Procure no JP

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Primavera vence e chega ao G4 do seu grupo na Segundona

Olá,

Finalizando meu roteiro futebolístico de quatro jogos, saí de Campinas no último domingo após ter visto de perto o jogo que ratificou o título de Campeão da Série A3 ao Red Bull Brasil e segui viagem até a simpática cidade de Indaiatuba. Me dirigi ao Estádio Ítalo Mário Limongi, também conhecido como "Gigante da Vila", para acompanhar a partida E.C. Primavera x SEV/Hortolândia, válida pela quarta rodada da primeira fase do Grupo 4 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. 

Esse jogo representava uma ótima chance para as equipes melhorarem os números das suas campanhas, pois antes do início da rodada, ambas tinham conseguido uma vitória em três jogos, tendo sido derrotadas em duas oportunidades, sendo que dessa maneira cada uma entrava em campo com três pontos ganhos em nove possíveis.

Chegando ao estádio, a minha primeira ação foi procurar algum representante do time de Hortolândia, com o objetivo de esclarecer porque os mandos de jogos passaram a ser em Indaiatuba, bem como sobre possível mudança de sede.

A assessoria de imprensa informou que o estádio em Hortolândia está interditado por falta de alguns laudos e, dessa maneira, a SEV foi obrigada a encontrar um outro local para exercer os seus mandos de jogos e alternativa foi a cidade de Indaiatuba. Com relação a uma possível mudança de sede, consegui apurar que em 2.010 nada vai acontecer, pois a sede oficial continuará sendo Hortolândia, porém os mandos dos jogos continuarão em Indaiatuba. Para o futuro, irão aguardar os acontecimentos para uma tomada de decisão. 

O fato de a SEV passar a mandar seus jogos em Indaiatuba criou uma situação curiosa, pois quando da realização do jogo de volta entre essas duas equipes, novamente em Indaiatuba, o mando será da SEV e o "visitante" será o real dono da casa. Coisas de uma nova era no futebol. 

Depois de tudo esclarecido, fui para o gramado e aguardei a entrada dos times e dos árbitros para fazer as costumeiras fotos oficiais, as quais são exclusivas e estão apresentadas abaixo: 


E.C. Primavera - Indaiatuba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Social Esportiva Vitória - Hortolândia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


O árbitro Alessandro da Silva Balieiro, os assistentes Fábio Luiz Freire e João Edilson de Andrade e o quarto árbitro Márcio Adriano Silva posam junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

Bola rolando e o Primavera assumindo o controle das ações, não permitindo que a SEV passasse do meio de campo. Logo aos 4 minutos, o "Fantasma da Ituana" teve um pênalti a favor e poderia com isso inaugurar o placar, mas o avante Mirandinha mandou a bola para fora, decepcionando os torcedores locais. 


Pênalti desperdiçado pelo Primavera no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Apesar do desperdício do pênalti, o Primavera continuou absoluto no jogo, dominando territorialmente e criando sucessivas chances para inaugurar o placar, mas acabava esbarrando ora na precipitação nas conclusões, ora nas boas defesas do goleiro Pablo.


Boa defesa do goleiro da SEV em mais um ataque dos donos da casa. Foto: Orlando Lacanna.

A superioridade do Primavera era tão flagrante que a SEV somente chegou ao campo de ataque por volta do trigésimo minuto e mesmo assim sem muito perigo, uma vez que o goleiro Rudi não teve trabalho para praticar a defesa.


Única defesa do goleiro do Primavera no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Até o final do primeiro tempo, os donos da casa criaram mais algumas chances, mas continuavam pecando nas finalizações. Para piorar as coisas para a SEV, na marca dos 42 minutos, o zagueiro Bruno foi expulso por ter recebido o segundo cartão amarelo. Mesmo com um homem a mais, o Primavera não conseguiu chegar ao gol e, sendo assim, a primeira etapa foi concluída sem que ninguém mexesse no placar. 

Na segunda etapa o panorama da partida não mudou, ou seja, o Primavera continuou dominando as ações e insistindo no ataque, principalmente através do atacante Mirandinha em jogadas pelo lado direito. Aos 7 e 8 minutos, a abertura da contagem esteve próxima de acontecer, porém os atletas Palito e Mirandinha desperdiçaram as chances. O jogo parecia ataque contra defesa e o gol era uma questão de tempo.

De tanto insistir, o Primavera chegou ao seu primeiro gol aos 13 minutos, anotado por Robinho, aproveitando rebote do goleiro Pablo que não conseguiu segurar um cruzamento rasteiro de Mirandinha da direita. Esse gol foi fruto de uma jogada que vinha sendo tentada com insistência.


Finalmente o 1º gol do Primavera anotado na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Em vantagem no marcador, o time da casa continuou no ataque e não demorou muito para aumentar a diferença, pois aos 22 minutos chegou à marcação do seu segundo gol, marcado novamente por Robinho, agora numa cobrança de falta da intermediária que o goleiro da SEV aceitou.


Bola no fundo da rede da SEV no segundo gol primaverino. Foto: Orlando Lacanna.

A torcida primaverina ainda comemorava a marcação do segundo gol, quando aos 23 minutos o meia Palito balançou a rede da SEV pela terceira vez, concluindo com êxito mais uma jogada iniciada pelo lado direito. Foi só tocar de pé esquerdo para o gol vazio. 


Mais um gol do Primavera, agora o terceiro marcado por Palito. Foto: Orlando Lacanna.

Com a vantagem de três gols, o Primavera deu uma segurada, mas continuou criando chances naturalmente, uma vez que a SEV não apresentava resistência alguma na sua defesa, sendo que alguns dos seus atletas demonstravam muito cansaço. Para piorar, o goleiro da SEV foi expulso aos 31 minutos por cometer uma falta dura fora da área, impedindo uma real chance de gol. 

A partida se aproximava do final com os donos da casa insistindo em desperdiçar oportunidades e, por conta disso, o jogo chegou ao fim com placar de Primavera 3 - 0 SEV, resultado que colocou o time de Indaiatuba no G4 do seu grupo, deixando-o na 4ª colocação com 6 pontos. Com relação ao time de Hortolândia, a derrota o deixou na última (8ª) colocação do grupo com 3 pontos. Nessa partida a SEV não apresentou um bom futebol e foi totalmente dominada pelo adversário. Dessa forma, se não houver uma boa melhorada, dificilmente chegará à segunda fase da competição.

Jogo encerrado e outra viagem de retorno a São Paulo para finalmente descansar depois de acompanhar quatro jogos, sendo dois no sábado e dois no domingo. Apesar do cansaço, valeu o esforço.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário