Procure no JP

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Meninas do São Vicente vencem a primeira no Paulista Feminino

Salve amigos!

Peço licença mais uma vez, para fugir um pouco do tradicional e apresentar uma partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Paulista de Futebol Feminino de 2011. Por razões pessoais, deixei de acompanhar a última rodada da Segundona, e compareci ao Estádio Espanha, na tarde do último domingo, para ver as eliminadas equipes femininas do São Vicente AC e do CA Mogi das Cruzes, que posaram com exclusividade para as lentes do JP:


São Vicente AC (feminino) - São Vicente/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


CA Mogi das Cruzes F (feminino) - Mogi das Cruzes/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Arbitragem comandada pela simpática e atenciosa Regildenia de Holanda Moura, João Guilherme Lopes e Débora Moraes dos Santos, com capitãs Dani (SV) e Rubia (Mogi). Foto: Estevan Mazzuia.


Foto panorâmica da partida. Foto: Estevan Mazzuia.

Inicialmente marcada para o Estádio Mansueto Pierotti, a partida foi transferida em virtude da interdição do estádio particular, por conta das péssimas condições do gramado, tema, aliás, de vários posts por lá. Curioso é que a diferença entre os gramados do Mansueto e do Espanha, pelo que observei, é a presença de um pincel no lamaçal da Caneleira. Esperança de que pintem partidas melhores por lá?


Detalhe do gramado do não-interditado Estádio Espanha, e do pincel encontrado por lá: seria a salvação? Fotos: Estevan Mazzuia.

Antes mesmo da bola rolar, a partida já mereceu o selo JP: por falta de aparelhagem de som no estádio, o Hino Nacional foi entoado à capela pelas atletas e pela arbitragem, em um belo e entrosado (ao menos a partir da segunda estrofe) uníssono, de fazer inveja à nossa seleção principal. Ao final, as garotas agradeciam as contra-capas dos cadernos de história.


Escanteio para o São Vicente. Foto: Estevan Mazzuia.

Com 14 derrotas em 14 partidas, as meninas de São Vicente entraram em campo resolvidas a mudar sua sorte. Mas a primeira grande chance da partida foi das visitantes, por meio de Cibelle, que fez boa jogada pela direita e bateu forte, aos 10 minutos, para a defesa da arqueira Rita.


Joice (11) em uma de suas diversas tentativas. Foto: Estevan Mazzuia.

Dois minutos depois, Joice completou para as redes, após cruzamento da esquerda, em favor das anfitriãs. O jogo seguiu com uma forte pegada, raramente vista em disputas masculinas, mas as condições do gramado dificultavam diversas tentativas de criação de ambos os lados.


Yamara (5) observa lance da primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

O onze da Grande São Paulo chegou perto do empate em jogada de Tatiana Barbosa, pela direita, mas as vicentinas ampliaram aos 33 minutos: Victoria (camisa 6) caiu pela esquerda sozinha e bateu cruzado para o gol. Débora falhou ao não conseguir segurar a bola e acabou encoberta.


Detalhe do segundo gol vicentino. Foto: Estevan Mazzuia.

O segundo gol encheu de ânimo a equipe, que ampliou dois minutos depois, com Joice, após contra-ataque armado pelo lado direito. A mesma Joice deu números finais ao placar da primeira etapa, com persistência, acreditando em um bate-rebate dentro da área, e driblando a goleira Débora antes de sacudir as redes.


Ataque vicentino na segunda etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

Apesar do placar de 4 a 0 no primeiro tempo, a chuva fria e as condições do gramado impediram um jogo melhor na segunda etapa. Segunda etapa que começou com novos gandulas, em virtude da expulsão de dois deles, por terem sido flagrados fumando e falando ao celular durante a partida.


Victoria (de preto), marcadora do segundo tento vicentino, em lance da segunda etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

Mesmo com as condições adversas, o time da Baixada aproveitou o embalo e conseguiu o quinto gol logo aos 2 minutos: Joice recebeu a pelota na entrada da área e tocou na direita, para Michelle, que havia entrado no intervalo, fuzilar Débora.


Victoria novamente tenta a sorte dentro da área. Foto: Estevan Mazzuia.

O São Vicente continuou mandando na partida, mas lá pelos 25 minutos o Mogi começou a ir ao ataque e conseguiu seu gol de honra aos 33 minutos, com Cibelle, de cabeça após cruzamento da esquerda. Fraquinha, a bola encobriu a goleira Rita, que ainda estava com o uniforme limpinho.

Não houve tempo para mais nada: fim de jogo, São Vicente 5x1 Atlético Mogi, resultado que apenas preenche a tabela do campeonato, mas premia a garra das meninas vicentinas. Muitas têm qualidade e as duas equipes devem ser estimuladas a seguir investindo no futebol feminino. Foi isso.

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário