Procure no JP

quinta-feira, 7 de abril de 2005

Corinthians faz milagre na Copa do Brasil

Ufa...


Pacaembu lotado para ver o jogo entre Corinthians e Cianorte. Foto: Fernando Martinez.

Como o Emerson já comentou sobre a rodada de ontem na Copa do Brasil. Escrevo aqui com a maior isenção do mundo, já que ontem não deu para conter a emoção: Gritei, pulei, sofri muito com a partida e me acabei, destruído com tanta emoção. Hoje, mais calmo e isento, uso as palavras do Mílton para resumir o que foi a partida de ontem, entre Corinthians e Cianorte: "Partida histórica, um jogaço, com detalhes épicos que selaram a vitória do Corinthians". Já tinha passado por emoção parecida com o Juventus (Juventus 5-0 Etti, pela Copa João Havelagne em 2000), e com o Nacional (na vitória de 3 a 2 contra o Paraná, na Copa SP desse ano), mas ontem foi perfeito!

Chegamos lá às 7 da noite, para evitar qualquer confusão. Entrada tranqüila, civilizada, já que estava bem cedo. Conosco estavam dois amigos aqui do trampo, o Carlão e o William, corintianos fanáticos, que passaram muito mal também. Vale o registro que mais dois doentes foram lá: O Estevan ficou na numerada, e o David ficou na arquibancada lilás.

A partida em si foi fantástica, com o Tevez e o Roger acabando com a equipe paranaense, com o Bobô perdendo o gol mais feito que já vi em estádio (vi 784 jogos até hoje), e com a torcida cantando o jogo todo, sem parar, incentivando o time que correspondeu dentro de campo. Os gols foram marcados em momentos cruciais da partida, e mesmo após o gol (roubadíssimo) do Cianorte, ainda acreditava que pudesse dar. E deu.


Lance do jogo entre Corinthians x Cianorte, simplesmente épico! Foto: Fernando Martinez. [260708]


Falta para o Corinthians, no primeiro tempo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Ainda estou meio destruído por causa de tamanha emoção, mas valeu a pena. Foi um daqueles jogos que vamos nos lembrar pelo resto da vida, tanto de uma forma fantástica (a minha), quanto de forma péssima (para o Mílton). Para isso aqui deixo a minha homenagem a ele, são-paulino confesso, que encarou o tobogã só para chegar em casa e escrever Cianorte num pedaço de papel, a famosa 'Lista'. Um dos prêmios 'saco de ouro' de 2005 vai para ele: São-paulino, no meio do tobogã, um imenso calor, Corinthians dando show e com uma trinca de nativos da Noruega-Ucrânia-Bélgica na nossa frente, fumando um charuto de marola durante todo o jogo. Atitude 100%, o Jandir não tem o dom de fazer isso... rs

Por hora é só, fim-de-semana começa o melhor campeonato de futebol do Brasil, a Série B do Paulistão. E o Clube estará por lá, cobrindo tudo para o JOGOS PERDIDOS.

Abraços

Fernando

Um comentário: