Procure no JP

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Grêmio Osasco conquista o acesso à Série A3

Olá,

Com a chegada da última rodada da terceira fase do genial Campeonato Paulista da Segunda Divisão, no domingo aconteceram os jogos decisivos para a definição das duas últimas vagas à Série A3 de 2.009 e, obviamente o JOGOS PERDIDOS, que cobriu essa competição desde o início, não poderia deixar de estar presente nessa ocasião e, por conta disso, a mim coube retornar à vizinha cidade Osasco para acompanhar, no Estádio Prefeito José Liberatti, a partida G.E Osasco x Batatais F.C. que valeu pelo Grupo 11.

Essa partida envolvia uma equipe que já estava com o acesso garantido (Batatais) contra uma outra (Grêmio Osasco) que só dependia de si para também conseguir a vaga, pois uma vitória simples levaria a equipe da Grande São Paulo a conquistar o seu objetivo logo no primeiro ano de disputa. Dessa forma, a expectativa da Diretoria e torcida era enorme e todos não viam a hora que a partida começasse. Sem mais demora, vamos com as fotos oficiais da partida que estão abaixo:


G.E. Osasco - Osasco/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Batatais F.C. - Batatais/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Salvio Spínola Fagundes Filho (FIFA), seus assistentes João Bourgalber Nobre Chaves e Celso Barbosa de Oliveira, além do quarto árbitro Alexandre Bigai Miranda, acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A parida começou num ritmo equilibrado, sendo que nos primeiros quinze minutos não aconteceu nenhuma jogada mais perigosa, com os dois ataques apresentando dificuldades para penetrarem nas defesas adversárias. Com o passar do tempo, o GEO foi conseguindo manter a posse de bola por mais tempo, porém sem objetividade. Por outro lado, o Batatais jogava tranqüilo e só esperava algum erro do adversário para escapar em contra-ataque. Nessa toada, os goleiros Igor e Matheus pouco trabalharam diante da inoperância dos dois ataques.


Jogada de ataque do GEO neutralizada pela defesa do Batatais. Foto: Orlando Lacanna.


Cruzamento do ataque osasquense que foi para fora. Foto: Orlando Lacanna.

O tempo ia passando rapidamente e a igualdade no placar não interessava ao Grêmio Osasco que tentava demonstrar tranqüilidade em busca do seu primeiro gol, porém o seu meio de campo e atacantes não estavam inspirados nessa primeira etapa e, dessa maneira a primeira metade da partida foi concluída sem ninguém conseguir mexer no marcador.


Uma das poucas jogadas de ataque do Batatais no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo fiquei conversando com alguns integrantes da direção do GEO que demonstravam uma certa apreensão pela fraca apresentação do time no primeiro tempo, sendo que, além disso, o Barretos estava derrotando o Guaçuano no outro jogo do grupo e essa combinação de resultados, jogaria por terra o sonho do acesso por parte dos osasquenses. A expectativa era de que o GEO voltasse com outra postura e buscasse a vitória de qualquer maneira nos últimos 45 minutos, consagrando o trabalho de toda uma temporada.

Com a bola voltando a rolar, logo foi possível notar que o Grêmio Osasco realmente havia voltado com outra cara e disposto a decidir a sorte da partida o mais rápido possível, tanto que aos 4 minutos, Dedé e Daniel, na mesma jogada, estiveram perto de inaugurar o placar, porém esbarraram em duas ótimas defesas de Matheus. Aos 8 minutos, aconteceu outro lance perigoso do ataque do GEO, numa jogada individual de Willames que acabou numa finalização que passou perto.


Cruzamento perigoso do ataque dos donos da casa no início da etapa final. Foto: Orlando Lacanna.

O time da casa passou a sufocar o Batatais que não conseguia sair do seu campo de defesa e, aos 15 minutos, chegou ao seu gol inicial, marcado por Luciano que escorou de cabeça um cruzamento vindo da esquerda em cobrança de escanteio. Em vantagem no placar, os anfitriões diminuíram o ritmo e passaram a tocar mais a bola, administrando o resultado e esperando o tempo passar. Essa postura preocupou alguns torcedores do GEO que preferiam que o time continuasse no ataque para matar a partida. Apesar das preocupações, o Batatais não incomodava e não criou nenhum ataque perigoso contra a meta defendida por Igor.


Mais um ataque do GEO antes de abrir o marcador. Foto: Orlando Lacanna.

À medida que o tempo ia passando, a torcida ia se soltando e começou a extravasar toda sua alegria com a aproximação da conquista do acesso. Para fechar com chave de ouro, o GEO chegou ao seu segundo gol, aos 40 minutos, anotado por William Lima que realizou ótima jogada individual pela meia direita, limpando o zagueiro e o goleiro e concluindo com categoria.


Início de outro ataque do GEO na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Depois do segundo gol osasquense, a torcida começou a festejar e só restava aguardar o término da partida que acabou acontecendo com o placar indicando Grêmio Osasco 2 - 0 Batatais que conduziu o time de Osasco à Série A3 de 2.009 e ao mesmo tempo manteve o Batatais como o melhor classificado do seu grupo com direito a decidir o título com o Pão de Açúcar, melhor classificado do Grupo 12, em jogos de ida e volta.

Tão logo a partida foi encerrada, a alegria tomou conta dos atletas osasquenses que comemoraram muito a conquista do acesso logo no primeiro ano de vida do clube. Sem dúvida foi uma conquista memorável que merece o reconhecimento dos desportistas em geral. O JOGOS PERDIDOS parabeniza os atletas, a comissão técnica, os diretores, a torcida e a todos que direta ou indiretamente contribuíram para tão importante conquista.


Comemoração dos atletas do GEO pela conquista. Foto: Orlando Lacanna.


Os jogadores Daniel e Wesley comemorando junto com o Sr. Natal do JP. Foto: Orlando Lacanna.

Depois da festa, voltei para São Paulo à bordo do Possante 558 em mais uma providencial carona do prestativo Sr. Natal para curtir um belo almoço de domingo e descansar, pois no próximo final de semana as coberturas continuarão.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário