Procure no JP

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Corinthians perde mais uma e permanece na lanterna do Grupo 4 da Copa Paulista

Olá,

Apesar do início da terceira fase da Segundona, competição que estou acompanhando desde o começo, no último fim de semana não tive condições de viajar e, por conta disso, permaneci por perto da Capital e, no domingo pela manhã, acabei indo até a vizinha cidade de Guarulhos, para conferir a partida S.C. Corinthians Paulista x C.A. Taboão da Serra, válida pela 11ª rodada da 1ª fase, cujo palco foi o Estádio Antônio Soares de Oliveira.

Esse duelo chamou minha atenção, em razão da fraca campanha realizada pelo alvinegro de Parque São Jorge, que mesmo representado por um elenco alternativo (sub-23), os números surpreendem, pois entrou em campo na última (9ª) colocação com apenas 6 pontos obtidos em 9 jogos. Por outro lado, o Taboão da Serra pisou no tapete verde situado na 4ª posição, com 12 pontos. Se levássemos em conta apenas as campanhas, o time da Grande São Paulo era a favorita natural, mas como o Timão tem camisa, ficava a expectativa do que poderia acontecer durante os 90 minutos.

Com a Via Dutra praticamente vazia, fiz o trajeto de São Paulo a Guarulhos em menos de 40 minutos, chegando com tempo suficiente para tomar o café-da-manhã, à base de pastel e caldo-de-cana, numa barraca localizada no estacionamento em frente ao estádio. Depois disso, fui para o interior do estádio e ainda tive tempo para curtir bons papos com algumas pessoas ligadas ao futebol. Bem, agora sem mais demora, vamos com as tradicionais fotos oficiais, sempre uma cortesia do JP, as quais, mais uma vez, são exclusivas:


S.C. Corinthians Paulista - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem comandado por José Roberto Marques, ao lado dos dois capitães. Foto: Orlando Lacanna.

Com a bola em movimento, logo nos primeiros minutos, o time visitante tomou iniciativa de ir ao ataque, sendo que aos 8 minutos, criou o primeiro bom momento, através do lateral esquerdo Zanella, que se infiltou pela esquerda e mandou um tiro cruzado, exigindo boa defesa do goleiro-capitão André Dias. Dois minutos após, a rede balançou pela primeira vez, com a marcação do gol inicial do CATS, anotado pelo camisa 10 Yannick. Ele recebeu a bola na entrada da área, limpou a zaga e tocou para o gol, com a bola ainda resvalando num zagueiro e matando o goleiro do Timão.


Yannick arrematando da entrada da área, com a bola tocando na zaga e....Foto: Orlando Lacanna.


.....entrando mansamente na meta corintiana no 1º gol do CATS. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo sofrendo o primeiro gol, o Corinthians continuou tímido na partida, permitindo que o adversário comandasse as ações. Somente aos 20 minutos, os donos da casa arremataram pela primeira vez contra o gol adversário, por intermédio do ala Allan (desculpem o trocadilho!), com a bola indo pela linha de fundo. A partir desse lance, o alvinegro passou ter mais presença ofensiva, porém nada muito contundente.


Tentativa de ataque do Corinthians ainda na 1ª etapa. Foto: Orlando Lacanna.


Agora a zaga taboanense afastando cruzamento do ataque alvinegro. Foto: Orlando Lacanna.

A segunda metade do primeiro tempo foi disputada de maneira bem aguerrida, porém sem grandes chances para movimentação do placar e, em sendo assim, a vantagem mínima dos visitantes foi mantida até o encerramento dos primeiros 45 minutos, ficando para o tempo final a expectativa se o Corinthians iria reagir.

A etapa final começou com os dois times dando sinais que voltaram com a firme disposição de chegar ao gol rapidamente. O Corinthians mostrava que estava mais solto, tentando sair em velocidade tão logo recuperasse a posse de bola.


Início de ataque alvinegro no começo do segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Apesar do Corinthians ter voltado mais agressivo, quem foi com tudo pra frente e criando perigo, foi o Taboão da Serra, como aconteceu na marca dos 3 minutos, numa cabeçada do zagueiro Givanildo, que só não se transformou no segundo gol por um verdadeiro milagre, com a bola tirando tinta do poste direito da meta corintiana. Um minuto após, o goleiro alvinegro praticou excelente defesa, dando rebote ao atacante Vinicius que foi derrubado dentro da área. O árbitro, bem colocado, marcou pênalti que foi convertido, aos 5 minutos, pelo volante Fernando, aumentando a vantagem do Taboão da Serra.


Chance de ouro desperdiçada por Givanildo do CATS. Foto: Orlando Lacanna.


Fernando cobrando pênalti e aumentando a vantagem do Taboão da Serra. Foto: Orlando Lacanna.

Com a vantagem de dois gols, o CATS assumiu uma postura mais cautelosa, chamando o Corinthians pra cima, visando surpreender em contra-ataques. Nesse contexto, os anfitriões não tiveram escolha e foram pra frente, tendo conseguido diminuir a diferença, aos 23 minutos, através do camisa 9 Claudir, num bonito gol de cabeça, aproveitando cruzamento, sob medida, vindo da direita.


Goleiro Cidão no ar e a bola no fundo da rede no 1º gol corintiano. Foto: Orlando Lacanna.

Logo depois do gol do Corinthians, o árbitro deu um "stop" na partida, para os atletas tomarem uma água, pois o calor estava forte. Ao reiniciar o segundo tempo, os alvinegros procuraram chegar à igualdade, mas encontravam dificuldades, uma vez que o CATS estava bem postado na defesa, mas não tinha outra opção, ou seja, o negócio era atacar e tentar evitar o contra-ataque do bom time vermelho.

O tempo ía passando e nada do gol de empate acontecer, sendo que na marca dos 38 minutos, o camisa 13 Fusca, marcou o terceiro gol taboanense, praticamente liquidando a fatura. O atleta do CATS subiu sem marcação alguma e, de cabeça, mandou a bola contra o travessão. O rebote voltou para ele mesmo e, ainda sem marcação, tocou para o fundo da rede.


A bola não aparece, mas está no fundo da meta no 3º gol do CATS, anotado por Fusca, que levantou poeira. Foto: Orlando Lacanna.

O terceiro gol do CATS deu uma esfriada no time corintiano, que tentou reagir, mas não teve jeito, pois alguns minutos depois, o árbitro deu por encerra a partida com o marcador indicando Corinthians 1 - 3 Taboão da Serra, resultado que colocou a time da Grande São Paulo na 3ª posição com 15 pontos. Essa derrota foi a sexta do time corintiano na competição, que faz uma campanha pífia, com apenas uma vitória e três empates em dez jogos. Convenhamos que é muito pouco para um time de uma camisa de peso como um Corinthians, que continua na lanterna do grupo, com apenas 6 pontos.

Partida encerrada, sendo que dessa vez não retornei de imediato a São Paulo, pois permaneci em Guarulhos para participar de um almoço com pessoas muito queridas, que há tempos eu não via. Foi isso.

Abraços,

Orlando

2 comentários:

  1. Caros, mandei um e-mail para vocês pedindo uma pequena entrevista, sou aluno de Jornalismo da Metodista e estou realizando uma matéria sobre torcedores de divisões inferiores, e acho que vocês seriam grandes personagens!
    Poderiam me dar um retorno pelo e-mail?

    Obrigado! No aguardo.
    Um abraço, Felipe Noronha

    ResponderExcluir
  2. Tava nesse jogo..metemos 3 nu corinthians.kkkkk

    ResponderExcluir