Procure no JP

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Osasco FC Campeão Paulista sub-20 da 2ª divisão 2012

Fala pessoal,

Em pleno final de semana comemorativo pelos oito anos de vida do JP, o Campeonato Paulista sub-20 da 2ª divisão teve a realização da sua grande final. No belíssimo Estádio Cidade de Deus, o Osasco FC recebeu o grande Jabaquara - campeão da última divisão de juniores em 1995 - em busca do seu primeiro título em todos os tempos. 

Vale registrar que essa foi a 64ª partida válida por uma final de campeonato em que estivemos presentes nesses 96 meses de história. Dessas, 53 foram em "finais" propriamente ditas, com entrega de taça e volta olímpica mostradas. Foram 21 campeonatos diferentes que tiveram suas decisões relatadas nas nossas páginas virtuais, uma marca com certeza bastante importante. 


Taça do campeão e do vice do Paulista sub-20 da 2ª divisão 2012, a 54ª vez em que isso acontece na história do JP. Foto: Fernando Martinez. 

Para essa decisão o quórum do JP teve a honrosa presença do Emerson, seu Natal e do Estevan. E apesar de 1874 seguranças perambulando dentro e fora do campo de jogo, consegui entrar ali sem problemas. Enquanto as equipes não apareciam, tive o prazer de receber uma camisa oficial da equipe osasquense, que em breve será sorteada aqui no blog. Aproveito para deixar um abraço ao Adélsio, integrante da comissão técnica do clube e que já conhecemos desde os primórdios do blog. 

Além disso, a diretoria do time da Grande São Paulo preparou uma festa incrível para essa final. Vimos o Hino Nacional Brasileiro sendo executado por uma orquestra de crianças de projeto social do Bradesco, presenciamos vários dirigentes vestindo uma camisa especialmente feita para essa decisão e também ficamos sabendo que uma flâmula incrível foi confeccionada para aproveitar a data. Esse tipo de iniciativa merece sempre os parabéns, pois é algo pouco explorado pelas equipes. 


Hino Nacional Brasileiro sendo executado por crianças de projeto social. Foto: Fernando Martinez. 

Após toda a festa inicial, as equipes entraram em campo e logo perfilaram para as imagens oficiais da grande decisão: 


Osasco FC (sub-20) - Osasco/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Jabaquara AC (sub-20) - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem definido para a final posando para o JP junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Após o empate em 1x1 no primeiro jogo no Estádio Espanha, o alvinegro precisava de outro resultado igual para conquistar o título, enquanto o Jabuca precisava vencer. Um bom público se fez presente nas arquibancadas tortas do Cidade de Deus para acompanhar os últimos 90 minutos da segundona do sub-20 em 2012. 


Boa chance osasquense pelo alto. Foto: Fernando Martinez. 


Saída para o ataque do time local. Foto: Fernando Martinez. 

A peleja foi bastante equilibrada durante o tempo inicial, com poucas emoções e esparsas chances reais de gol. O Jabaquara, precisando vencer o jogo, até buscou impor alguma pressão ofensiva, mas não conseguiu. Já o Osasco FC, jogando na boa, levada a peleja em banho-maria e contando com o relógio a seu favor. 


Outra jogada aérea dentro da área jabaquarense. Foto: Fernando Martinez. 

Só que a equipe local contava com a dupla de ataque mais mortal do certame. Caíque e Jeferson Gaúcho tinham marcado 22 dos 40 gols do time até então, e zagueiro que vacilasse na frente de algum deles poderia ficara ver navios. Aos 34 minutos a defesa jabaquarense teve o único lapso na etapa inicial, e após Jeferson receber um ótimo passe pela direita, ele invadiu a área e tocou na saída do goleiro Henrique. Rápido e mortal. 


Jeferson Gaúcho (encoberto na foto) chuta firme para aumentar ainda mais a vantagem do Osasco FC na decisão. Foto: Fernando Martinez. 


Comemoração dos atletas locais pelo primeiro gol no jogo. Foto: Fernando Martinez. 

Se a vantagem já era boa, agora tinha ficado ainda melhor. O glorioso Leão da Caneleira precisava virar a partida para conquistar o caneco. O primeiro tempo terminou com a vantagem parcial para o alvinegro da Grande São Paulo e a expectativa era para que no tempo final a peleja ficasse ainda melhor. 


Marcação firme de jogador do Osasco FC. Foto: Fernando Martinez. 

Nesse intervalo fui até a arquibancada conversar com os amigos presentes. Além dos já citados, o Sérgio e o Paulo "Shrek" também estavam perdidos por ali, todos com saquinhos de biscoitos de polvilho e água distribuídos pelo staff osasquense. Um simpático agrado a todos os presentes e que poderia ser copiado em outros lugares. 


