Procure no JP

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Red Bull na semi do Paulista sub-20 pela primeira vez na história

Fala, pessoal!

No sábado passado tivemos a definição dos semi-finalistas do Campeonato Paulista sub-20 da Primeira Divisão e o Blog do Fern... ops, o JP se fez presente em duas das quatro partidas. A rodada começou cedo em Campo Limpo Paulista, mais precisamente No Estádio Aldévio Baptista Lemos, aonde Red Bull e Ponte Preta disputavam uma das vagas. 

O jogo de ida, realizado em Jaguariúna com mando da Macaca, foi vencido pelo time do energético. Isso deixou o Red Bull com enorme vantagem para chegar à sua primeira semi-final no certame em todos os tempos, já que só uma derrota por dois gols de diferença classificaria a Ponte. 

Apesar de ter ido algumas vezes no palco do futebol em Campo Limpo Paulista, foi a primeira vez que fui de carro pra lá. O caminho é tranquilo e da capital paulista até o estádio leva mais ou menos uma hora de viagem, indo pela Anhanguera e depois por uma estrada vicinal. 


Red Bull PEL (sub-20) - Campinas/SP. Foto: Fernando Martinez. 


AA Ponte Preta (sub-20) - Campinas/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Trio de arbitragem e capitães. Foto: Fernando Martinez. 

Fiquei no gramado para acompanhar o primeiro tempo da peleja. E se formos levar a ferro e fogo, não vimos um jogo bom. Os primeiros 45 minutos foram mais concentrados no meio-campo, com poucas subidas ao ataque. Precisando da vitória a Ponte até apareceu mais no campo de defesa adversário, mas não marcouchegou perto de marcar. 


Ataque do time "da casa" no começo do jogo. Foto: Fernando Martinez. 

Já o Red Bull teve apenas uma grande chance num chute de fora da área que obrigou o goleiro Ladislau se esticar todo para evitar a abertura do placar. Mas ao final do tempo inicial, o resultado óbvio era o 0 x 0. Saí do campo para curtir o segundo tempo das sociais do Aldévio Baptista Lemos. 


Boa saída do goleiro da Ponte após escanteio. Foto: Fernando Martinez. 


Investida ofensiva do Red Bull pela esquerda. Foto: Fernando Martinez. 

Lá tive o prazer de encontrar mais uma vez o Rodolfo Kussarev, co-autor do saudoso Almanaque do Futebol Paulista e atual homem forte do Red Bull. Sempre é um grande prazer conversar com ele e além de sabermos um pouco mais sobre os bastidores do futebol, sempre acabamos sabendo de alguma história nova sobre a época da confecção da nossa "Bíblia". 


Grande defesa de Ladislau, na melhor chance do Red Bull no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Entre um assunto e outro, os times voltaram para o segundo tempo ainda sem mostrarem um grande futebol. Aos 13 minutos porém, a Ponte Preta abriu o marcador através do camisa 9 Gian Luca. Ele completou um cruzamento vindo da direita se aproveitando de falha geral do setor defensivo do time "local". Agora mais um gol da Macaca e o time estaria na semi. 


Atletas de olho na pelota. Foto: Fernando Martinez. 

O jogo poderia ter se tornado dramático, mas isso não aconteceu, já que a peleja teimava em não se tornar emocionante. Ataques esporádicos, muitos passes errados e pouca inspiração dos atletas, essa foi a tônica até o apito final. Sem nenhuma mudança no marcador, o jogo terminou com a vantagem mínima para o time alvi-negro, resultado que não era suficiente para a classificação. 


Escanteio para o Red Bull no começo da segunda etapa. Foto: Fernando Martinez. 


Venuto, camisa 7 do time do energético, encarando defensor da Macaca. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Red Bull 0-1 Ponte Preta. O resultado colocou a equipe do energético na semi-final pela primeira vez na história. Isso mostra que o trabalho realizado pelo pessoal está sendo muito bem-feito. A equipe agora enfrenta o São Paulo buscando um lugar na grande final. 

Mas o sábado ainda reservava outra decisão de vaga pelo mesmo campeonato. Voltamos para a capital bandeirante com tempo de sobra para almoçar, ir numa livraria e ir num outlet com camisas de times antes da segunda sessão de futebol, que aconteceu no tenso CT do Palmeiras. 

Até lá! 

Fernando

Um comentário:

  1. Se eu bem entendi o Fernando é o último remanescente do clube de malucos que mantinha este blog histórico? É pena... mas a vida é assim mesmo, uma eterna dispersão.

    ResponderExcluir