Procure no JP

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Nacional vence no apagar das luzes e elimina o Cotia da Segundona

Opa, 

Dando uma pausa na minha dose maciça de Jogos Olímpicos, reservei o domingo para uma rodada dupla na capital bandeirante. Na parte da manhã acompanhei uma peleja da última rodada do Grupo 12 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Seguindo com os jogos no Estádio Nicolau Alayon, o já classificado Nacional enfrentou o Cotia, que ainda buscava a sua vaga. 

Acordei tarde, e só a presença do amigo cinéfilo David Libeskind (com L) salvou a foto oficial do Naça. Tudo bem que o time acabou nem jogando com seu tradicional uniforme, já que trocou o mesmo após ter ido ao gramado, mas vale o registro mesmo assim. 


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: David Libeskind. 


Cotia FC - Cotia/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem com o árbitro Leandro Bizzio Marinho, os assistentes Alex Alexandrino e Mauro André de Freitas e o quarto árbitro Douglas Perrone Katayama posando com os capitães dos times. Foto: David Libeskind. 

Na rodada anterior, o time ferroviário perdeu sua fantástica invencibilidade de 11 partidas ao ser derrotado pelo José Bonifácio, mas jogando em casa e já classificado, a promessa era de voltar a vencer. Com oito pontos, o Cotia precisava apenas de um empate para garantir sua vaga. Com um revés, o time somente seria eliminado com uma combinação de resultados. 


Bela homenagem com o pontapé inicial dado por Cavaco, antigo jogador do Nacional. Foto: Fernando Martinez. 

Resolvi acompanhar o ataque local no primeiro tempo. Do lado de fora, acompanhando a peleja do alambrado, o amigo Mílton e a grata presença da fênix Guilherme, o "Frango Selvagem do Rock and Roll", lenda viva do submundo paulistano que não encontrávamos há muito tempo. 


Ataque do Naça pela direita. Foto: Fernando Martinez. 

E foi o sempre agradável bate-papo com os amigos que salvou o tempo inicial. As duas equipes não fizeram uma boa apresentação e não chegaram perto do gol adversário. A única chance digna de ser mencionada aqui foi um bom chute do Cotia em cobrança de falta no último minuto, que obrigou o goleiro Carlão a fazer grande defesa. Só isso. 


Bola alçada dentro da área do Cotia. Foto: David Libeskind. 


Falta marcada para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez. 

O sol chegou no intervalo e resolvemos subir para as cabines de imprensa ver o segundo tempo dali. Ligados nos outros jogos pela internet, fomos acompanhando online a dança de resultados. No gramado da Comendador Souza, o Nacional voltou melhor e o Cotia se preocupou apenas em segurar o empate. 


A zaga nacionalina não deu espaços para o ataque cotiano. Foto: Fernando Martinez. 

A peleja seguiu com o time local criando boas oportunidades com seus rápidos atacantes, mas o gol teimava em não sair. Por ter começado um pouco atrasado, as outras partidas foram chegando ao final e todo o cronograma da terceira fase foi sendo desenhado. Com o empate, a equipe cotiana estava se classificando. 


Falta cobrada por Clayton que passou perto do gol do Cotia. Foto: Fernando Martinez. 

Mas aos 44 minutos o onze local marcou o inesperado gol da vitória. Clayton avançou pelo meio e chutou bem fraco. O goleiro do Cotia Felipe Carvalho resolveu fazer um golpe de vista e viu a pelota entrar devagarinho no seu canto esquerdo. Essa falha acabou eliminando a sua equipe, já que ela ficou em quinto lugar entre os terceiros colocados, perdendo a vaga nos critérios de desempate para o Sport Barueri. 


Rara investida ofensiva do Cotia no tempo final. Foto: Fernando Martinez. 


Falta que o jogador camisa 8 Mairon chutou na lua. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Nacional 1-0 Cotia. O Naça chegou aos 13 pontos nessa segunda fase e agora soma 36 em todo o torneio, fazendo com que o time tenha a terceira melhor campanha geral no certame, atrás apenas de Votuporanguense e Novorizontino. E justamente a equipe de Votuporanga estará com o time da capital no Grupo 14, que também contará com Osasco FC e Sport Barueri. Curiosamente, as três equipes da Grande São Paulo também faziam parte da mesma chave na primeira fase. 

Nessa próxima fase, são 16 times divididos em quatro chaves com quatro times cada. Somente os dois primeiros vão para a quarta e decisiva fase. A tabela já foi divulgada pela FPF e teremos partidas simplesmente sensacionais, sempre contando com a nossa presença. 

Mas o domingo ainda não tinha terminado, e saindo do Nacional fui com o Mílton para o centro de São Paulo e dali seguimos para a Moóca, pois a tarde reservava um joguinho pelo Paulista sub-20 da 1ªdivisão na Rua Javari. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário