Procure no JP

quinta-feira, 21 de março de 2013

Flamengo confirma a boa fase e afunda o Esquadrão Calunga

Salve, amigos!

Mais uma tarde de portões fechados em Mansueto Pierotti, possivelmente a última do Bonde Calunga no Campeonato Paulista da Série A3 2013, em virtude da punição recebida pelo ocorrido na partida diante do Novorizontino. Desta vez, o São Vicente AC recebeu a AA Flamengo, que vinha de quatro vitórias seguidas, numa bela ascensão na tábua de classificação.

Depois de um bom começo, o São Vicente vem tropeçando e caindo vertiginosamente, como tem ocorrido todos os anos, em que pese o acesso ter sido conseguido com muita garra no ano passado. Agora seguem as fotos oficiais da partida, com um agradecimento especial à Federação Paulista de Futebol, cujo reconhecimento vem sendo essencial para a continuidade de meu trabalho:


São Vicente AC - São Vicente/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


AA Flamengo - Guarulhos/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Arbitragem composta por Jorge Torres, Fernando Leonardi de Moraes e Leandra Aires Cossette, com os capitães Rodrigo Calchi (SVAC) e Renato (AAF). Foto: Estevan Mazzuia.

A partida foi bastante movimentada, o São Vicente mostrou muita vontade de vencer e o Flamengo apresentou muita consistência em sua defesa, eficiência no ataque, e a sorte necessária a todo campeão. Mas os goleiros foram pouco exigidos, e a partida se definiria em jogadas de bolas paradas.


De cabeça, Lutcho tenta abrir o marcador. Foto: Estevan Mazzuia.

Apesar de ter um elenco limitado, o time da casa demonstrou o brio já costumeiro, decorrente de um grupo bastante unido e aguerrido, dando trabalho ao adversário. Na primeira metade da etapa inicial, a bola ficou praticamente no campo de ataque vicentino.


Dodô, bem marcado, avança pelo lado esquerdo. Foto: Estevan Mazzuia.

Mas foi em uma cobrança de falta que saiu o gol calunga. Renato derrubou Lutcho perto da lateral esquerda do ataque anfitrião. O próprio camisa 10 cobrou com categoria, na cabeça de Negueba, que se antecipou ao goleiro e partiu pra comemoração.



Negueba em dois momentos: tentando se livrar da marcação e no ar, após cabecear para o fundo das redes. Fotos: Estevan Mazzuia.

Mas a festa durou pouco tempo. Menos de dois minutos, precisamente. Murilo cobrou uma falta com força e a bola foi morrer no canto direito de Rodrigo Calchi, não sem antes desviar na barreira.


Galera se protegendo da bolada. Foto: Estevan Mazzuia.

O Flamengo poderia ter chegado ao segundo gol ainda na primeira etapa, não fosse uma brilhante intervenção de Calchi aos 37 minutos, em chute de Moisés. Aos 44, novamente Negueba apareceu diante do arqueiro André Dias. O atacante pegou uma sobra da intermediária, se livrou bem da marcação, mas bateu por cima do gol. Com a igualdade, as equipes foram para os vestiários.


Policiais militares colocando pra fora um monte de gente que acaba conseguindo entrar no estádio, sabe-se lá de onde. Foto: Estevan Mazzuia.

Logo aos 10 minutos da segunda etapa, Lutcho ajeitou para Morales, que bateu com muito perigo acima do gol rubro-negro. Apesar de ter concentrado a bola em seu campo de ataque nos primeiros 15 minutos, foi a melhor chance, senão a única, do alvinegro no período.


Tarde típica de outono trouxe clima agradável à partida. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 20 minutos o ótimo, mas apagado, Gilvan lançou Negueba na esquerda. O artilheiro vicentinoteve todo o espaço do mundo para trabalhar a bola, mas acabou batendo um cruzado fraquinho, fraquinho, à esquerda de André Dias.


André Dias, atento, fechou o gol rubro-negro. Foto: Estevan Mazzuia.

O golpe rubro-negro chegou aos 31 minutos: num belo voleio de primeira, Alemão pegou uma sobra da entrada da área após a cobrança de falta, e Rodrigo Calchi viu suas redes balançarem pela segunda vez na partida.


Sem falta, Márcio (13) faz o desarme e sai jogando. Foto: Estevan Mazzuia.

O gol foi banho de água fria no São Vicente. A única chance de gol da equipe acabou nas mãos de André Dias. Aos 43 minutos, Lutcho cobrou uma falta da esquerda, Cocada cabeceou e o goleiro salvou na ponta dos dedos, a la Gordon Banks.


Na bola parada, Flamengo construiu sua vitória. Foto: Estevan Mazzuia.

Ficou nisso mesmo: São Vicente 1x2 Flamengo. Faltando cinco rodadas, o time da primeira cidade do Brasil, que já vinha jogando sem sua barulhenta torcida, deverá cumprir seus dois mandos em gramados distantes da Baixada, e terá adversários muito fortes pela frente. Estando apenas um ponto na frente do G4, corre risco altíssimo de cair. Com a quinta vitória consecutiva, o Flamengo está com a moral bem elevada, e nesse tipo de campeonato a boa chegada na reta final conta muito para a segunda fase, o deixa o time cotado ao acesso.

Na volta para a casa, deparei-me com uma cena bastante pitoresca, que não pude deixar de retratar para o JP. Um cidadão cortou um garrafão de água ao meio para captar o ar e jogá-lo diretamente em seu cangote, através da janela traseira, com o auxílio de uma mangueira de plástico.


Agora ficou mais barato ter carro com ar-condicionado! Foto: Estevan Mazzuia.

Um novo modelo de condicionador de ar, que não prejudica o meio ambiente, nem consome combustível!! Viva a criatividade brasileira!

Foi isso e abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário