com João cobrando pênalti. O Corinthians sofria com um futebol muito abaixo do esperado. A equipe se mandou para o ataque e somente no tradicional esquema do "bumba-meu-boi" voltou a assustar.


Jogador do Santo André derrubado dentro da área... Pênalti. Foto: Fernando Martinez.


Santo André dançando o vira na Fazendinha. Foto: Fernando Martinez.

A pressão deu resultado aos 23 minutos, quando Ualefi empatou de novo o jogo, novamente numa cobrança de pênalti. Daí pra frente, o histórico gramado viu um jogo apenas mediano. No final, o placar de Corinthians 2-2 Santo André não foi bom para nenhuma das equipes. O time do Parque São Jorge ocupa agora a quinta colocação da chave com apenas cinco pontos ganhos em quatro jogos disputados. O Ramalhão permanece na lanterna com dois.


Novo empate no Parque São Jorge, agora em pênalti cobrado por Ualefi. Foto: Fernando Martinez.

Findada a peleja, eu e o amigo Luiz ficamos no clube e aproveitamos a deixa para visitar o Memorial do Corinthians. Foi um passeio rápido, mas já deu para ver que é um local fantástico e que merece ser visitado por todos que gostam de memória futebolística em geral. Dali seguimos para o ABC, aonde a segunda parte da jornada andreense do dia seria completada... E com direito a time novo na Lista.

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário