Procure no JP

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Volta ao Passado, volume 34: AA Barra Bonita (Barra Bonita/SP)

AA BARRA BONITA


Escudo da A.A. Barra Bonita. Foto: Orlando Lacanna.

Iniciando retorno do passeio pelo interior de São Paulo durante o feriado prolongado por conta do último Carnaval, montei um roteiro que me permitisse passar por cidades que já tiveram clubes que disputaram alguma competição profissional.

Ainda viajando pela Rodovia Marechal Cândido Rondon, agora no sentido do interior para Capital, fiz um desvio e entrei na turística cidade de Barra Bonita, distante 278 km de São Paulo, cuja localização fica mais ou menos no meio do caminho entre Bauru e Botucatu. Atualmente conta com 35.000 habitantes, sendo que as suas principais atividades econômicas são a agricultura com a cana-de-açúcar e o turismo. Cabe ressaltar que Barra Bonita também é chamada de "Cidade Simpatia" e tem como um dos seus filhos mais ilustres, o falecido locutor esportivo Fiori Giglioti, que tanto sucesso fez no rádio esportivo.


Trecho do Rio Tietê que circunda a cidade de Barra Bonita. Foto: Orlando Lacanna.

O meu objetivo nessa visita foi pesquisar sobre dois times que já participaram de competições profissionais. Comecei pela Associação Atlética Barra Bonita, que foi fundada em 21 de abril de 1.923, tendo disputado campeonatos de acesso por 8 anos consecutivos, começando em 1.977 e parando em 1.984. Sua trajetória no profissionalismo começou no dia 17/06/77, na cidade de Bariri, com a vitória de 2 a 1 frente ao Municipal, sendo que sua despedida aconteceu em 31/10/84, com uma derrota de 2 a 1 contra o Novorizontino. Nesses oito anos de disputa, conquistou o título da Terceira Divisão de 1.982, vencendo todas as partidas do quadrangular final que contou também com as participações do José Bonifácio, União Funilense de Cosmópolis e Palmeirinha de Porto Ferreira.

Atualmente a AABB é um clube voltado exclusivamente para a parte social, contando com cerca de 1.500 sócios e não disputa nenhuma competição de futebol, quer de adultos, quer nas categorias de base. Depois de um almoço espetacular à base de peixe num restaurante à beira do Rio Tietê, fui até o clube e lá encontrei tudo fechado e, só aí me dei conta que era quarta-feira de cinzas, dia que normalmente os clubes ficam fechados. Não me dei por vencido e insisti na campainha até que apareceu um senhor muito atencioso e permitiu minha entrada no clube, tendo inclusive me acompanhado na visita e mostrado todas as suas dependências.

O clube possui piscinas, quadras, ginásio, restaurante, lanchonete, sala de troféus, play-ground, campo de futebol society, academia de ginástica, cancha de bocha e por aí afora. Trata-se de um clube completo e bem conservado.


Visão do conjunto aquático. Foto: Orlando Lacanna.


Quadra de futebol society. Foto: Orlando Lacanna.


Quadra poliesportiva e palco de grandes bailes e carnavais. Foto: Orlando Lacanna.


Quadra descoberta. Foto: Orlando Lacanna.


Galeria de troféus. Foto: Orlando Lacanna.

Depois de visitar as dependências, indaguei meu cicerone sobre o estádio que a AABB utilizava quando disputava futebol profissional e descobri que o campo utilizado era o Estádio Municipal Vicente Antônio Zenaro Manin, também chamado de "Vicentão", localizado a algumas quadras da parte social e lá fui eu conhecê-lo. O estádio, que tem capacidade para 5.000 pessoas, foi inaugurado em 22/12/1.963 com a realização de três jogos: Funcionários da Prefeitura 2 - 1 Bancários (amador), Barra Bonita 2 - 3 Ponte Preta (juvenil) e Noroeste 2 - 2 XV de Piracicaba (amistoso profissional).


Entrada principal do Vicentão. Foto: Orlando Lacanna.

Os refletores foram inaugurados em 1.973 com o amistoso Noroeste 2 - 2 Palmeiras. Quando da minha visita, em fevereiro último, as condições gerais do estádio não eram das melhores, necessitando de uma boa reforma para adequá-lo às condições mínimas de uso. Um zelador local afirmou que iria ser iniciada uma reforma semanas depois.


Do centro do gramado visão das arquibancadas cobertas. Foto: Orlando Lacanna.


As mesmas arquibancadas cobertas vistas da pista de atletismo. Foto: Orlando Lacanna.


Gol da direita com a trave inclinada. Foto: Orlando Lacanna.


Agora o gol da esquerda também com a trave inclinada. Foto: Orlando Lacanna.


Visão do campo de jogo com a grama alta. Foto: Orlando Lacanna.

Quando ainda estava no clube, fui apresentado ao Presidente da AABB que lá estava avaliando o resultado do baile carnavalesco realizado na noite anterior. Aproveitei a oportunidade para fazer a célebre pergunta sobre uma possível volta ao profissionalismo, e a resposta foi negativa, pois o clube atualmente só está voltado para o lazer dos seus associados e, além disso, o clube não tem condições financeiras de manter uma equipe profissional e o estádio está sem condições. Da minha parte, ficarei na torcida para que um dia essa situação possa mudar e tenhamos de volta o alvinegro de Barra Bonita desfilando pelos campos do interior.


Equipe de 1.956 na época do amadorismo. Foto: Arquivos da A.A. Barra Bonita. Reprodução: Orlando Lacanna.


Equipe Campeã da Terceira Divisão de 1.982. Foto: Arquivos da A.A. Barra Bonita. Reprodução: Orlando Lacanna.

Ao deixar o estádio fui em direção a outro bairro da cidade, agora a Vila Habitacional, para conhecer mais um estádio e a situação atual do segundo time de Barra Bonita que já militou no profissionalismo, mas essa história será mostrada em outro post da série "Uma Volta ao Passado". Aguardem.

Antes de encerrar, quero expressar meus agradecimentos especiais ao Zé Carlos "Sagui", bem como o Presidente da AABB, que gentilmente abriram as portas ao JOGOS PERDIDOS, num dia em que o clube estava fechado.

Abraços,

Orlando

3 comentários:

  1. gostei do comentario eu cnheco a barra e muito lindo si meus tios moram tds ai ainda so que faz muito tempo que eu nao vou ate a barra bonita gostaria de ir pra passearmais nao da tempo o tempo e corrido em sao paulo mais assim que sobrar um tempo eu vou sim fazer uma vizita aos meus tios que ainda moram la! grts a tds ai de barra bonita TKS....

    ResponderExcluir
  2. gostei da foto de 1982 poderia por a escalacao dos jogadores

    ResponderExcluir
  3. o luis carlos isabel,apelido casinha jogou muito nesse time ,ate que quebrou a perna.whats dele 3198014637

    ResponderExcluir