Procure no JP

sábado, 16 de março de 2013

Corinthians vence o Tijuana, o 553º time na Lista, pela Libertadores

Opa,

Fechando a trilogia do trio de ferro paulistano na Taça Libertadores da América 2013, encarei o horroroso horário das 22 horas e fui ao Estádio Paulo Machado de Carvalho na última quarta-feira para acompanhar a quarta peleja do atual campeão mundial no torneio. Não dava para perder o confronto do Corinthians contra o time mais ao norte do continente americano a disputar uma Libertadores em todos os tempos, o genial Tijuana.


Times perfilados antes do apito inicial. Foto: Fernando Martinez.

Apesar de ser chamado somente de "Tijuana" por essas bandas, o nome completo da equipe é sensacional: Club Tijuana Xoloitzcuintles de Caliente, ou também apenas "Xolos". Essa foi a oitava agremiação da terra do Chaves a fazer parte do meu rol de times vistos, a terceira enfrentando o alvinegro do Parque São Jorge (as outras foram o América em 2000 e o Pumas em 2005). A Lista agora conta com 553 equipes.


A belíssima fachada do Estádio Paulo Machado de Carvalho, antigo Estádio Municipal de São Paulo. Foto: Fernando Martinez.

Dessa vez tive a companhia do Estevan Mazzuia, vindo diretamente da baixada santista para também "matar" os mexicanos. Já fazia oito anos que ele não ia num jogo do Corinthians e quase dez sem que nós dois estivéssemos na mesma partida do Mosqueteiro (a última havia sido um duelo contra o Fortaleza pelo Brasileiro 2003).


Visão geral de um Pacaembu tomado pela torcida corintiana para acompanhar o jogo contra o Tijuana. Foto: Fernando Martinez.

Eu entrei sem problemas no estádio, e o antigo amigo fez algumas peripécias para conseguir seu aguardado lugarzinho nas arquibancadas. Junto com mais 31 mil torcedores, vimos um jogo tranquilo para o onze paulista. Depois de perder a longa série de 16 partidas invictas, a ordem do dia era ganhar dos mexicanos e mostrar o melhor futebol possível.


Tijuana com a bola na direita do seu ataque. Foto: Fernando Martinez.


Troca de passes no ataque alvinegro. Foto: Fernando Martinez.

A vitória foi construída sem percalços, com gols de Alexandre Pato e Guerrero no primeiro tempo e Paulinho no segundo. O atacante peruano poderia ter feito mais um, caso o assistente número 2 não tivesse anulado de forma incorreta um gol marcado por ele no tempo final. Mas no frigir dos ovos, a vitória foi para "lavar a alma".


Chegada do time mexicano no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

No final, o placar de Corinthians 3-0 Tijuana deixou o alvinegro na segunda posição da chave com sete pontos, dois atrás do time mexicano. Se nada catastrófico acontecer, os dois devem se classificar para a próxima fase. E na minha eterna perseguição por equipes novas, o "Xolos" foi o terceiro time de quatro possíveis a ver nessa Libertadores.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário