Procure no JP

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Elosport com um pé na Terceira Fase da Segundona

Opa,

A última quarta-feira reservou uma genial rodada dupla pelo ABC Paulista, com dois jogos interessantíssimos. O primeiro jogo do dia foi uma sessão vespertina, e lá fui eu através dos trilhos da CPTM para a cidade de Mauá para mais um jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. No Estádio Pedro Benedetti, Mauaense e Elosport iriam jogar em partida válida pelo Grupo 10 da Segunda Fase.

Para não deixar tudo atrasado, saí cedinho de casa e cheguei na Estação Mauá antes das 14 horas. Ainda consegui almoçar e depois parti para o estádio. Na saída da lanchonete ainda encontrei o David e descobri que ele assistiu Supertramp ao vivo em 1988. É, eu ainda não tinha idade para isso na época... uma pena.

Adentramos o Estádio Pedro Benedetti e tivemos a sensacional recepção que sempre temos ali. Ao subirmos para o campo de jogo, notei que o gramado está muito melhor do que na minha visita anterior, no jogo contra o Fernandópolis. O pessoal fez uma manutenção emergencial na grama e as coisas melhoraram bastante. E sem problemas fui fazer as fotos oficiais do jogo, aqui com exclusividade.


GE Mauaense - Mauá/SP. Foto: Fernando Martinez.


Elosport CB - Capão Bonito/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Alexandre Bigai Miranda, os assistentes Hílton Francisco de Melo e Orlando Massola Junior e o quarto árbitro Pascoal Rodrigues Dias acompanhados pelos capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Nesse Grupo 10 a vitória era essencial para que o Elosport conseguisse ficar numa posição confortável em busca da classificação na última rodada. Uma vitória deixaria o time com 12 pontos, dependendo apenas de um empate no jogo final (em casa, contra o Fernandópolis) para garantir vaga na Terceira Fase. Para o Mauaense, a despedida em casa nesse ano de 2009 e a certeza que o pessoal quer virar a página desse ano logo.

Fomos nos postar então no ataque do time de Capão Bonito, jogando com seu bonito uniforme laranja. E a partir do apito inicial, o time do Elosport criou muitas chances de gol. Mas ao longo dos 90 minutos vimos inúmeras chances de gol desperdiçadas pelos atacantes do time visitante.


Boa saída do goleiro do Mauaense evitando gol do Elosport. Foto: Fernando Martinez.

Logo aos 3 minutos a equipe chutou uma bola na trave. Nos minutos seguintes o time dominou o campo e a posse de bola, mas não conseguia a marcação do seu gol. O Mauaense jogava de forma digna, sem pontapés ou apelação, mas não respirava com os seguidos ataques dos visitantes. O time de Mauá teve apenas uma chance na primeira etapa.


Bola na trave do Mauaense logo aos 3 minutos de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Elosport cansava de perder gols, e do lugar aonde estávamos percebíamos que aquela sequência de gols perdidos incomodava bastante os jogadores do time. E o primeiro gol veio somente aos 41 minutos, com um chute colocado de fora da área do jogador Douglas. Alívio para os atletas do time e intervalo de jogo com a vitória parcial dos visitantes.


Atacante do Elosport se protegendo da marcação dos atletas do Mauaense. Foto: Fernando Martinez.

Nesse intervalo o frio começou a chegar e fui com o David degustar o famoso pastel que é vendido na porta do estádio. Mesmo já tendo almoçado antes, não dá para negar nunca um pastel. Depois de alguma conversa com o pessoal local, voltamos ao gramado para o tempo final.


Tentativa de bicicleta de atacante do time laranja. Foto: Fernando Martinez.

E o que parecia impossível aconteceu: o Elosport perdeu mais gols durante o segundo tempo! O time não acertava o toque final e desperdiçava chances pela direita, esquerda, de cabeça e em contra-ataques. Talvez por querer fazer mais saldo de gols tenha atrapalhado o ótimo time de Capão Bonito.


Cruzamento da esquerda em ataque do "Galo do Sul". Foto: Fernando Martinez.

Nessas de gols perdidos, o Mauaense quase empatou numa cabeçada certeira que teve um milagre do goleiro visitante. Mas apesar de tentar, o time azul não foi páreo mesmo. Mas a partida continuava com o irritante 1x0 para o Elosport. Para um eventual desempate pelo saldo de gols, aqueles gols perdidos poderiam fazer falta.


Atacante do Elosport se estica todo, mas não consegue marcar o gol para os visitantes. Foto: Fernando Martinez.

E faltando menos de 10 minutos para o jogo acabar os times resolveram converter suas chances. Aos 39 o Elosport marcou seu segundo gol. Odair recebeu cruzamento certeiro da direita e tocou na saída do goleiro. Aos 41 o Mauaense descontou, com o zagueiro Johnny marcando contra de cabeça.


Dois momentos de uma alegria e vontade contagiante do médico do time do Mauaense. Na primeira foto o jogador caído e ele indo sem pressa alguma ver o que tinha acontecido. E na segunda foto, ele "examinando" o jogador, sem tirar a mão do bolso. Fotos: Fernando Martinez.

Dos 42 aos 47, o Elosport perdeu mais dois gols feitos, mas acabou fechando o placar aos 48 minutos. Num rápido contra-ataque Rafael levou sozinho e tocou com categoria na saída do goleiro. Fim de papo em Mauá.


Detalhe do terceiro gol do Elosport contra o Mauaense. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Mauaense 1-3 Elosport. A vitória, combinada com a derrota do Taubaté para o Fefecê, deixa o Elosport como líder do Grupo 10 e só precisando empatar em casa com o time da minha cidade para garantir vaga como o primeiro colocado no grupo. Caso perca, e com uma eventual vitória do Taubaté sobre o Mauaense, três times empatarão com 12 pontos e a vaga será definida no saldo de gols.

Para o Mauaense fica a certeza do que não pode ser feito caso o time queira o acesso em 2010. Registro também a dignidade e todos os jogadores do time. A torcida pegou bastante no pé do técnico Zé Maria no final do jogo e um enorme bate-boca aconteceu no alambrado. Detalhe que um dos torcedores que discutia com o técnico simplesmente jogou seus sapatos e as meias dentro do gramado. Como será que ele foi embora pra casa?

E após o jogo voltamos calmamente para a Estação de Mauá para poder acompanhar o segundo jogo do dia. Tudo bem que o David refugou, mas isso fica para o post seguinte.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário