Procure no JP

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Centro Olímpico vence e melhora posição no Paulista Feminino

Olá,

Pela primeira vez nesse ano, fui ver de perto um jogo do Campeonato Paulista de Futebol Feminino, sendo que a escolha recaiu na partida A.D. Centro Olímpico x Ass. Botucatuense de Desporto, válida pela terceira rodada da segunda fase do Grupo 3. O local da partida, foi o Estádio Distrital da Vila Guarani, localizado na Zona Sul de São Paulo.

Nessa segunda fase, as oito equipes remanescentes, foram divididas em dois grupos de quatro, com jogos de ida e volta dentro dos próprios grupos. Após todos cumprirem os seis jogos, serão apurados os quatro semi-finalistas, que serão os dois melhores colocados de cada grupo. Portanto, trata-se de uma fase de tiro curto, na qual a conquista de três ponto é fundamental importância para seguir na competição, pois não há tempo para recuperação. O time da casa pisou no gramado sintético com 3 pontos e na 3ª posição, enquanto o time de Botucatu, havia conquistado apenas 1 ponto, estando situado na 4ª e última posição.

Por ter sido a primeira vez que fui a esse estádio, saí de casa bem cedo, visando evitar qualquer contra-tempo, mas como deu tudo certo, cheguei com tempo de sobra e aproveitei para bater um longo papo com o aniversariante Prof. Antonio Cláudio Ventura, repórter e comentarista da Rede Vida, a quem renovo meus cumprimentos.

Com a proximidade do horário do início da partida, fui para o centro do carpete, quer dizer do gramado, para aguardar a entrada das artistas do espetáculo e dos componentes da arbitragem, com o objetivo de fazer as fotos oficiais, as quais estão apresentadas abaixo e são exclusivas.


A.D. Centro Olímpico - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


A. Botucatuense de Desporto - Botucatu/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto por Katiucia da Mota Lima e seus assistentes Alexandre Basílio Vasconcellos e Rodrigo Soares Aragão ao lado das duas capitãs. Foto: Orlando Lacanna.

Assim que a árbitra autorizou o início da partida, o time paulistano assumiu o controle das ações e foi com tudo para o ataque, imprimindo muita velocidade e empurrando o time visitante para a defesa. Não demorou muito e, aos 9 minutos, o placar foi inaugurado, através da camisa 7 Debinha, que com um toque por cobertura, anotou o seu 18º gol na competição, colocando o Centro Olímpico à frente no marcador.


Lance de perigo criado pelo ataque do Centro Olímpico no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.


Luana tocando e criando mais um ataque do Centro Olímpico. Foto: Orlando Lacanna.

Até por volta dos 30 minutos, só deu Centro Olímpico, com a ABD apresentando dificuldades para sair de trás e tentar alguma coisa no ataque. Apesar do domínio, o time de São Paulo também não chegava com tanto perigo, a não ser na marca dos 18 minutos, quando a camisa 9 Glaucia chegou muito perto de ampliar a contagem.


Defesa botucatuense cercando a camisa 10 Luana do Centro Olímpico. Foto: Orlando Lacanna.

No primeiro lance mais agudo da ABD, aos 32 minutos, aconteceu o gol de empate que, naquele momento, foi uma surpresa, pois até então, o time do interior não estava incomodando. O gol foi anotado por Bruna, aproveitando uma desatenção da defesa, após cobrança de falta por intermédio de Dani. Alguns minutos após, a ABD quase virou o placar, mas a primeira etapa terminou com o empate de 1 x 1 que ficou de bom tamanho para as meninas de Botucatu.

A bola voltou a rolar e, logo aos 3 minutos, o Centro Olímpico retomou a vantagem no marcador, ao anotar o seu segundo gol, através da camisa 2 Giovanna, ao aproveitar, de cabeça, um passe também de cabeça, após cobrança de falta pela meia direita.


Detalhe do 2º gol do Centro Olímpico. Foto: Orlando Lacanna.

Além da retomada da vantagem no marcador, o Centro Olímpico voltou a comandar as ações, tendo criado pelo menos mais dois ótimos momentos, como aconteceu aos 13 e 24 minutos, em conclusões de Luana e Cacau que passaram muito perto, assustando a goleira Maike.


Jogada de perigo do ataque do Centro Olímpico. Foto: Orlando Lacanna.


Mais uma boa chance desperdiçada pelo time de São Paulo. Foto: Orlando Lacanna.

O time da ABD procurava equilibrar as ações, mas não conseguia criar jogadas mais agudas, por conta do setor defensivo do Centro Olímpico apresentar uma atuação tranquila. Uma vez ou outra o time azul chegava próximo a área adversária, mas não conseguia concluir. Quando o time vermelho recuperava a posse de bola, ia ao ataque e incomodava a defesa de Botucatu, ficando mais próximo de chegar ao seu terceiro gol do que a ABD chegar ao empate.


Mais um bom ataque do Centro Olímpico na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.


Camisa 9 Gláucia cercada por duas adversárias. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos dez minutos, a ABD foi com tudo, até porque não havia outra alternativa, porém as dificuldades encontradas ao longo da partida continuavam presentes, ou seja, o time azul tinha dificuldade para articular jogadas ofensivas e, quando conseguia, esbarrava na defesa local. O jeito foi tentar arrematar de meia distância.


Dani arrematando de fora da área no final da partida. Foto; Orlando Lacanna.

Final de partida com o resultado Centro Olímpico 2 - 1 ABD, que deixou o time paulistano na 2ª posição com 6 pontos, ao lado do Santos, porém com um saldo de gols inferior (4 contra 0). O time caminha firme rumo à terceira fase, sendo que volta a jogar contra a ABD, agora na casa do adversário, que, com a derrota, permaneceu na última colocação, com apenas 1 ponto e se afastando da zona de classificação, estando atrás também do Rio Preto (outro time do grupo) que tem 4 pontos.

Jogo encerrado e início de mais uma viagem em direção à Baixada Santista, pois à tarde iria rolar mais uma partida pela Segundona e o blog se faria presente. Deixei o estádio em companhia do Renato Rocha, um dos vários amigos do JP, que deu boas dicas de caminhos alternativos para chegar ao estádio da Vila Guarani. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário