Procure no JP

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Juventus e Olé Brasil empatam sem gols pelo Paulista sub-17

Fala, pessoal!

Tenho o enorme prazer de "inaugurar" o jogosperdidos.com trazendo a vocês os jogos em que o JP esteve presente nesse último final-de-semana. Acordei cedo no sábado para acompanhar a primeira rodada da segunda fase do Campeonato Paulista sub-17. A pedida foi seguir até o Estádio Conde Rodolfo Crespi para o inédito confronto entre Juventus e Olé Brasil, pelo Grupo 11 da competição.

Acordei bem cedo, mas acabei parando na frente da TV para ver um filme que não via há tempos. Como não existe hora ou momento específicos para se ver um filme bom na televisão, me acomodei no sofá na fria manhã. Fiquei até o famoso "The End" ligado na película, e com isso, acabei saindo atrasado de casa e cheguei na Javari em cima da pinta. Mas nada que atrasasse as fotos oficiais.


CA Juventus (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Olé Brasil FC S/A (sub-17) - Ribeirão Preto/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da partida e capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Na primeira fase do certame, o Juventus se classificou como um dos melhores quartos colocados, enquanto o time de Ribeirão Preto foi líder da sua chave, e ainda por cima terminou a fase invicto. O jogo prometia bastante. Ah, vale registrar que as equipes fazem parte do Grupo 11 junto com Itapirense e São Paulo.

De dentro do campo vi os amigos Alfredo, Luiz e Sérgio na parte coberta da Javari, animadíssimos com a classificação do time. Resolvi acompanhar o ataque visitante durante a metade inicial do primeiro tempo. E não me arrependi, pois o jogo se concentrou no ataque do Olé Brasil durante esse período.


Ataque do time de Ribeirão Preto no comecinho da partida. Foto: Fernando Martinez.


Boa cobrança de falta para o Olé Brasil. Foto: Fernando Martinez.

Mas apesar de criar ótimas chances de gol, infernizando a zaga grená, o time visitante não conseguiu abrir o marcador durante esse domínio. Aos poucos o Moleque Travesso foi vendo que o bicho não era tão feio assim, se soltou e deixou tudo bastante equilibrado. Boas chances foram vistas por ambos os lados, numa partida de bom nível técnico.


Pela esquerda, agora era a vez do Juventus cruzar a pelota na área. Foto: Fernando Martinez.

O Olé Brasil chegou bem perto de inaugurar o placar por duas vezes, uma delas aonde um zagueiro grená salvou em cima da linha. O Juventus teve sua melhor oportunidade no minuto final, em ótima cabeçada também salva em cima da linha. No intervalo, o jogo estava empatado sem gols.


Ótima jogada dos visitantes ao final do tempo inicial. Foto: Fernando Martinez.

Conversei bastante com os amigos presentes na Javari no intervalo de jogo, e fui curtir o segundo tempo das tribunas de imprensa. O panorama da partida mudou bastante, já que o Juventus se lançou ao ataque, sem dar espaços ao Olé Brasil. A equipe do interior paulista tentava aproveitar o espaço dos contra-ataques, mas não teve sucesso.


Outra oportunidade do Moleque Travesso em cobrança de falta, agora no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

O jogo ia seguindo para o seu final e o placar não era alterado. A zaga do Olé Brasil deixava espaços enormes para o ataque paulistano, mas para desespero da torcida presente, o Juventus não soube se aproveitar disso. Nos minutos finais do segundo tempo, a torcida reclamou muito de algumas marcações do árbitro da partida. O Olé Brasil segurava o placar às vezes com violência, e a distribuição de cartões ficou abaixo do desejado.


Ataque do Olé Brasil pela direita. Foto: Fernando Martinez.

E no final não teve jeito mesmo: Juventus 0-0 Olé Brasil. Além de ser o resultado mais desanimador do futebol, o Moleque Travesso vacilou e perdeu dois pontos em casa. Nessa fase de tiro curto, aonde dois se classificam, isso pode se tornar fatal. No outro jogo da chave, o São Paulo venceu a Itapirense por 3x0, e já é líder.

Morrendo de fome, fui fazer uma nababesca refeição com os amigos Alfredo e Luiz num grill do lado da Javari, afinal, saco vazio não pára em pé. Satisfeito, rumei para a Barra Funda, aonde fui acompanhar meu segundo jogo do dia.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário