Procure no JP

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Massacre do São Paulo pelo Paulista sub-17 na Javari!

Opa,

O segundo jogo na sessão matutina do último sábado no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari, agora foi válido pelo Campeonato Paulista sub-17. Novamente entraram em campo os times do Juventus e do São Paulo. O Tricolor Paulista buscava uma nova vitória em cima do Moleque Travesso para fazer "barba e cabelo" na rodada.

Antes mesmo do apito final do jogo do sub-15, já estava de volta ao gramado juventino para as fotos oficiais do segundo jogo. Agora elas seguem aqui no JP de forma exclusiva:


CA Juventus (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


São Paulo FC (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães do Moleque Travesso e do Tricolor posando para o JP junto com o trio de arbitragem. Foto: Fernando Martinez.

Diferente da partida preliminar, esperava um jogo mais complicado para o São Paulo nesse duelo juvenil contra o Juventus. A equipe da Mooca seguia na posição intermediária da tabela com cinco pontos, e mesmo sendo líder do grupo - com a mesma pontuação do CA Diadema, mas ganhando no saldo de gols - o São Paulo teoricamente teria dificuldades jogando fora de casa.

E novamente com a companhia do amigo Alfredo, vi um belíssimo jogo de futebol na Javari. O Juventus começou marcando forte o São Paulo, só que o Tricolor mostrou sua força aos 6 minutos num golaço do jogador Henrique. Ele acertou um chute de primeira quase da intermediária e colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro André.


Saída do goleiro juventino em ataque do São Paulo pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Moleque Travesso não sentiu o gol e conseguiu jogar de igual para igual durante quase todo o primeiro tempo. A melhor chance do time da casa veio aos 21 minutos numa bela jogada do camisa 11 Leandro. Ele driblou de forma precisa dois defensores do São Paulo e tocou forte de dentro da grande área, mas a bola foi caprichosamente bateu na trave direita do goleiro Felipe. A resposta do Tricolor veio com duas ótimas chances aos 30 e aos 33 minutos em chutes de Patrick e Guilherme.

O jogo seguia com a vantagem mínima para os visitantes, e somente nos acréscimos da primeira etapa o lance que mudou a sorte do jogo aconteceu. Numa enfiada de bola em profundidade, a zaga juventina pediu impedimento e viu o atacante Patrick correr sem marcadores em direção ao gol grená. Ele driblou o goleiro André, e quando iria marcar o segundo foi derrubado pelo arqueiro juventino. Pênalti indiscutível e expulsão do goleiro grená. Na cobrança, o camisa 9 Patrick não bobeou e marcou o segundo para o São Paulo.


O atacante Patrick driblando o goleiro, que o derrubaria segundos depois e seria expulso da partida. Foto: Fernando Martinez.


Segundo gol do São Paulo na partida, nos acréscimos do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Ainda com o jogo nos acréscimos, o São Paulo aproveitou o lapso momentâneo da razão na equipe juventina e conseguiu o terceiro. O time visitante roubou a bola na saída de jogo e depois de boa troca de passes aconteceu a finalização certeira do camisa 9 Patrick. O time do Morumbi ainda poderia ter chegado ao quarto gol antes mesmo do final da primeira etapa, mas o árbitro encerrou o jogo na hora em que um dos atacantes são-paulinos chutava para estufar as redes juventinas mais uma vez. De qualquer forma, intervalo de jogo e 3x0 para o time visitante.


Ataque grená no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo veio com o Juventus tentando juntar os cacos e buscando um melhor resultado. O time da Móoca conseguiu segurar o ataque são-paulino até os 15 minutos, mas daí para frente vimos um massacre do onze tricolor na Javari. O ataque da equipe é de altíssima qualidade e sabe tocar a bola de forma precisa, sem firulas ou passes desnecessários. O quarto gol veio num desses ataques incríveis da equipe visitante, em mais uma finalização do camisa 9 Patrick.


Um dos inúmeros ataques do rápido ataque tricolor na segunda etapa. Foto: Fernando Martinez.

Aos 23, o quarto gol de Patrick e o quinto do São Paulo veio após bom passe de Filipe Santos. Aos 29, o Juventus teve a chance de fazer seu gol de honra, mas o jogador Leandro chutou um pênalti nas mãos do goleiro Felipe. O São Paulo chegou ao sexto gol logo em seguida, através de finalização de Hugo Leonardo, fazendo mais um golaço por lá. O sétimo veio com Ademílson aos 35 minutos e no apagar das luzes o tricolor fez o oitavo, com o camisa 16 Mirrai.


Pênalti perdido pelo jogador Leandro, camisa 11 do Juventus. Foto: Fernando Martinez.


A dúvida do amigo Levi, que faz as locuções na Javari e cuida do placar: "Será que coloco o "8" ou espero ver se sai mais gols?". Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Juventus 0-8 São Paulo. Vitória com "V" maiúsculo do time do Morumbi, mostrando ser uma das forças indiscutíveis do campeonato. A equipe continua na liderança do Grupo 7, com o mesmo número de pontos do CA Diadema, mas melhor no saldo de gols. Para o Juventus, que tem um bom time, fica o alerta para que apagões não podem acontecer, pois a equipe estava equilibrando as ações quando tinha onze contra onze no gramado. O time agora cai para a sexta colocação da Chave.

Rodada dupla finalizada e lá fui eu para o centro de São Paulo fazer aquela boquinha "eshperta" nas lanchonetes gordurosas da região. Devidamente satisfeito, segui para o terceiro jogo do dia, uma partida mais do que esperada pelo pessoal do JP!

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário