Procure no JP

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Cotia vence o Palmeirinha no começo do Grupo 8 da Segundona

Fala, pessoal!

Depois de acompanhar a estreia de São Bernardo e Jacareí na segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão na noite de sexta-feira, o sábado me reservou o primeiro jogo de Cotia e Palmeirinha nessa nova fase da competição. O palco do duelo foi o Estádio Euclides de Almeida, e a peleja foi válida pelo Grupo 8, que também conta com ECUS e Barretos.

Estava planejando seguir de ônibus até a cidade da Grande São Paulo, mas de última hora tive o prazer da companhia do seu Natal na jornada. Saímos da capital paulista com muito calor e com bastante antecedência. Depois de pouco mais de uma hora de viagem, chegamos sem percalços no simpático estádio. E mais uma vez fiz as fotos oficiais da partida.


Cotia FC - Cotia/SP. Foto: Fernando Martinez.


SE Palmeirinha - Porto Ferreira/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães das equipes (notem que o capitão do Palmeirinha é o veteraníssimo Adinam), o árbitro Leonardo Ferreira Lima e os assistentes Carlos Augusto Júnior e Claudenir Donizeti da Silva posando de forma exclusiva para o JP. Foto: Fernando Martinez.

Além de ser um confronto inédito, fiz questão de acompanhar essa peleja por dois motivos. Primeiro pelo fato de ser muito legal ver a cidade de Cotia classificar uma equipe para outra fase num campeonato profissional depois de muitos anos de ausência. E segundo pois tinha visto a equipe de Porto Ferreira apenas duas vezes in loco. Uma em 2002 contra o ECUS e outra em 2007, quando jogou contra o Velo Clube em Rio Claro (jogo que teve post no JP).


Zagueiro do Palmeirinha correndo para evitar a saída de bola pela linha de fundo. Foto: Fernando Martinez.

Um bom público se fez presente no Euclides de Almeida, todos animados com a boa campanha do clube e confiantes na vitória. O começo de partida foi concentrado no meio de campo, mas aos poucos os locais foram se soltando, e passaram a criar boas chances, fazendo o veterano goleiro Adinam trabalhar bastante.


Ataque do Cotia com a firme marcação da zaga alvi-verde. Foto: Fernando Martinez.


O veterano Adinam saindo para fazer a defesa. Foto: Fernando Martinez.

O Palmeirinha se segurava na defesa e tentava criar algo nos contra-ataques, mas não teve sucesso. Aos 28 minutos o Cotia acabou fazendo prevalecer seu domínio e marcou o primeiro gol da quente tarde. Após boa jogada pela esquerda, a bola foi cruzada na área. A zaga do alvi-verde interceptou o lance, mas o rebote ficou para o camisa 10 Douglas Gomes, que driblou um defensor e chutou forte no canto esquerdo de Adinam.


Início da jogada do primeiro gol do Cotia na partida. Foto: Fernando Martinez.

Atrás no placar, o Palmeirinha resolveu então se lançar ao ataque, e a partir daí criou boas oportunidades para chegar à igualdade. Aos 39 minutos aconteceu a melhor chance, num chutaço de fora da área de Emerson em que o arqueiro Felipe Carvalho fez milagre e mandou a pelota para escanteio. O primeiro tempo acabou com o time visitante melhor, mas com a vantagem mínima para os donos da casa.


Falta para o Palmeirinha pela esquerda no final da etapa inicial. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo a fome apertou, e então fui saborear o delicioso pastel de queijo que é vendido no estádio. De acordo com pesquisas entre os experts do ramo, a iguaria de Cotia fica em segundo lugar do estado, apenas atrás dos pastéis que são servidos na cidade de Sorocaba, e deixando na terceira posição o quitute servido no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Entre uma mordida e outra, conversei também com o amigo Syller, mais uma vez curtindo um jogo do Cotia in loco.


Lance do jogo Cotia x Palmeirinha. Foto: Fernando Martinez.

Na volta para o segundo tempo, continuei acompanhando de perto o ataque cotiano. Mas quem voltou dominando as ações ofensivas foi o Palmeirinha. O time jogava melhor e envolvia a defesa local com uma troca de passes sempre de grande qualidade. Aos 16 o onze de Porto Ferreira quase deixou tudo igual, mas a zaga do Cotia salvou em cima da linha. Só que aos 23 não teve jeito, e o Palmeirinha empatou o jogo. Em ataque preciso pela esquerda, a bola foi cruzada para o meio da área, e encontrou o jogador Pedrão livre para escorar e chegar à igualdade.


Ataque do Cotia. No lance, o goleiro Adinam teve que praticar ótima defesa. Foto: Fernando Martinez.

O empate era tudo que o time visitante queria, mas um desastre para os locais. O Cotia então acordou e voltou a assustar a zaga adversária. Não demorou muito para que o segundo gol dos donos da casa chegasse. Numa perfeita cobrança de escanteio aos 30 minutos, o jogador Jeferson apareceu no meio da zaga alvi-verde para cabecear firme e deixar o Cotia de novo na frente do placar.


Lance do segundo gol do Cotia, com o jogador Jeferson cabeceando no meio de dois zagueiros do Palmeirinha. Foto: Fernando Martinez.

Nos minutos finais o Palmeirinha de novo correu atrás do empate, mas dessa vez a zaga cotiana trabalhou bem e não deixou que o bom time de Porto Ferreira marcasse o segundo. Final de jogo: Cotia 2-1 Palmeirinha. Ótima vitória do time da Grande São Paulo e que deixa a equipe na liderança da chave após a primeira rodada da segunda fase. Mas o Palmeirinha mostrou grande qualidade, e talvez o empate fosse um resultado mais justo. De qualquer forma, ainda faltam cinco jogos, e com 15 pontos em disputa tudo pode mudar.

Eu e o seu Natal depois voltamos para São Paulo com muito trânsito na Raposo Tavares e nas avenidas da Zona Sul. Demorei demais para chegar em casa, mas ainda encontrei ânimo para mais um jogo, agora no domingo.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário