Procure no JP

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Santo André derrota o Villa Nova/MG pela Série D do Brasileiro

Fala, pessoal!

Na tarde do último 8 de junho tirei uma pedra do meu sapato depois de 13 anos de espera. A segunda rodada do Grupo A7 do Campeonato Brasileiro da Série D teve como destaque a peleja entre Santo André e Villa Nova, o glorioso Leão do Bonfim, no Estádio Bruno José Daniel. Finalmente pude "matar" e incluir na minha Lista o time mineiro, reconhecido por muitos como o quarto time daquele estado.

Foi em 23 de agosto de 2000 que o Villa chegou perto da capital paulista pela última vez. Naquela noite o Leão foi derrotado pelo São Caetano por 5x3 (válido pela famigerada Copa João Havelange) e desde então nunca mais chegou a disputar um jogo oficial perto daqui. Tive algumas chances de ver a equipe nesses anos em jogos do campeonato mineiro, mas sempre acontecia algum imprevisto de última hora.

E mesmo vacilando no horário após sair tarde do Parque São Jorge, cheguei na cidade do ABC paulista a tempo de ver meu 556º time novo. Esbaforido, é verdade... Mas em tempo. De forma exclusiva consegui captar as imagens das equipes. O mais bizarro é que o Villa aparece pela primeira vez nas páginas do JP somente agora. Um erro histórico que está sendo devidamente corrigido.


EC Santo André - Santo André/SP. Foto: Fernando Martinez.


Villa Nova AC - Nova Lima/MG. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times junto com o árbitro Wales Martins de Souza (DF), os assistentes José Reinaldo Júnior (DF) e José Araujo Sabino (DF) e o quarto árbitro Marcelo Prieto Alfiéri (SP). Foto: Fernando Martinez.

O Ramalhão estreou nessa Série D empatando com o Marcílio Dias fora de casa, enquanto o Villa Nova, primeiro vencedor da segundona nacional em 1971, fez sua estreia nessa rodada (em tempo, Penapolense e Juventude são as outras equipes dessa chave). E o quarto colocado no último campeonato mineiro sofreu pressão do time do ABC durante todo o primeiro tempo.


Zaga do Villa Nova fazendo firme marcação em atacante do Ramalhão. Foto: Fernando Martinez.


Ataque mineiro pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

A equipe local mostrou boa qualidade nos passes e levou bastante perigo ao gol mineiro. De tanto insistir, Elvis, o único jogador no país a jogar as quatro divisões do nacional por um mesmo time até hoje, brilhou aos 34 minutos. Ele fez um belíssimo gol de falta e levou o jogo para o intervalo com a vantagem mínima para os paulistas.


Disputa de bola dentro da área andreense. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe da cobrança de falta de Élvis que originou o primeiro gol da peleja. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final fui para as arquibancadas fazer aquela social básica com os amigos Luiz e Nílton. O ímpeto andreense foi menor nesse período e aos poucos o Villa Nova foi se lançando ao ataque. Aos 25 minutos Rafael Gomes se aproveitou de bobagem coletiva da zaga local e empatou a peleja.


Grande defesa do goleiro local. Foto: Fernando Martinez.


Ataque do Santo André no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

Só que o arqueiro mineiro Thiago Braga deu um auxílio luxuoso ao Santo André e entregou o ouro aos 30 minutos. Ele não defendeu o chute de Muller Fernandes e viu o Ramalhão ficar novamente na frente do marcador. Daí até o fim, o Villa não teve mais forças de buscar novamente a igualdade.


Lance no meio-campo. Foto: Fernando Martinez.


Aos trancos e barrancos, jogador do Ramalhão segue para o ataque. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Santo André 2-1 Villa Nova/MG. O time paulista agora é vice-líder do Grupo A7, dois pontos atrás do líder Juventude, que venceu seus dois compromissos iniciais. O Villa fica com nenhum ponto junto com o Penapolense. A última divisão nacional volta agora apenas no dia 6 de julho.

No domingo o JP voltou a cobrir uma divisão de acesso do campeonato brasileiro, agora na cidade de Barueri.

Até lá!



Fernando

Um comentário: