Procure no JP

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Red Bull vence Juventus e garante acesso à Série A2

Olá,

Depois de ter acompanhado no sábado à tarde a partida União Mogi x Primeira Camisa, válida pela Segundona e cujo post já está publicado, no domingo pela manhã voltei a botar o pé na estrada e segui rumo à cidade de Campinas para conferir a partida Red Bull F.E.L. x C.A. Juventus que valeu pela última rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Série A3, cujo palco foi o Estádio Moisés Lucarelli.

Esse confronto era decisivo para o time campineiro definir a conquista do acesso, pois uma vitória simples garantiria a sua participação na Série A2 de 2.011. Aliás, até com um empate poderia subir, mas, nesse caso, dependeria do resultado do outro jogo de grupo, que envolveu o Palmeiras B versus o Penapolense. Por outro lado, ao Juventus só caberia o papel de cumprir tabela e tentar se despedir da competição com um bom resultado. 

Como saí bem cedo de São Paulo, fiz uma viagem tranquila, chegando ao meu destino com tempo de sobra para armar o esquema das fotos posadas, obter as escalações e ainda bater um papo com o pessoal do Red Bull e da FPF. O tema principal da conversa foi a confusão que aconteceu na noite anterior em Ribeirão Preto, envolvendo o jogo Comercial x XV de Piracicaba, que acabou com invasão de campo e agressões.

Bem, agora sem mais demora vamos com as fotos oficiais da partida, as quais estão apresentadas abaixo:


Red Bull F.E.L. - Campinas/SP. Foto: Orlando Lacanna. 


C.A. Juventus - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna. 


Quarteto de arbitragem com o árbitro Robinson José de Góes, os assistentes Hilton Francisco de Melo e Maria Núbia Leite e o quarto árbitro Douglas Marcucci acompanhado pelos capitães dos dois times. Foto: Orlando Lacanna. 

A partida foi iniciada e rapidamente o Red Bull foi ao ataque, criando dois bons momentos aos 2 e 4 minutos em cobranças de faltas cujos cruzamentos levaram perigo ao setor defensivo juventino. Aos 14 minutos o Red Bull chegou mais uma vez com perigo, agora numa ótima arrancada de Alex Rafael pela direita, que cruzou para trás e pegou o meia Hudson de frente, mas o arremate final do meia não foi bom e a chance foi embora. 


Jogada pelo alto do ataque do Red Bull. Foto: Orlando Lacanna. 

O domínio das ações era todo do Red Bull, que não dava espaço para o Juventus tentar alguma coisa no seu campo de ataque. Além disso, o time avinhado facilitava a missão do adversário, pois jogava com muita lentidão e quase não agredia a defesa do time azul. O domínio do Red Bull resultou na inauguração do placar aos 18 minutos, num gol de cabeça do artilheiro Henan, aproveitando cruzamento vindo da direita em cobrança de escanteio. 


Detalhe do gol do Red Bull, anotado por Henan. Foto: Orlando Lacanna. 

Em vantagem no marcador, o Red Bull deu uma segurada e com isso o ritmo da partida caiu, tornando o jogo meio morno. Dessa forma, o Juventus procurou aproveitar a parada do adversário indo mais à frente, mas não conseguiu construir jogadas que pudessem de fato assustar a defesa dos donos da casa e dessa forma o intervalo chegou com a vantagem mínima a favor do Red Bull, que ainda tinha 45 minutos de luta para confirmar a promoção à Série A2.


Um dos poucos ataques do Juventus na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna. 

Durante o intervalo, percebi uma certa preocupação do pessoal ligado ao Red Bull, pois naquele momento o Penapolense estava vencendo (2 x 0) o Palmeiras B e se marcasse mais dois gols, passaria o saldo do Red Bull, que não poderia empatar senão o acesso iria para o espaço. A pedida era liquidar a fatura logo no reinício da partida visando não correr maiores riscos. O jeito era aguardar o que iria acontecer na segunda etapa.

A bola voltou a rolar e o Red Bull foi com tudo para cima da defesa juventina, tendo criado uma boa chance aos 2 minutos nos pés de Alex Rafael, que se precipitou no lance, pois podia avançar mais para o interior da área e acabou concluindo errado.


Alex Rafael avançando e desperdiçando boa chance no começo da etapa final. Foto: Orlando Lacanna. 

Após o primeiro ataque mais perigoso do Red Bull, a partida assumiu um ritmo mais cadenciado, com o Juventus não incomodando no ataque e os anfitriões mantendo o domínio e de vez em quando chegava com perigo na área juventina, como aconteceu aos 11 e 24 minutos, em jogadas de Willian César e Oliveira, sendo que no primeiro lance o goleiro avinhado Fábio fez boa defesa e o segundo a bola foi cabeceada para fora passando muito perto do gol.


Outro ataque do Red Bull com a participação de Alex Rafael. Foto: Orlando Lacanna. 


Oliveira desperdiçando ótima chance de aumentar o placar. Foto: Orlando Lacanna. 

A partida já se aproximava do final com a torcida local fazendo a festa, quando chegou a informação que o Penapolense estava derrotando (4 x 0) o Palmeiras B e com isso se houvesse um vacilo do Red Bull permitindo o empate, o acesso iria escapar. Aliás, justamente nos últimos minutos o Juventus levou perigo em dois momentos, aos 37 e 42 minutos em jogadas de Herberty e Alessandro, sendo que na primeira jogada, o goleiro Luiz Fernando praticou uma defesa espetacular e na segunda, a cabeçada foi para fora, mas assustou bastante. 

Final de jogo com o placar registrando Red Bull Brasil 1 - 0 Juventus, que garantiu o acesso do time da casa ao segundo escalão do futebol paulista, conquistando a segunda promoção seguida, uma vez que foi o Campeão da Segundona de 2.009. Junto com o Red Bull, também jogarão a Série A2 do próximo ano o Palmeiras B, o XV de Piracicaba e a Ferroviária de Araraquara. O título será decidido em dois confrontos entre o Red Bull e a Locomotiva, que jogarão em 15/5 em Araraquara e em 23/5 em Campinas. O Red Bull tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais. 

Assim que o árbitro encerrou a partida, os atletas e comissão técnica iniciaram uma festa no interior do gramado, comemorando com muita alegria junto com a torcida presente. Deixo aqui meus cumprimentos aos atletas, comissão técnica, dirigentes e torcedores pela conquista do acesso. Parabéns a todos.


Goleiro Luiz Fernando agradecendo aos céus pela conquista. Foto: Orlando Lacanna. 


Festa dos atletas ainda no gramado. Foto: Orlando Lacanna. 


Agora a comemoração com a bandeira da torcida "Toros Loko". Foto: Orlando Lacanna. 


Mais alegria ainda no gramado. Foto: Orlando Lacanna. 

Fim de jogo e de comemoração e lá fui eu de volta para a estrada, retornando para a Capital levando na bagagem a satisfação de ter acompanhado ao vivo mais uma conquista de acesso, envolvendo uma competição que o JP se fez presente em diversos jogos. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário