Procure no JP

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Palmeiras sofre, mas vence o São Bento pela Copa Paulista

Fala, pessoal!

Nesse feriado de 7 de setembro não vesti verde-e-amarelo e nem fui marchar em nome da Independência. O que estava na ordem do dia era sair de casa cedinho para uma boa rodada dupla com partidas válidas pela Copa Paulista. O primeiro confronto veio numa sessão matutina no Estádio Conde Rodolfo Crespi, aonde Palmeiras e São Bento jogaram pelo Grupo 3.

Diferente do que aconteceu no meu último jogo da equipe alviverde por esse certame, dessa vez não perdi o trem e cheguei a tempo das fotos posadas e exclusivas das equipes e do quarteto de arbitragem.


SE Palmeiras - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


EC São Bento - Sorocaba/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem designado para esse jogo: o árbitro Renato Aparecido Canadinho, os assistentes Alexandre Vasconcelos e Ricardo Lanutto e o quarto árbitro Emiliano Costa. Os capitães das equipes são os goleiros Alemão (do Palmeiras) e Henal (do São Bento). Foto: Fernando Martinez.

O alviverde luta ferozmente por uma vaga na segunda fase da Copa Paulista, basicamente contra as equipes do União Barbarense, e um pouco menos, o XV de Piracicaba. Por isso vencer o jogo contra o lanterna do grupo era mais do que a obrigação. Junto comigo a companhia do Mílton, e dos amigos Renato, Raul e Nílton.


Saída do goleiro local em ataque do São Bento pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Mas diferente do que poderíamos esperar, o onze palestrino não conseguiu mostrar um bom futebol no gramado da Rua Javari. Os primeiros 45 minutos foram tomados por um futebol sem graça e com poucas emoções por parte da equipe paulistana. Para piorar, o São Bento quase marcou em contra-ataques nos minutos finais. Mas o que valeu mesmo durante o jogo foi o sempre tradicional bate-papo com os amigos na parte coberta da Javari. O primeiro tempo foi encerrado com o zero no placar.


Cobrança de falta para o onze sorocabano no tempo inicial. Foto: Fernando Martinez.

Na etapa final o time local melhorou um pouco, mas nada assim que emocionasse o público presente. Aos 14 minutos veio a maior emoção da peleja, quando foi marcado uma penalidade máxima a favor do time alviverde. O jogador Amoroso foi preciso na sua cobrança e deixou o Palmeiras com vantagem no marcador.


Detalhe da cobrança de pênalti que deixou o time paulistano na frente do marcador. Foto: Fernando Martinez.


Bom chute do Palmeiras em ataque pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

O São Bento não conseguia criar, e por muito pouco o escrete local não ampliou o marcador. Legal foi ver em campo o jogador Dweh Allison, atacante palmeirense vindo da Libéria. Mas ele não conseguiu armar boas jogadas, mostrando que será complicado para a seleção nacional do seu país se classificar para a Copa de 2014 no Brasil.


Disputa pelo alto com a presença do liberiano Dweh Allison, atacante palmeirense. Foto: Fernando Martinez.

No final o placar não foi mais alterado, e a peleja terminou com em Palmeiras 1-0 São Bento. A vitória fez com que o alviverde continuasse na quarta colocação da chave, agora com 16 pontos. Na sua cola continua o União Barbarense, com 15. Faltam quatro jogos para cada equipe. Mas caso queira garantir sua vaga para a segunda fase, o Palmeiras precisa mostrar um melhor futebol.

Ainda ficamos conversando por algum tempo após o final da peleja, e dali eu e o Mílton seguimos para nossa segunda partida do feriado, na minha "estreia" no Estádio Primeiro de Maio em 2011.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário