Procure no JP

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Guaçuano vence Fefecê e segue firme rumo à classificação na Segundona

Olá,

Depois de um sábado viajando pelo Vale do Paraíba, conferindo dois jogos pela Segundona, sendo um em Jacareí e outro em São José dos Campos, no último domingo bem cedinho, saí de São Paulo e rumei até a cidade de Mogi Guaçu, para cobrir, pelo JP, outra partida válida pela quarta rodada da terceira fase, agora no seu Grupo 14 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

O meu destino final foi o Estádio Alexandre Augusto Camacho, carinhosamente também chamado de Camachão, para acompanhar a partida C.A. Guaçuano x Fernandópolis F.C. Esse confronto reuniu os dois melhores colocados do grupo, sendo que o Fefecê subiu para o gramado na condição de líder, com 7 pontos, enquanto o "Mandi" foi a campo ostentando a vice-liderança, com 4 pontos. Aliás, esse grupo está bem equilibrado, com os 4 times (Desportivo Brasil e Barretos são os outros dois), com chances de classificação. Portanto, a conquista dos três pontos significaria uma passo gigantesco visando a continuidade na competição. O jogo prometia grandes emoções, com a razoável torcida presente fazendo muita festa na linda manhã de domingo.

A viagem, via Campinas, foi supertranquila, me permitindo chegar sem atropelos para obter as duas escalações e ainda assistir o show das "Cheerleaders" do Guaçuano, antes do início da partida. Depois das meninas mostrarem bonitas coreografias, foi a vez dos marmanjos entrarem em campo e aí fiz as fotos oficiais, as quais estão abaixo:


C.A. Guaçuano - Mogi Guaçu/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Fernandópolis F.C. - Fernandópolis/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Maurício Antônio Fioretti, seus assistentes Marco Antônio de Andrade Motta Júnior e Claudemir Donizetti Gonçalves da Silva, além do quarto árbitro Leonardo Vinicius Pereira, ao lado dos dois capitães. Foto: Orlando Lacanna.


As "Cheerleaders" esbanjando charme e beleza. Foto: Orlando Lacanna.

A partida teve início e o Guaçuano já saiu pra cima, tanto que, aos 4 minutos, o camisa 9 Tiago Chulapa arrancou pela meia direita e encheu o pé com vontade, obrigado ao experiente goleiro Stivi a praticar a primeira boa defesa na partida, espalmando a bola para longe. Esse lance foi o cartão de visita do "Mandi", que continuou em cima, não deixando o time visitante respirar.


Ataque do Guaçuano pelo meio no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

A blitz verde continuou e, na marca dos 15 minutos, o placar foi aberto, através do camisa 10 Bruninho, que recebeu a bola no interior da área, ajeitou no peito e mandou um balaço, que entrou no ângulo superior esquerdo da meta defendida por Stivi, que ficou sem ação no lance. Foi um belíssimo gol.


Detalhe da bola estufando a rede no 1º gol do Guaçuano. Foto: Orlando Lacanna.


Agora o autor do gol (Bruninho) comemorando com os companheiros. Foto: Orlando Lacanna.

Após o gol de abertura, o Guaçuano deu uma diminuída no ritmo, permitindo ao Fernandópolis chegar, vez por outra, próximo a área, mas nada muito perigoso, pois o sistema defensivo verde estava atento e não dava brecha ao ataque azul. No período dos 20 aos 30 minutos, as ações foram equilibradas, com a maioria das jogadas acontecendo entre as duas intermediárias.


Jogada de ataque do Fefecê ainda na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Passada a marca do trigésimo minuto, o Guaçuano voltou a forçar o ritmo e, numa jogada rápida no interior da área, o atacante do "Mandi" foi derrubado, com o árbitro em cima do lance, marcando pênalti. A cobrança ficou a cargo de Tiago Chulapa, que bateu firme no canto direito e aumentou o placar, tudo isso aos 35 minutos.


Segundo gol do Guaçuano marcado por Tiago Chulapa cobrando pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

No final da primeira etapa, mais precisamente aos 40 minutos, o Fernandópolis quase chegou ao seu gol, numa cobrança de falta executada pelo camisa 8 Ailton, com a bola caindo de repente e quase entrando no ângulo superior direito da meta guarnecida por Victor, que se esticou todo, mas não conseguiu chegar na bola. Foi o melhor momento do Fefecê no primeiro tempo.


Cobrança perigosa de falta por Ailton no fim da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Antes do encerramento da etapa inicial, houve um choque de cabeça entre o camisa 10 do Fefecê Tiziu e o camisa 7 do Guaçuano Claudinei, com o atleta visitante levando a pior. Ele ficou estirado no gramado e quando foi atendido não reconhecia ninguém, ficando completamente fora do ar. A ambulância entrou no gramado e, meio na marra, foi colocado no interior do veículo que seguiu para o hospital. As informações posteriores davam conta que Tiziu recuperou a consciência e que ficaria em obervação por 12 horas e ainda faria alguns exames. Desejo total recuperação ao atleta.

Voltando ao jogo, a segunda etapa começou e, logo aos 10 minutos, o Guaçuano criou o primeiro bom momento para ampliar a vantagem, num chute cruzado desferido pelo camisa 2 Guilherme, obrigando o goleiro Stivi a se virar e mandar a bola para escanteio.


Numa posição estranha, acirrada disputa pela bola. Foto: Orlando Lacanna.

O ritmo da segunda etapa não foi o mesmo, talvez por conta do forte calor, mas, mesmo assim, a partida continuava sendo bem disputada, com as duas equipes mostrando disposição. Nesse contexto, os ataques eram alternados, porém não surgiu nenhuma grande oportunidade.


Ataque pelo alto do Guaçuano na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Em desvantagem no marcador, o Fefecê continuou brigando para conseguir diminuir a diferença, disputando cada jogada com muita disposição e, numa dessas, aos 19 minutos, o camisa 6 Michel se excedeu na vontade e acabou recebendo o segundo cartão amarelo e, em seguida, o vermelho, deixando sua equipe com um homem a menos. Mesmo assim, o time visitante não desistiu e tentou de todas as formas marcar o seu primeiro gol, que acabou não acontecendo, graças a boa atuação do setor defensivo do time da casa, com destaque ao bom goleiro Victor.


Uma das boas defesas de Victor nos últimos minutos da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de partida com o resultado: Guaçuano 2 - 0 Fernandópolis, que manteve o time de Mogi Guaçu na 2ª posição, agora com 7 pontos, ao lado do próprio Votuporanguense, que permanece líder, por conta de um melhor saldo de gols (4 x 0). Esse grupo está super equilibrado, pois com o resultado de sexta-feira, Barretos 0 - 1 Desportivo Brasil, combinado com o de domingo, a classificação geral do grupo ficou embolada, com os dois primeiros colocados ficando com 7 pontos, o terceiro (Desportivo Brasil) com 4 e o último (Barretos) com 3. Todos têm chances, uma vez que ainda restam duas partidas para cada equipe. As definições deverão ficar para a última rodada.

Fim de espetáculo e pé na estrada novamente, iniciando outra viagem com destino a São Paulo, para finalmente descansar um pouco e acompanhar o fiasco do alvinegro da Capital pela telinha. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário