Procure no JP

sexta-feira, 8 de março de 2013

São Paulo no Pacaembu e Arsenal na Lista

Opa, 

Na quinta-feira fui novamente ao Estádio Paulo Machado de Carvalho para outro jogo nada perdido válido pela Libertadores da América. Após 39 anos, o São Paulo mandou um jogo no Pacaembu (perdeu um mando em virtude da confusão na final da Sul-Americana) contra um time estrangeiro, dessa vez o genial Arsenal de Sarandí. 


Arsenal FC - Sarandí/ARG. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Desde o longínquo 12 de outubro de 1974, quando recebeu o Independiente na grande decisão da Libertadores daquele ano, o time do Morumbi disputou 13 vezes a competição e mandou todas suas pelejas no Morumbi. A única vez que pisou no gramado do Paulo Machado de Carvalho em todo esse tempo foi como "visitante" num duelo contra o Palmeiras em 1994. 

Só que por motivos óbvios eu fui ao estádio com a ideia de incluir o time argentino na minha Lista, a 22ª equipe do país vizinho que assisti in loco (sem contar a própria seleção bi-campeã mundial) e a 553ª no geral. Fundado em 1957, o Arsenal Fútbol Club manda suas pelejas no Estádio Julio Humberto Grandona. Na saudosa série "Fútbol Argentino" do Emerson, publicadas nos primórdios do JP, ele visitou a cancha do "El Viaducto". 

Participando do Grupo 3 da edição 2013 da Libertadores, São Paulo e Arsenal estão acompanhando o desfile tranquilo do Atlético-MG, deixando apenas uma vaga para três equipes. Por jogar "em casa", o tricolor precisava vencer. O problema é que o onze paulistano ainda vem rateando em jogos decisivos. 


Ataque do Arsenal no começo da peleja. Foto: Fernando Martinez. 

E mesmo após tomar uma surra de 5x2 jogando dentro dos seus domínios contra o Galo, o Arsenal jogou direitinho contra o atual campeão da Copa Sul-Americana. O São Paulo foi instável demais e deixou sua torcida irritada. O primeiro tempo correu com o time dominando as ações, mas sem criar tantas chances. Na única vez que chegou, o Arsenal quase abriu o marcador. 


Agora investida do São Paulo. Foto: Fernando Martinez. 

No apagar das luzes do tempo inicial o time local finalmente tirou o zero do placar com o gol de Jádson. Com 1x0, os times foram para os vestiários e todos os torcedores imaginaram que o segundo tempo seria tranquilo para a equipe brasileira. Ledo engano... 


Visão geral de São Paulo x Arsenal pelo Grupo 3 da Libertadores 2013. Foto: Fernando Martinez. 

Logo no terceiro minuto do tempo final, o árbitro viu toque de mão de Cortez dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Benedetto encheu o pé e deixou tudo igual. Com a nova igualdade, os argentinos se seguraram ainda mais no campo defensivo. O São Paulo fazia uma débil pressão e contando com a noite ruim do seu ataque, não conseguiu furar esse bloqueio. 


Gol de empate do Arsenal de Sarandí no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: São Paulo 1-1 Arsenal. Esse resultado deixou o tricolor com quatro pontos conquistados e o time argentino com três. Nessa quinta acontece o jogo de volta, primeiro do returno, na acanhada "cancha" do onze portenho. Se o time do Morumbi não ganhar, a situação ficará muito complicada. 


Placar final no marcador eletrônico do Pacaembu. Foto: Fernando Martinez. 

Saindo do estádio encontrei o Estevan Mazzuia, também se fazendo presente para matar o Arsenal. Dali seguimos para as redondezas da Avenida Paulista conversando sobre histórias de um passado bem distante... 

Até a próxima! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário