Procure no JP

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Primavera vacila em casa e fica fora da próxima fase da Segundona

Olá,

No último domingo pela manhã, foi realizada a 14ª rodada (última) da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, na qual iriam ser definidos os últimos classificados à próxima fase da competição. Diante disso, acabei optando em acompanhar uma partida decisiva para definição do quarto classificado do Grupo 4.

A partida escolhida foi E.C. Primavera x Cotia F.C., que foi realizada na cidade de Indaiatuba, no Estádio Ítalo Mário Limongi. Aliás, no primeiro turno, tive a oportunidade de conferir esse mesmo confronto na cidade de Cotia, válido pela 7ª rodada e que terminou com o placar de 4 x 2 a favor do time de Indaiatuba.

O time visitante entrou em campo tranquilo, pois já estava classificado para a segunda fase. Iria apenas cumprir tabela e, visando preservar os principais atletas, foi para o jogo com apenas 2 titulares. O time da casa, pisou no tapete verde situado na 4ª posição, com 19 pontos, com apenas um a mais em relação ao seu perseguidor direto, o Capivariano (5º colocado com 18 pontos), que iria jogar fora de casa, contra o eliminado Atibaia. Portanto, uma simples vitória daria a classificação ao Primavera, sendo que até mesmo o empate ou a derrota lhe daria a vaga, desde que o Capivariano não vencesse.

A viagem foi tranquila e rápida, me permitindo chegar ao meu destino com larga folga de tempo e, sendo assim, fiquei conversando um tempão com os amigos da Rede Vida. Depois disso, fui para o centro do gramado e aguardei a entrada dos protagonistas da partida, visando fazer as fotos oficiais, as quais estão apresentadas abaixo:


E.C. Primavera - Indaitauba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Cotia F.C. - Cotia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de árbitros comandado por Rodrigo Guarizo F. do Amaral ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna.


A sempre simpática presença feminina desempenhando o papel de gandula. Foto: Orlando Lacanna.

Como já era esperado, o Primavera saiu com tudo para o ataque, porém encontrou uma retranca daquelas, que dificultava enormemente as ações do ataque tricolor. A primeira grande chance dos anfitriões, aconteceu na marca dos 14 minutos, numa cabeçada de Felipe Andrade que raspou o poste esquerdo da meta do Cotia.


Ataque aéreo da Primavera no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

O ferrolho armado pelo Cotia, permitia ao Primavera manter a posse da bola por quase todo tempo, porém não encontrava espaço para penetrar e chegar próximo ao gol. Para complicar ainda mais a situação primaverina, os seus meias não estavam numa manhã inspirada e, com isso, as dificuldades para alimentar os atacantes eram maiores.


Atacante do Primavera cercado pela zaga do Cotia. Foto: Orlando Lacanna.

Somente aos 31 minutos, o Primavera levou relativo perigo à meta defendida por Adriano, num arremate do lateral Alex que passou por cima do travessão. No finalzinho da primeira etapa, aos 44 minutos, o centroavante Daniel Grando tentou o gol, mas novamente a zaga visitante conseguiu desviar para escanteio, cuja cobrança não deu em nada.

Pode-se resumir o primeiro tempo, como tendo sido uma etapa em que um time tentava atacar (Primavera) e o outro (Cotia) só se defendia. A missão dos visitantes foi facilitada, por conta da jornada não muito feliz dos meias tricolores (já citei isso) e também pela falta de definição dos atacantes. Foi um primeiro tempo de um time só, que não soube traduzir em gols a sua flagrante superioridade territorial e, sendo assim, o placar ficou mudo. Naquele momento, o Primavera estava classificado, pois o Capivariano também empatava em 0 x 0 com o Atibaia. Ficava a expectativa da definição da vaga para o segundo tempo.

A segunda etapa teve início e, logo aos 3 minutos, o Primavera chegou com perigo, através de uma jogada do meia Generozo, que invadiu pelo meio e na hora da conclusão, a zaga conseguiu desviar para escanteio. A partir dessa jogada, o Primavera conseguiu três escanteios consecutivos em menos de um minuto, cujas cobranças não resultaram em muita coisa.


Mais uma jogada aérea do ataque do Primavera, agora no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

O domínio territorial do Primavera era cada vez mais acentuado e, finalmente aos 8 minutos, a bola balançou a rede do Cotia, num gol anotado por Neto, que aproveitou cruzamento rasteiro vindo da direita, com a zaga do Cotia não conseguindo neutralizar.

Em desvantagem no marcador, o Cotia, mesmo só cumprindo tabela, foi pra frente e deu calor ao sistema defensivo primaverino, tanto que, na marca dos 16 minutos, o camisa 5 Mineiro, soltou uma bomba que o goleiro Bruno espalmou na base do reflexo, assustando os torcedores locais.