Ataque do Leão da Caneleira durante o segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Voltei ao gramado para os últimos 45 minutos do jogo, e o onze santista voltou melhor postado. Mas apesar de mais posse de bola, mais vontade e de chegar sempre perto da área osasquense, a equipe não chutava no gol. Perigoso nos contra-ataques, o onze local também conseguiu algumas boas oportunidades. 


Outra investida do time santista pelo alto. Foto: Fernando Martinez. 

Conforme o relógio corria e o título se aproximava ainda mais da sala de troféus do Osasco Futebol Clube, o Jabuca chegava ainda mais dentro da grande área local. O futebol era de boa qualidade, mas um time que chega e não chuta no gol não tem como marcar, certo? Infelizmente para as pretensões do time da baixada, o panorama não foi alterado. 


Bom chute do Jabaquara que a zaga cortou. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Osasco FC 1-0 Jabaquara. A vitória fez com que o alvinegro conquistasse pela primeira vez um título bem quando comemora 20 anos de fundação. O trabalho realizado pelo pessoal que tomou conta do clube está sendo feito de forma exemplar, e o resultado disso veio logo nesse sub-20, um dos campeonatos mais difíceis do estado. 

E apesar do bi-vice-campeonato jabaquarense (o time perdeu a final de 2011 para o EC São Bernardo), fica a certeza que as coisas pelos lados da Caneleira também estão sendo muito bem feitas. Não é fácil disputar duas finais consecutivas num certame desse nível, e apesar de não conseguir levar o caneco, torcemos para que alguns jogadores dessa base possam ser aproveitados no profissional no ano que vem. 


Enquanto toda a torcida invadiu o campo para comemorar o título com os jogadores do Osasco FC, jogadores do Jabuca se lamentavam pelo bi-vice. Fotos: Fernando Martinez. 

Logo quando o árbitro apitou o final do jogo, uma enorme festa aconteceu dentro e fora do gramado. Sensacional ver o povo invadindo o campo para comemorar junto com os atletas, algo que não acontece mais com tanta frequência pelos campeonatos por aí. Logo o palco foi montado para a entrega das medalhas e das taças. 


Bastante emocionado, o capitão Caíque levanta a taça de vice-campeão do Jabaquara. Foto: Fernando Martinez. 

O Jabaquara recebeu primeiro a bela medalha e o troféu pelo vice. Chorando muito e bastante emocionado, o capitão Caíque levantou a taça conquistada pelo Leão da Caneleira. A campanha geral do onze rubro-amarelo foi de nove vitórias, cinco empates e quatro derrotas. A equipe marcou 26 gols e sofreu 17, ficando com um saldo positivo de nove. O artilheiro do time foi Gualberto, com oito gols. 


Toda a delegação jabaquarense posando com as medalhas e taça. Foto: Fernando Martinez. 

Logo depois foi a vez do pessoal do novo campeão da segundona do sub-20 subir ao palco e fazer a festa. Após a entrega das medalhas de ouro, o capitão Peterson levantou a merecida taça, para o delírio dos presentes. E para fechar rolou a tradicional volta olímpica. A equipe teve disparado a melhor campanha, com 12 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas. O time fez 41 gols e sofreu apenas 17, com um saldo de 24. O artilheiro da equipe (e do campeonato, junto com Cássio, do Assisense, e Anderson, do Mauaense) foi Caíque, com 12 gols. Jeferson Gaúcho foi o vice-artilheiro com 11. 


Festa osasquense mais do que merecida no palco montado pela organização. Foto: Fernando Martinez. 


Campeões mostrando as medalhas e a sonhada taça de campeão. Foto: Fernando Martinez. 


Volta olímpica do Osasco acompanhada (quase sem nenhum fôlego) pelo que vos escreve. Foto: Fernando Martinez. 

Enquanto a festa rolava ficamos um bom tempo dentro de campo conversando sobre as considerações finais do certame. Depois de alguns momentos geniais, tomamos nosso caminho com destino à capital bandeirante. Não dava pra demorar muito, já que a noite de sábado reservou uma comemoração especial pelo aniversário do JP. Valeu demais a pena e a noite demorou pra terminar. 

Até a próxima! 

Fernando

2 comentários:

  1. Sensacional! Infelizmente tive que viajar e não estive presente para prestigiar o título de nosso co-irmão. Foi a prova de que futebol levado à sério, dá resultado. Parabéns ao JP pela reportagem e ao Osasco FC pelo importante título. Apenas o primeiro de outros que virão. Abraços, Luís Pires - Grêmio Esportivo Osasco.

    ResponderExcluir