Agora uma jogada aérea do ataque do Cotia. Foto: Orlando Lacanna.

Por volta dos 17 minutos, chegava a informação que o Capivariano havia aberto o placar em Atibaia, sendo que a vitória parcial do time de Capivari, obrigava o Primavera a conquistar os três pontos. A partir daí, os tricolores assumiram uma postura de querer definir a fatura, marcando logo outro gol, visando não correr risco de sofrer o empate. Aos 19 minutos, o "Fantasma da Ituana", quase chegou ao seu segundo gol, num tirambaço de Felipe Andrade, que explodiu contra o poste direito da meta adversária.


Bola indo de encontro ao poste direito da meta do Cotia, após arremate de Felipe Andrade. Foto: Orlando Lacanna.

Dava para notar a presença de nervosismo junto aos atletas e torcedores locais, uma vez que o segundo gol não saía, havendo o perigo de sofrer o empate, como aconteceu aos 28 minutos, numa conclusão muito perigosa do camisa 10 Alberto que foi desviada na hora H. Aos 34 minutos, o autor do gol, Neto, teve outra boa chance, mas a conclusão foi defeituosa e a chance foi embora. A torcida local começava a demonstar preocupação.

Para aumentar ainda mais a preocupação tricolor, aos 36 minutos, o camisa 5 André Negão, recebeu o segundo cartão amarelo e foi tomar banho mais cedo, deixando sua equipe com um homem a menos. Três minutos depois, o Primavera mandou outra bola contra o poste direito, agora num arremate de Generozo. Parecia que a manhã não era das melhores para o time da casa.

O Cotia que não tinha nada a perder, jogava com tranquilidade e acabou chegando ao empate, aos 40 minutos, num gol anotado por João Carlos, que livre de marcação, mandou a bola no alto da meta defendida por Bruno, num arremate desferido da meia-direita, calando a preocupada torcida da casa.


Detalhe do gol de empate do Cotia no fim da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Os minutos finais foram eletrizantes, com o Primavera indo com tudo e o Cotia só se segurando, sendo que o camisa 5 Mineiro, do Cotia, também recebeu o cartão vermelho aos 43 minutos. Apesar dos esforços do time da casa, a partida foi encerrada com o placar de Primavera 1 - 1 Cotia, resultado que eliminou o Primavera e classificou o Capivariano que acabou vencendo o Atibaia por 2 x 0.

O time de Capivari fará parte do Grupo 7, ao lado de Bandeirante, Guariba e Guaçuano, sendo que a sua estreia na segunda fase ocorrerá em 6/8, jogando em casa contra o Bandeirante de Birigui. Por outro lado, o Cotia fará parte do Grupo 8, ao lado de Palmeirinha, Barretos e ECUS, iniciando a sua jornada também em 6/8, em casa, enfrentando o Palmeirinha de Porto Ferreira.

Fim de jogo e um aparente retorno tranquilo para São Paulo, mas que se tornou uma correria de repente, pois mudei os planos indo a outro jogo, numa cidade da Grande São Paulo. Tudo isso graças a um problema de saúde do colega Fernando, que felizmente já está recuperado. Apesar do pouco tempo para me deslocar de uma cidade para outra, deu certo e cheguei a tempo. A história desse jogo será contada logo mais. Aguardem...

Abraços,

Orlando

3 comentários:

  1. Bela matéria a respeito do futebol do nosso interior. Pena que o Primavera não conseguiu a classificação, mas a justiça foi feita, já que a equipe não conseguiu traduzir sua superioridade em gols. Abraços e parabéns pela matéria! Pude acompanhar um pouco de suas palavras pela Rede Vida, e espero que continue valorizando o esporte do nosso interior!

    ResponderExcluir
  2. acompanhei o jogo pela redevida, o primavera perdeu uma boa chance de se classificar, embora tenha sido bem irregular durante a competicao

    ResponderExcluir
  3. Em 1° lugar gostaria de parabeniza-los : Sr° Orlando , Fernando e todos do JP por essa "nova casa" , o site já era ótimo e com esse novo layout ficou melhor ainda , com esses links ao lado está até mais fácil encontrar as matérias desejadas . Espero que cada vez mais as pessoas conheçam e prestigiem o trabalho de vocês , o qual tenho imensa admiração . Quanto ao jogo em questão , o Primavera caiu para o time reserva do Cotia . Ñão teve competência de ganhar para garantir seu próprio destino jogando em seus domínios . Pelo que jogou não mereceu mesmo passar para a segunda fase . A segunda divisão ficará ainda mais emocionante com o afunilamento seguinte só vão restar times realmente que estiverem apresentando melhor futebol e maior regularidade nas partidas . Vamos ficar de olho ! Um abraço a todos .

    ResponderExcluir